undercategorized

Dúvidas Dos Leitores: Trabalhar Nos EUA Como Turista

trabalhar nos eua como turista
por question_everything via flickr

Recebi este comentário do Luiz Felipe, acho que há muita confusão sobre trabalhar nos EUA, pois termos e processos imigratórios são complexos mesmo, e como minha resposta acabou ficando enorme, resolvi colocá-la num post.

Aqui vai a pergunta do Felipe e a resposta logo em seguida:

 

“Olá, parabéns pelo blog. Tenho algumas dúvidas, ficaria grato se pudesse respondê-las:
1- é possível sair já do Brasil contratado e com visto de trabalho?
2- seria mais fácil aproveitar o visto de turista que já tenho, tentar fazer um “summer course” e então, já nos EUA, me candidatar a alguma vaga?
3- o TOEFL é um diferencial para contratação, ou demonstrar fluência em uma entrevista por Skype é suficiente?
4- você falou sobre trabalhar como servente, garçom… não ser necessário visto de trabalho. Como seria a forma legal de trabalhar nesses empregos então? Posso utilizar visto de turista? A ideia aqui seria no caso de trabalhar temporariamente nessas posições até conseguir um emprego de “alto nível”

-Luiz Felipe

 

Olá Luiz Felipe, primeiramente agradeço pelo comentário e pela visita ao blog. Respondendo às suas dúvidas:

 

“É possível sair já do Brasil contratado e com visto de trabalho?”

Sim, inclusive é assim que funciona o visto de trabalho. Você se candidata as vagas de empresas americanas (ou multinacionais que têm filiais ou a matriz aqui nos EUA) que contratam estrangeiros e dão visto de trabalho (não são todas empresas que contratam estrangeiros pois é um processo caro e complexo para a empresa).

Você daí consegue a vaga , e a empresa cuida do processo do visto, você  comparece à entrevista para o visto no consulado designado, pega o visto (se tiver o visto aprovado)  e depois  vem trabalhar aqui.

Mesmo por que para receber vistos a pessoa tem que estar fora dos EUA pois vistos somente são dados em consulados no exterior. Para saber mais leia estes outros artigos sobre o visto L1 e o H1B. 

 

“Seria mais fácil aproveitar o visto de turista que já tenho, tentar fazer um “summer course” e então, já nos EUA, me candidatar a alguma vaga?

Não, pois o processo de contratação americano vai exigir documentos que você como estrangeiro não possui com um visto de turismo. Claro que se quiser, nada vai te impedir de tentar, porém a probabilidade de conseguir um emprego com tudo certo desta maneira é pequena. Se alguém conseguiu assim, favor deixe seu comentário nos contanto os detalhes da história.

O que você pode fazer é se candidatar do Brasil mesmo, faça uma busca neste site para ter uma ideia de que tipos de empresas já contrataram estrangeiros (sendo assim, a possibilidade delas contratarem novamente é alta). Há outros sites online do tipo e você pode fazer uma pesquisa em sites de busca de empregos americanos (uma lista com alguns aqui).

A dica a lembrar é que se a empresa contrata estrangeiros para a vaga, ela vai listar que patrocina o visto H1B na descrição do emprego.

Se ela não tem como ou não quer abrir processos de visto de trabalho, ela vai lista que somente cidadãos e residentes permanentes ou pessoas com autorização de trabalho,  podem se candidatar à vaga.

Se a empresa não lista nenhuma das 2 opções que citei, é por que ela não patrocina o visto de trabalho. Mas você sempre pode entrar em contato com eles e perguntar.

 

trabalhar nos eua com visto de turismo
por jcorrius via flickr

 

“O TOEFL é um diferencial para contratação, ou demonstrar fluência em uma entrevista por Skype é suficiente?

Algumas empresas podem exigir testes de proficiência em inglês, tais quais, o TOEFL, IELTS ou outros específicos de inglês para trabalho, porém geralmente o que mais interessa é que a pessoa demonstre fluência durante a entrevista. De nada adianta, por exemplo, ter certificados de escolas de inglês (ou diploma de ensino superior no idioma) se a pessoa não fala nada ou quase nada.

A nota do TOEFL exigida, caso o teste for exigido vai variar de acordo com a área de atuação da pessoa. Um engenheiro, por exemplo, pode tirar uma nota mais baixa, já um candidato a vaga de professor de línguas numa universidade vai precisar ter uma nota excelente, por motivos óbvios.

O importante a entender aqui é que se a pessoa tem que se comunicar com clientes, com outros departamentos dentro de uma empresa, ela tem que falar o idioma bem. A não ser que o emprego a isole como uma ilha, o que não é muito comum na maioria dos ambientes de trabalho.

 

“Você falou sobre trabalhar como servente, garçom… não ser necessário visto de trabalho. Como seria a forma legal de trabalhar nesses empregos então? 

Para trabalhar como garçom e outros empregos não especializados, a pessoa não precisa de visto pois:

1. Empresas que dão visto de trabalho geralmente são empresas que precisam de empregados da área de IT, médica e etc, ou seja, trabalhos especializados, é difícil encontrar um restaurante que queira trazer empregados de outro país para servir mesas, por exemplo.  e…

2. Eles não precisam de visto pois a pessoa tem que ter autorização para trabalhar aqui, seja um SSN que permita isto( ou seja, em conjunção com um visto válido que permita trabalhar), ou o green card ou que ja tenha a cidadania americana para poder trabalhar em tais empregos. Ainda mais com o novo governo e com suas polítícas e práticas linha dura de imigração (que já começaram a ser colocadas em efeito por todo o país)  em relação a imigrantes que violam seus vistos.

Se ela tem qualquer um destes documentos, ela pode trabalhar com qualquer coisa que quiser nos EUA, desde coletor de lixo a CEO de uma empresa.

Já pessoas com visto de trabalho estão de certa forma “presas” ao emprego que conseguem aqui, ou seja, o visto delas é depende de continuar trabalhando para a mesma empresa. Se ela é despedida, ela perde o visto e tem que voltar para o Brasil. Se ela quer trocar de empresa, não pode… Embora nos últimos anos haja propostas para modificar isto, se vai virar lei ou não são outros quinhentos.

Resumindo: Para trabalhar nestes empregos legalmente, a pessoa já tem que ter o SSN, a autorização de trabalho, o green card ou a cidadania americana.

Falei mais sobre isto aqui.

E sim, há alternativas de vistos de trabalho para quem não trabalha em profissões de alta demanda aqui, mas elas não oferecem caminhos para o green card.

 

trabalhar nos EUA como turista
por mtaphotos via flickr

 

“Posso utilizar visto de turista? A ideia aqui seria no caso de trabalhar temporariamente nessas posições até conseguir um emprego de “alto nível”

Esta é uma dúvida muito comum, mas infelizmente é preciso entender que visto de turismo não dá direito algum para a pessoa trabalhar nos EUA. Nem em restaurantes, nem de babá, nem de faxineiro. Então a resposta é NÃO.

Para trabalhar nos Estados Unidos , mesmo que temporariamente, e num emprego de nível básico (restaurante, comércio, etc) o estrangeiro tem que ter um dos documentos que mencionei acima.

Já para conseguir um emprego de nível mais alto nos EUA, você precisa ter no mínimo um diploma de ensino superior (a maioria dos empregos nos EUA – muitos deles considerados de iniciantes, ou seja, de nível básico- atualmente exigem no mínimo um Associate’s degree , o qual pelo que sei não existe no Brasil, se as coisas mudaram me avisem nos comentários, please, ou um bacharelado). Algumas empresas americanas chegam até a exigir que o bacharelado seja de instituições de ensino “reconhecidas”, ou seja, americanas). Fora isso, a pessoa precisa ter muita experiência comprovada (ou uma mistura de experiência mais algum estudo na área) para substituir este tipo de exigência.

Desta maneira, você vai ter que validar seu diploma, tirar as certificações extras para poder exercer sua profissão aqui, caso preciso . Ou vai ter que voltar a estudar, o que exige tempo e dinheiro, já que universidades públicas nos EUA são só públicas no nome mesmo.

E se você vem com um visto de estudante, tem que provar que pode bancar seus estudos sem trabalhar dentro do país enquanto estuda. A não ser que você venha como au pair ou com outro tipo de intercâmbio de estudo e trabalho. Mas daí o salário não é lá aquelas coisas e você é limitado a trabalhar em lugares específicos, não podendo mudar de emprego ou buscar emprego em outro lugar.

Muita coisa em relação a imigração pode mudar daqui em diante, se seu interesse é morar, estudar, ou trabalhar nos EUA, recomendo que fique atento às notícias imigratórias e que se informe mais nos sites oficiais americanos (site do consulado e do uscis).

Espero ter respondido sua dúvida.

ebook morar nos EUA

8 comentários sobre “Dúvidas Dos Leitores: Trabalhar Nos EUA Como Turista

  1. Olá Estou no oitavo período do curso de Direito. O que devo fazer pra trabalhar nesta área nos Estados Unidos? Pré uso me especializar em alguma área?

  2. Bom dia Lu, tenho uma duvida sobre as idas e vinda do USA, geralmente na imigracao ganho 6 meses para ficar no pais,eu ficando uns 5 meses e voltando para o Brasil, quanto tempo depois posso retornar para os USA a passeio e ficar mais uns meses ? Estou aguardando meu green card .

  3. Então você já fez isto antes enquanto o seu processo já estava aberto? Quanto tempo esperava entre as viagens?

  4. Entao Lu, ganho sempre 6 meses, mas , nunca fiquei mais que 40 dias, por isso estou com essa duvida, meuprocesso de green card esta em andamento.

Faça parte da conversa: