Como é Viver Em Maine E Na Georgia?

Como é viver em Maine e na Georgia

Saco Maine by sensibleabode via flickr

Quer saber como é viver na Georgia e no estado do Maine? Leia a entrevista que o Victor Menezes nos concedeu abaixo, ele conta suas experiências de vida nesses dois estados.

Viver Nos EUA: Em que cidades/estados americanos você morou/mora e há quanto tempo você vive nos Estados Unidos? Em que parte do Brasil você morava antes de vir para cá?

Victor: Eu sou de Campo Mourão, Paraná, e com 16 anos decidi fazer um intercâmbio de 1 ano antes do vestibular. Apliquei para bolsas de estudos em escolas particulares americanas e recebi 5 oportunidades. Em 2012, acabei escolhendo ir para a Thornton Academy em Saco, Maine. No final do intercâmbio, escolhi terminar o ensino médio na minha escola americana. Eu recentemente me formei no ensino médio e agora estudo engenharia na Georgia Tech, em Atlanta, Geórgia.

V.N.E.: Como foi sua adaptação inicial em Maine? O que foi mais difícil, o que foi mais fácil, como você lidou com tudo isso?

Victor:  A minha adaptação no Maine foi relativamente tranquila. O pessoal do Maine é muito amigável e isso me ajudou na transição. O mais fácil foi fazer amizades e interagir com os americanos. O mais difícil foi ficar longe da minha família pela primeira vez, desenvolver meu inglês e enfretar o frio do Maine. Para alguém que nunca tinha visto neve, enfrentar nevasca com 2 metros de neve e temperaturas de -30C não foi fácil.

V.N.E.:  Como foi sua adaptação na Georgia?  Qual dos dois processos de adaptação foi o mais fácil?

 Victor: A minha adaptação na Geórgia foi tranquila porque eu já sabia a lingua e já conhecia o país. O mais difícil foi me adaptar com o pessoal daqui. Eu sai do extremo norte para o sul dos EUA. A maior diferença são as pessoas. No Maine, todo mundo é muito educado e amigável. Aqui na Geórgia, o pessoal vive mais no stress da cidade grande. Também eu sai de um estado onde 95% da população é branca, para uma cidade onde 70% é afrodescendente.

Atlanta-map

localização de Atlanta no mapa dos EUA

V.N.E.: O que mais muda, ao seu ver, ao estudar nos EUA versus no Brasil?

Victor: Estudar nos EUA é mais produtivo que no Brasil. Honestamente, eu consigo ir ao banco e pegar ônibus sem enfrentar fila. A universidade tem tudo que eu necessito para focar nos EUA: dormitório, refeitórios, bibliotecas, centro de saúde, academia, e entre outros. Outra coisa é que os alunos são forçados a aprender e não somente decorar. Existem “provinhas semanais” que exigem a dedicação do aluno.

 

V.N.E.: O que você mais curte em Maine e o que você mais curte na Georgia?

Victor: O que eu mais gosto do Maine é poder esquiar todos os finais de semana durante o inverno, e poder ir à praia quase todos os dias durante o verão. O que eu mais gosto da Geórgia é o clima mais parecido com o do Brasil, e as opções fora do campus, como parques e restaurantes.

 

V.N.E.: O que você menos gosta nesses dois estados?

Victor:  O que eu menos gosto do Maine é o frio, e o que eu menos gosto da Geórgia é como as pessoas te tratam.

 

V.N.E.: Como você descreveria sua a vida nesses dois estados? Qual a maior diferença em viver neles?

Victor: A vida no Maine é muito calma e tranquila, enquanto a vida na Geórgia é muito intensa. No Maine, eu aprendi a ser uma pessoa mais humilde, educada e a ter mais empatia. Na Geórgia, estou aprendendo a ser uma pessoal mais competitiva e produtiva. Realmente, a maior diferença é a convivência com as pessoas.

 

V.N.E.: O que você fazia para passar seu tempo livre em Maine e o que faz na Georgia?

Victor: No Maine, eu jogava tênis, ia para academia, esquiava e saia com amigos. Aqui na Geórgia, eu tenho menos tempo livre, mas consigo ir para a academia, ir para festas e sair com os meus amigos.

 

V.N.E.:  Há um perfil “típico” de pessoas nessas duas áreas?  Seja em personalidade, idade, nível educacional, aspirações ou qualquer outra coisa que você possa ter notado ?

Victor:  Como eu já citei, a população do Maine é mais idosa, 95% branca, com nível educacional mais alta, normalmente democrata, e com sonhos de viver perto de casa. Na Geórgia, a população é mais jovem, 70% é afrodescendente, nível educacional é mais baixo no geral, e com mais diversidade.

 

V.N.E.: Quais dos dois estados você mais gostou de morar?

Victor:  Eu prefiro morar na Geórgia por causa das oportunidades e do clima. Porém, sinto muita falta das pessoas do Maine.

 

V.N.E.: Você já visitou outros estados americanos? Acha que gostaria de morar em algum deles?

Victor: Eu já visitei 17 estados americanos em 4 viagens de carro e avião. Eu teria vontade de morar na Califórnia se possível. O clima é ótimo e as pessoas parecem ser bem animadas.

 

V.N.E.: O que brasileiros que desejam morar em Maine devem saber? E que dicas você daria para os brasileiros que querem viver na Georgia?

Victor:  O brasileiro que forem para o Maine devem estar preparados para o frio e a neve, porém fique tranquilo que as pessoas estarão de braços abertos. Para o brasileiros que vierem para a Geórgia, esteja preparado para o choque entre diferente etnias, para a “pressa” das pessoas, e o inglês difícil de entender. Às vezes, parece que não se fala inglês na Geórgia, parece mais um dialeto cheio de gírias.

 

V.N.E.: Que conselhos são os mais importantes, na sua opinião, para quem deseja vir para os Estados Unidos da maneira que você veio?

Victor:  O meus conselhos para o estudante que quiser vir para os EUA são: esteja aberto para todas a oportunidades, aproveite cada experiência nova, conheça novas culturas e outras partes dos EUA, e nunca desita dos seus sonhos. Além disso, seja humilde e entenda que o mundo é imensamente maior que o Brasil. Honestamente, hoje vejo nosso país com outros olhos. Porém, nunca deixe seus valores e suas essências.

Termina aqui a entrevista. Agradeço ao Victor Menezes pelas respostas e pela cortesia de imagens. Você também já morou ou vai morar ou em Maine ou na Georgia e tem dúvidas ou gostaria de acrescentar algo à entrevista? Comente abaixo.

Quer saber mais sobre os EUA? Leia os ebooks e dicas da Lu!

Gostou do post? Compartilhe com seus amigos!

Comentários

  1. Luciene

    Não entendi o que você disse sobre a diferença entre a população dos dois estados , afrodescendentes conversam menos?
    Você já estudou em universidade brasileira ?

  2. Post
    Author
    Lu

    Lucilene, ninguém melhor do que o Victor para te explicar. Mas relendo a entrevista, não vi nada que diz que afrodescendentes conversam menos. O que ele disse das diferenças foi o seguinte:

    Que em Maine a maioria da população é de raça branca e na Geórgia de raça negra, especialmente em Atlanta.
    Que em Maine eles são mais liberais, progressistas e democratas e na Geórgia a maioria da população é mais religiosa e conservadora. Mas Atlanta é mais misturada nesse sentido.
    Em Maine a população em geral têm maior nível educacional e na Geórgia o nível educacional em geral é menor.

    Mas estou curiosa… Por que você perguntou se ele já estudou em alguma universidade brasileira?

  3. Thatiane Cabral

    Oi. Tem um programa no Maine de visite lá e se resolver ficar e trabalhar a empresa paga suas despesas. Só que divulgaram isso para o mundo todo. Logo lá tem muita oferta de trabalho e não tem mão em obra. Qnd entrei no site das empresas disseram que ouve um erro ao ser traduzido para os brasileiros. Achei isso um absurdo.

  4. Post
    Author

Faça parte da conversa: