Para Estudantes

Trabalhando Como “Au Pair” Nos EUA

trabalhando como au pair nos EUA
por clogsilk via flickr

Este post foi escrito em 2010. Estava na hora de atualizar. Se você quer saber sobre trabalhar como au pair nos EUA, assista aos vídeos abaixo para ter uma ideia do que se passa atualmente com o programa au pair: Notícias boas para as au-pairs.

Para legendas em português clique em:

detalhes> legendas> opções> traduzir automaticamente> escolha o idioma

 

*Começa aqui o post de 2010.

Um das opções para jovens brasileiros que ou não podem ou não tem como tirar outros vistos é trabalhando como au pair nos EUA.  Au pairs trabalham legalmente como babas para familias americanas. Elas moram na mesma casa na qual trabalham e geralmente e tem tempo de sobra para estudar e viajar caso queiram.

O mínimo que uma au pair pode ficar nos Estados Unidos é 12 meses (sendo que no final de um ano e possivel estender seu visto por  mais seis, nove ou mais doze meses) e o visto que se deve tirar é o J-1 Visitor Exchange Visitor (deve-se checar os requerimentos para se retirar esse visto no site da embaixada/consulado americano na cidade mais próxima de você).

É preciso trabalhar 45 horas por semana, sendo que não mais de 10 horas diárias. O pagamento desses tipos de programa se dá semanalmente e a familia que hospeda e é responsável por prover a acomodação, transporte e a alimentação da au pair.

Algumas agências de Au pairs dão certa quantia de dinheiro para que a au pair pague por cursos em faculdades, universidades locais, community colleges (por que aqui nos EUA ate as faculdades publicas são pagas). Au pairs também tem tempo para estudos e folgas nos fins de semana mais duas semanas de férias pagas.

Como o processo de  vir para cá como uma au pair geralmente se da através de agências especializadas  e em outros tipos de intercâmbios é importante lembrar que se deve pesquisar bem sobre a agência responsável e de preferência conhecer alguém que utilizou os serviços da mesma e perguntar como foi a experiência dessa pessoa durante a estadia dela nos Estados Unidos e se a agência proveu ajuda necessária/ prometida no contratos.

Certa agências ajudam as au pairs recém-chegadas nos EUA com seminários explicando como  o programa funciona antes delas se hospedarem na casa da familia escolhida; acesso a seguro de saúde e algumas ainda dão um bônus em dinheiro assim que o programa termina.

Os pagamentos que as fam;ilias provem não é muito, girando em cerca de no mínimo 200 doláres por semana mais certa quantia que deve ser usada com estudos. O dinheiro de estudos tambem não deve ser muito, no entanto pode ser o suficiente para cursar um community college.

Quanto mais você paga pelo pacote, mais você recebe em pagamento, porem o que mais vale nesse tipo de programa e a experiência de vida e não o dinheiro que se ganha.

Se você gosta de crianças e é jovem – algo importante para uma au pair, que não é nada mais do que uma babá num país estrangeiro – essa opção é uma boa.

Os precos que as agencias cobram pela intermediacao do processo varia dependendo do tipo de pacote que se deseja. E sempre aconselhavel comparar os precos de diversas agencias.

É importante notar que as agências não divulgam quanto voce deve pagar ate que voce demonstre interesse verdadeiro em participar do programa. E necessario ser insistente nesses casos.

Mesmo com uma agência é necessário saber sobre toda a documentacao que voce precisa e sobre como funciona o processo de vistos, etc. Nao deixe tudo nas maos deles mesmo que eles tomem conta de tudo ou quase todo o processo. Saiba quais seus direitos, sobre a familia  que te hospedara e em qual cidade vai morar.

Jamais assine qualquer contrato ou pague qualquer empresa sem estar certo/a de que ela e respeitavel. Lembrando que as agencias podem negar sua adesao ao programa caso voce tenha algum problema de saúde.

Alem disso nao se esqueca do ingles! Se voce quer ser baba aqui deve falar ingles bem e é preciso gostar de criancas, os pais americanos levam a serio quem eles contratam como babas para seus filhos.

Ah… E ha muitos rapazes aproveitam a oportunidade de vir ca como au pair. Ou seja, ser au pair não é só para moças.

Gostou Do Post? Compartilhe !

16 comentários sobre “Trabalhando Como “Au Pair” Nos EUA

  1. Eu estudo na cna, faço ingles intermediario gostaria muito de me aprofundar, ou seja de ir trabalhar nos EUA para aprender mas a lingua deles.

    ATENCIOSAMENTE:

    Renato Fernando da Silva

  2. bem, sou estudante da FISK tenho ingles avançado até o nivel 7, gostaria de saber como me increver pra participar do programa.

    atenciosamente

    Tathiana Santos

  3. @ Thatiana

    Voce tem que procurar uma agencia de au pair proxima de voce para se inscrever.

  4. Gostaria de trabalhar nos estados unidos mas eu não tenho muita condiçõe financeiras ,oque é preciso para matricular e como são as formas de pagamento?

  5. Ana,

    Você tem que entrar em contato com diversas agências de Au Pair e ver qual a melhor para seu caso. Lembre-se que há limites de idade para quem deseja ser Au Pair, se não me engano a pessoa deve ter no máximo 26 anos de idade. Se você tem menos que isso, procure se informar com esses tipos de agências.

    Boa Sorte!

  6. Oii Lu tenho 17 anos e meu sonho é ir para os Estados Unidos nem que seja para fazer um curso lá,minha familia não tem muito dinheiro então como eu faço?
    Eu não sei falar inglês será que lá eles possuem cursos para pessoas que só sabem o básico?

    Obs:Amei seu site pode apostar que vc ainda vai responder muitas perguntas minhas 🙂

  7. Larissa,

    Se vc quer vir para os EUA, voce tem que estudar ingles desde ja e ai. Ha ate cursos gratis de ingles online. É só procurar. Ha cursos para beginners aqui tambem, so que esses cursos sao caros.

    Como vc faz? Va se preparando, aprendendo ingles ai. Nao va esperar para chegar aqui sem falar nada! Quem sabe, voce sabendo ingles voce pode tentar vir para ca como au pair.

  8. oi lu bom dia
    queria tirar um duvida, tipo eu gostaria muito de morrar nos estados unidos, estou fazendo curso de ingles online ano que vem vou fazer um curso de ingles intermediario so pra fazer o au pair, voce sabe me dizer se o tempo que eu estiver la, eu posso correr atras para legarizar minha moradia definitiva ? ou não posso?
    eu ia aproveitar que ja estava por la e ve oque eu conseguia. oque voce acha?

  9. Oi Lu…
    Adorei seu blog… muito instrutivo…
    Eu e uma amiga desejamos trabalhar como au pair nos eua no ano que vem, e gostariamos de saber o que os pais esperam que eu ensine para o filho deles, quais os costumes americanos com os filhos? Os pais e a educação nas escolas sao rigidos? o que os pais esperam de uma au pair?
    Bjos

  10. Olá Sabrina,

    Acho que isso vai depender muito da família em questão e pode variar bastante, mas em geral percebo que pais americanos desejam que seus filhos cresçam e sejam independentes… então muito do ensino tem a ver com aprender a ser auto-suficiente e pensar por si mesmo.

    Em relação às escolas vai mais uma vez depender da escola, da região americana. Há escolas super rígidas mas em geral vejo, pelo meu filho, que as escolas daqui puxam bastante sim até no jardim de infância. É incrível! rsrs

    Agências de au pair podem te informar com mais precisão o que eles buscam em suas candidatas mas posso dizer (por experiência própria) que pais americanos esperarão que a au pair seja organizada, confiável e que tenha experiência com cuidado de crianças.

    Boa sorte!

  11. Eu sou au pair nos EUA, estou quase temrinando meu primeiro ano e em fase de decisao se vou extender por mais um ano. Eh uma experencia incivel, conheci pessoas do mund todo, aprimorei meu inlges e viajei pra caramba! Amadureci e mudei mues conceitos sobre mtas coisas nessa vida. Voltarei para o Brasil sendo otra pessoa com certeza! Mas claro, nem tudo sao rosas! Morar com seus chefes sucks, cuidar dos filhos dos outros nao eh facil e existe um limiar mto tenue entre ser au pair e ser uma “modern slave” por mto pouco dinheiro! Enfim, eh preciso ser realmente forte, ter mta coragem, cabeca aberta, forca de vontade e objetivos mto bem tracados, pq vc largara toda sua vida no Brasil para viver por um ano ou dois a vida de outras pessoas! Este esta sendo o ano mais intenso da minha vida, so far!

  12. Olá Bianca,

    Muito obrigada pela sua participação e por compartilhar sua experiência por aqui. Realmente, morar no exterior abre nossa mente de uma maneira incrível. E sim, ser au pair provavelmente não é fácil e os interessados em vir para cá dessa forma tem que estar cientes que será mais pela experiência mesmo do que por dinheiro 😉 Que você continue expandindo sua mente e filosofia de vida!

  13. Tenho intenção de abrir uma Agência da Au Pair, e gostaria de saber o que é necessário!!

  14. Oi, Lú… Amei seu blog, de verdade, foi o melhor que encontrei até hoje sobre a vida nos EUA.
    Queria saber se vc pode me tirar uma dúvida… Sonho em mirar nos EUA desde que eu era criança. Porém sou de família pobre e não tenho como arcar com pacotes caros. Estudo por conta própria o inglês, estou entre o básico e o intermediário. Tenho 28 anos e só tive empregos ruins de telemarketing praticamente toda a minha vida. Vc sabe como pessoas de origem pobre tem poucas oportunidades aqui no Brasil. Enfim, hoje sou casada e tenho um bebê de 9 meses que depende muito de mim e não tenho como tentar ir para os EUA sem meu filho e meu marido. Eu gostaria tbm de criar meu filho aí.
    Você conhece algum site ou empresa nos EUA que ofereça emprego para um casal? Tipo, caseiros ou qualquer outra coisa?

    Meu marido não fala inglês, mas pode começar um curso mais adiante.
    Pretendo começar enfermagem no ano que vem, mas o quanto antes eu conseguisse uma oportunidade aí, seria melhor é mais feliz, sinto que aí é o meu lugar.
    Então, vc sabe algo sobre empregos onde podemos ir eu e meu marido? Obrigada pela atenção. Abraço!

  15. Oi, gostaria de saber se existe a possibilidade de eu entrar com o processo de Au Pair direto com a família? No caso, se eu já conheço a familia em questão (eles são cidadãos), eu posso fazer esse processo direto com eles? O que eu posso fazer?

  16. Não sei se isso é possível, Luisa. Pelo que sei au pair é por agência. A família que está interessada teria que ver se isso é possível consultando um advogado de imigração nos EUA ou conversando com alguém da embaixada americana. Recomendo que vocês pesquisem sobre isso nos sites oficiais: do uscis.gov e no travel.state.gov e no do consulado americano no Brasil. Ou a família teria que se cadastrar com uma agência primeiro…Sucesso!

Faça parte da conversa: