Como É Viver Em Atlanta?

como é morar em Atlanta na Georgia
por wallyg via flickr

Dando continuação a nossa série sobre a vida de brasileiros pelos 4 cantos dos EUA, vamos falar de Atlanta com a Sofie Prado. Ela tem um canal no youtube onde conta sobre sua vida nos EUA. Veja o que ela nos diz sobre essa cidade a seguir.

Viver Nos EUA: Há quanto tempo você mora nos EUA e em que cidade brasileira você morava antes de vir para cá?

Sofie Prado: Eu vou completar 3 anos que moro em Atlanta, Georgia. Eu sou de São Paulo (capital).

V.N.E.: Como foi seu processo de adaptação tendo em mente as diferenças entre São Paulo e Atlanta?

Sofie: Atlanta é a primeira e única mudança da minha vida e ainda é difícil a adaptação. Pois São Paulo é um cidade que não pára, você tem tudo 24hs, restaurantes, bares, amigos, cinemas, casas de shows e etc.
Tive que “tirar o pé do acelerador”

V.N.E.: O que você mais curte em Atlanta?

Sofie: Eu curto os parques, tem muitos festivais aqui, onde tem barracas de artes, músicas e apresentações de várias culturas (shows e comidas).Também muito me agrada a segurança nas ruas e a educação das pessoas.

V.N.E.: O que você menos gosta em Atlanta?

Sofie: As estações do ano, o verão é muuuuuito quente, no inverno chega a nevar as vezes (muito frio) , na primavera a cidade fica lotada de pólen (o carro fica ate amarelo -juro!) e isso me causa uma alergia terrivel e o outono é bom, me lembra São Paulo.

o que é bom e ruim em morar em Atlanta Georgia
por grantdaws via flickr

V.N.E.: O que mais te surpreendeu ao chegar em Atlanta?

Sofie: Eu acho a cidade linda, limpa e com uma energia boa, é tudo muito bem elaborado e o que mais me surpreendeu que aqui não tem muitos prédios residências, a maioria são comerciais e ficam bem no centro da cidade, então parece cidade de filme, sem prédios, uma cidade plana.

V.N.E.: Quais as diferenças mais marcantes da sua vida em Atlanta versus seu cotidiano no Brasil?

Sofie: Eu trabalhava em televisão e tinha uma vida muito agitada e aqui em Atlanta tudo é muito, mas muito mais calmo, muito silêncio e isso me deixa “tensa”.

As ruas aqui de Atlanta são bem desertas,você não vê ninguem, é muito raro você ver pessoas na rua ou conhecer o seu vizinho (por exemplo), esse isolamento das ainda me assusta um pouco, as pessoas não vão na sua casa sem um motivo concreto (ex:aniversário, assistir um evento na tv… ), a solidão é ruim demais.

Agora, a educação ao dirigir é muito melhor, aqui se tem cuidado e respeito com o pedestre e o ciclista. É raro ouvir buzinas e gritos pela janela, aqui não tem motos andando nos corredores das faixas, sendo assim muito mais seguro de dirigir.

V.N.E.: Quais atrações turísticas de Atlanta você recomenda e quais delas são perda de tempo ou tourist traps?

Sofie: Eu super indico:

  • SIX FLAGS – para quem gosta de emoção (é show e eu amo).
  • GEORGIA AQUARIUM – é lindo, super indico para a familia toda.
  • PHILIPS ARENA – assistir um jogo de basquete (é demais!!!).
  • STONE MOUNTAIN – para quem quiser fazer uma caminhada ou ver a cidade do alto da montanha, la sempre tem atrações referente ao mês, ótimo passeio para todos. SUN DIAL RESTAURANT – Restaurante que fica no topo do prédio, são 71 andares e você consegue ver a cidade toda do alto.

Agora perda de tempo, eu não sei… Pois ainda não fui em nenhum lugar chato.

morando em Atlanta Georgia EUA
por bz3rk via flickr

V.N.E.: Há um perfil ou perfis típicos dos habitantes de Atlanta? Tipo, faixa etária, nível educacional e etc?

Sofie: Aqui em Atlanta tem de tudo, todas as culturas, tem gente de todo o mundo. Eu percebo que a cidade é bem familiar e a maioria das familias tem muitos filhos.

V.N.E.: Você trocaria sua vida em Atlanta pela vida em outra cidade?

Sofie: Não sei, eu ainda estou em fase de conquista e adaptação aqui em Atlanta, não iria desistir ou mudar somente por mudar e ter que começar do zero novamente em outro local.

 

lado bom e ruim de morar em Atlanta
por macgodbrad via flickr

V.N.E.: Com o que você se acostumou mais rápido em Atlanta?

Sofie: Em dirigir com calma, respirar fundo e deixar de ser tão stressada.

V.N.E.: Com o que você não se acostumou até hoje?

Sofie: Me irrita por exemplo: a pressa do garçom em te dar a conta do restaurante e você ainda não terminou de comer ou ainda não terminou de conversar, parece que estão mandando você embora.

V.N.E.: Você já pensou em voltar para o Brasil? Quando isso aconteceu e PQ?

Sofie: Sim, já pensei em voltar por estar longe dos meus pais e não me perdoar de não estar ao lado deles em momentos especiais ou de necessidade.

V.N.E.: Do que você sente mais falta do Brasil?

Sofie: Dos meus amigos e do meu trabalho na TV.

V.N.E.: Que conselhos você tem para quem quer viver nos EUA e em Atlanta?

Sofie: Muita paciência e garra. Se esse é seu objetivo, vá e lute por ele. Não é fácil e demora, mas você tem que plantar seus sonhos para colher as realizações.

Acaba aqui a entrevista, meus agradecimentos a Sofie pelas respostas e dicas. Você pode contatá-la no Facebook.

Quer morar nos eua? compre meus EBOOKS !

Gostou do post? Compartilhe!

More about Lu

Seja bem vindo à perspectiva de uma brasileira sobre a vida e cultura dos Estados Unidos. A Brazilian take on the American Way of Life.

Comments

  1. Como são as coisas , e ai não segue nenhuma crítica a missivista.
    Tirando o garçon apressado , todas as outras coisas me agradam.
    Mas acho que o porte da cidade, passa um pouquinho da conta.
    Mas adorei o post , e faz parte dos meus planos na próxima viagem , passar pela Georgia .

  2. O que mais me desagrada, nao diria somente em Atlanta, mas em Georgia, e o racismo, preconceito e discriminacao contra nos latinos! Lamentavel como em pleno seculo XXl ainda temos que nos deparar com certas situacoes como muitas que vivi e sinto na pele e muitas que ainda vivo. Meu unico motivo em nao gostar de Georgia e esse.

  3. Eu estava estressada. Estava doente. Vim passar uns meses em Atlanta. Estou calmissima, tranquila. Aqui , eu não preciso ter pressa pra nada. Não fico olhando para o relógio. Foi muito bom para a minha saúde, e nem precisei tomar remédio! O respeito pelo ser humano aqui é muito forte . Gostei muito. Vou voltar.

  4. Olá Solmar, você poderia nos dar um exemplo de situação desse tipo que você encontrou ou presenciou na Georgia?

  5. Obrigada pela participação, Maria Alice. Volte sempre!

  6. Obrigada Marco. Espero que você curta sua próxima viagem e Atlanta.

  7. é meu sonho morar em atlanta, estou planejando há alguns anos mas talvez a concretização levará mais uns 2 ou 3 anos, essa matéria foi ótima para me enterar mais do ritmo da cidade, é tudo que preciso pra minha vida, vou lutar até alcançar meu objetivo, obrigado por postarem esse conteúdo e a Sofie que se dispos a falar sobre a cidade 😀

  8. estou de mudanca para atlanta tenho filhos pequeno , nao sei como seria , pois aqui no brasil sou comerciante …nao sei em que trabalhar ai vc tem uma sugestao

  9. Procurei tanto uma página como esta antes de ir pra Atlanta fiquei apenas 3 dias e só conheci o aquário e realmente é lindo! A Coca-Cola apenas por fora não deu tempo. A experiência foi inicialmente um horror no aeroporto por conta do idioma que não domino tanto e o espanhol foi uma luta encontrar alguém que falasse mas depois ri disso… Concordo com Sophie sobre os garçons e não só em Atlanta como em Miami tbm não só pra dar a conta mas como fazer o pedido eles tem pressa ficam parados na frente da mesa não temos chance de desfrutar do lugar do ambiente bebendo um drink. Quero voltar a Atlanta para estudar o idioma por dois meses e conhecer melhor esses outros pontos que a Sofie falou. Se houver alguém que possa me aconselhar a respeito eu já agradeço. 😉

Leave a Reply

Faça parte da conversa: