O Que Esperar De Conterrâneos Nos EUA?

conterraneos nos EUA

Ai que felicidade dar de cara com um conterrâneo nos Estados Unidos, não? Fazia tanto tempo que você não via um que você se alegra imensamente com esse tipo de coisa, poder falar um pouquinho em português de novo, o qual já está enferrujando um pouco rsrs, trocar idéias, se ajudar, se encontrar de novo, virar amigos…

Pois é, tudo lindo no papel mas nem todos brasileiros que você encontrar nos EUA serão amigáveis – como a Eliane contou para nós nesse post – e saber disso é extremamente importante caso você esteja pensando em vir para os EUA sem inglês e/ou apoio algum e pensando que só por viver numa área cheia de brasileiros, você terá ajuda deles e que todos os conterrâneos que encontrar aqui serão bons samaritanos.

Claro que nem todos brasileiros aqui se comportam de tal maneira, os itens descritos abaixo também não são tirados somente da minha experiência mas de situações que ocorreram com vários conhecidos (brasileiros) meus.

Quer saber o que acontece quando você lida com outros brasileiros nos Estados Unidos? Leia abaixo:

  1. Alguns deles simplesmente te ignoram, especialmente se você tentar falar em português com eles. Daí sim!
  2. Você leva chá de cadeira e eles chegam (super) atrasados (estou dizendo horas atrasados, não 10 minutos) ao seu evento e nem se desculpam.
  3. Eles confirmam o convite e nada de aparecer. Ou ignoram o RSVP e daí aparecem num passe de mágica. Espera aí, você não está no head count…
  4. Eles (digo mais elas) não respeitam o dress code do seu casamento e/ou evento. Trashy.
  5. Eles tratam algo contigo e desaparecem sem dar vestígios, somente para reaparecer semanas ou meses depois sem que nada tivesse acontecido. Se você trata negócios com eles, eles enrolam para pagar.
  6. Eles se aproximam de você e se fazem de amiguinhos pelo que você tem a oferecer a eles, se eles pensam que você tem dinheiro por exemplo é só para te empurar algum esquema ou negócio, se eles pensam que você tem influência, é só para pedir algum favor e assim por diante.

Infelizmente esse tipo de comportamento por parte de alguns brasileiros na Terra do Tio Sam é algo comum, sem falar nas maracutaias que outros (os piores) cometem contra a nossa própria comunidade por aqui. Ótimo PR se você me pergunta.

Como já disse acima e gostaria de reiterar, não são todos brasileiros nos EUA que fazem isso. Tenho a sorte de conhecer conterrânos maravilhosos por aqui. Gente muito boa. Porém conheço outros brasileiros que não tiveram tanta sorte assim.

Enfim, você mora, ou já morou, nos EUA e já lidou com brasileiros menos que honestos ou com desdém pelas regras sociais? Conte o que aconteceu para nós abaixo.

Quer saber mais dos EUA? Leia os ebooks da Lu!

Gostou do post? Compartilhe com seus amigos!

More about Lu

Brasileira casada com americano. Moro nos EUA há mais de uma década.

5 thoughts on “O Que Esperar De Conterrâneos Nos EUA?

  1. rita

    nao espere nada deles somente isso,não vejo nada sobre dar golpes e coisas do tipo,so acho que alguns comem abóbora e rota caviar,outros porque tem uma situação melhor se acham a ultima bolacha do pacote,fora o ridículo de postar no face po r exemplo, a casa o carro,tudo que tem,e alguns casos e isso mesmo,não espere que por eles ter uma situação melhor vao te ajudar em alguma coisa,cada um por is Deus por todos,ate vou contar um caso aqui,uma brasileira casada com um americano muitos anos sofreu um baque,o marido faleceu,muito jovem,ela não tinha casa própria,ficou numa situação um pouco delicada,eu fui tentar ajudar no que podia,chamei a comunidade,falei pra todos se poderiam colaborar com alguma coisa pra funeral,ajuda financeira mesmo,muitas se solidarizaram,ajudaram outras deu de ombro,outra so me disse:quem mandou ela casar com um homem que não fez nada por ela em vida,e outra irresponsável,que se dane,imagina eu vou tirar meu dinheiro pra ajudar esta gente,manda de volta pro Brasil,pois e,indignação total,porem,no problem,a dita cuja que foi ajudada deu a volta por cima,e hoje vive no meio delas,das outras que a criticaram horrores,e a vida,eu fico na minha mesma,melhor ter amizades com as mexicanas do meu trabalho,e vários americanos que muitos falam mal pela frieza,mas são melhores que muito brasileiros,desculpe,so minha opinião

  2. Christiane

    Estou para me mudar com toda minha família para Boston , e esse tipo de situações parece ser muito comum o que me gera muito medo já que vou na cara e na coragem rsrs.
    É uma pena pq a imagem de um brasileiro é de um povo alegre , amigo
    É muito difícil não poder contar com ninguém

  3. Evandro Cunha

    Já foi Christiane?

  4. Emerson de Faria

    Até aí nenhuma novidade, e nem precisa ir lá fora para ver que essa história de povo simpático, alegre, hospitaleiro e pronto para ajudar não passa de um embuste, a face mais perversa e enganosa desse pretenso e falacioso conceito de brasilidade, do qual aliás jamais acreditei. Quem diz o contrário é porque jamais trabalhou com atendimento ao público, esta desfaçatez do brasileiro médio típico me enoja.

  5. Cris Okuno

    No Japão tem muito disso também

Faça parte da conversa: