Como é Morar Em Katy, no Texas?

como é a vida nos subúrbios de Houston Texas

by sheilascarborough via flickr

Hoje outra brasileira, a Daisy do blog Alô Houstonnos conta sobre sua vida nos subúrbios de Houston. Veja a seguir o que ela tem a nos falar sobre a vida nessa região dos Estados Unidos na entrevista abaixo:

Location in the state of Texas and Harris County

Localização de Katy no mapa do Texas by 25or6to4 -via Commons.

Viver Nos EUA: Em que cidade e estado americano você mora? Há quanto tempo você vive nos Estados Unidos e em que parte do Brasil você morava antes de vir para cá?

Daisy: Moramos em Katy/Texas que fica no subúrbio de Houston desde fevereiro de 2014. Katy fica a 30 minutos de Downtown Houston.

Morávamos em Belo Horizonte/MG. Meu marido que trabalha com TI veio primeiro em 2013 e morou sozinho por 6 meses e acabou sendo transferido pela empresa.

V.N.E.:  Como foi sua adaptação, tendo em mente as diferenças entre a vida em Belo Horizonte e sua vida aqui?

Daisy: A adaptação não foi fácil pois eu ainda não dominava o inglês e tinha muita dificuldade em me comunicar. O estilo de vida que eu tenho aqui no Texas é bem diferente do que eu estava acostumada no Brasil.

Lá eu trabalhava e aqui ainda não posso exercer a minha profissão. Morava em um apartamento pequeno em um bairro com muitos prédios e agitado em BH e aqui moramos em uma casa grande com quintal.

A cidade é pequena e o nosso bairro é tranquilo e super residencial com a maioria casas. Cuidar da casa e das crianças sem empregada ou babá para ajudar nas tarefas diárias exigiu um tempo para me acostumar a esta nova rotina.

Hoje adoro não ter que depender destes serviços. O fato de não conhecer muita gente não ajudava na adaptação e demorou muito até eu me acostumar com o jeito mais reservado dos americanos e dos muitos asiáticos que moram em Katy.

Para mim foi difícil pois sou muito comunicativa e a barreira da língua impedia esta interação. O caminho mais fácil foi me aproximar de brasileiros e latinos o que foi ótimo para me sentir mais “em casa”.

V.N.E.: O que você mais curte na sua área?

Daisy: Como eu moro em Katy aproveito o estilo de vida mais tranquilo e seguro dos subúrbios mas com acesso fácil e rápido a Houston, cidade grande e pulsante que tem tudo que uma cidade grande americana oferece de cultura e lazer.
Adoro os programas ao ar livre em parques. Curto a vida cultural em Houston com muitos museus, shows ou assistir aos jogos em geral. Aqui somos fãs dos Rockets!!!

V.N.E.: O que você menos gosta dessa área?

Daisy: Katy é um subúrbio familiar como muitos outros com bares e restaurantes bem familiares e a grande maioria de rede. Sinto falta de mais agito. Quase sempre temos que ir a Houston para algum restaurante mais bacana ou um barzinho mais descolado.

Percorrer as grandes distâncias para fazer qualquer coisa em Houston é outra coisa que eu não gosto. Tudo é longe pois a cidade é bastante horizontal.

Não gosto também dos alertas frequentes nos celulares para o risco de tornados, enchentes e tempestades que são as mais comuns nesta área.

Além das tragédias acabam complicando a vida pois as escolas são fechadas, quem trabalha fica sem acesso ao serviço, aconselham a permanecermos em casa, estocar água e comida para estarmos preparados para o pior.

Katy fica a oeste de Houston e moramos em uma comunidade planejada que sofre menos com os fenômenos naturais, mas estes danos em Houston afetam toda a região.

como é a vida em Katy, subúrbio de Houston, Texas

by g_jewels via flickr

 V.N.E.: O que mais te surpreendeu em Katy assim que você chegou aí?

Daisy: A quantidade de shopping grandes com os estacionamentos lotados de carro. As largas highways com algumas com mais de 20 pistas se contarmos as marginais e os complexos de viadutos espalhados, mas sempre muito bem sinalizados. Difícil se perder. Outra coisa que nos chama a atenção é como Houston é multicultural com pessoas do mundo inteiro falando várias línguas por onde passamos. Encontramos restaurantes de todos os países com um preço acessível.

V.N.E.: Como você descreveria sua a vida agora?

Daisy: Tranquila e segura. Fico muito feliz em poder oferecer para os nossos filhos esta experiência e tentamos aproveitar ao máximo todas as oportunidades em morar aqui nos EUA. Gostamos de morar no Texas pois aqui as coisas funcionam. Nos meus cursos de inglês (ESL), na escola dos meus filhos ou na vizinhança eu convivo com pessoas de diferentes culturas e estou sempre aprendendo muita coisa nova.

V.N.E.:  Quais atrações turísticas da sua área você já visitou e quais delas você ainda não visitou e por quê?

Daisy: Conhecemos as principais atrações turísticas de Houston e proximidades. Destaco a NASA!! Imperdível!! No verão, que escurece bem tarde, recomendo estender uma ida até o Kemah Boardwalk após a visita à NASA pois é perto. A região é bacana e agitada com muitos restaurantes e vista para a baía de Galveston com um parque de diversão daqueles mais tradicionais.

como é morar nos suburbios de Houston Texas EUA

Houston Museum District

A região Museum District concentra excelentes museus que também oferecem dias com entradas gratuitas. Adoro passar o dia por lá e percorrer os museus que ficam um pertinho do outro. Ali perto tem a Rice University e também o Zoo que é bacana e com muitas atrações.

Os parques são ótimos e recomendo a visita. Destaque para o Hermann Park, Memorial Park ou o Discovery Green. Este último parque nós ainda não fomos, mas está na minha lista de lugares para visitar. Ele fica em Downtown e não costumo ir muito na região pois se trata de um centro de negócios e não muito de lazer.

como é a vida nos suburbios de Houston

by remonrijper via flickr

 V.N.E.: Quando seus amigos e familiares brasileiros te visitam onde você os levam e onde você jamais os levaria ?

Daisy: A grande atração de Houston é a NASA!! Todos querem conhecer e já fomos três vezes. Em março, tem o grande rodeio de Houston, considerado o maior do mundo, que dura um mês inteiro com muitos shows de artistas famosos.
Para quem está viajando com crianças recomendo o Children’s Museum que é imperdível e considerado um dos melhores dos EUA.

San Antonio é um outro destino que todos levam em uma visita aqui em Houston. Fica a três horas de carro e uma de suas atrações é visitar os parques temáticos da região como o Six Flags e Sea World. Moody Gardens em Galveston rende um dia inteiro de passeio.

Acho o Aquarium Downtown uma furada e não recomendo o restaurante de lá. Caríssimo e com cara de restaurante de rede. Tem lugares melhores para visitar e comer.

 V.N.E.: Há um perfil “típico” de pessoas que vivem onde você mora? Seja em personalidade, idade, nível educacional, aspirações ou qualquer outra coisa que você possa ter notado ao morar aí?

Daisy: Nós moramos na região dos condomínios de Katy que é bem familiar e com muitos estrangeiros que costumam vir trabalhar em companhias de óleo e gás.

Quase todas as pessoas que eu conheço são deste setor. A maioria tem um alto nível educacional. Já Houston é uma cidade grande com maior diversidade social.

 V.N.E.: Como você compararia o custo de vida na sua cidade e na cidade brasileira na qual você vivia?

Daisy: Belo Horizonte não tem um custo de vida tão alto como Rio ou São Paulo e mesmo assim estou achando o custo de vida aqui mais barato.

V.N.E.: Como você descreveria o mercado de trabalho e imobiliário na sua região?

Daisy: Estamos passando por uma grande crise mundial do petróleo que afeta diretamente a economia de Houston que costuma ser muito boa. O mercado imobiliário em Katy é aquecido e sempre com muitas novas construções principalmente na região dos condomínios assim como os outros subúrbios.

como é a vida em Katy TX

antiga linha de trem em Katy by royluck via flickr

 V.N.E.: Você trocaria sua vida onde mora ou já pensou em se mudar para outra região ou cidade dos EUA ?

Daisy: No momento estamos satisfeitos com a nossa vida aqui em Houston e não temos a intenção de mudar para outra região do país. Moraria em outra região do Texas. O custo de vida em Houston é baixo e com excelentes escolas públicas no distrito escolar Katy ISD. O clima é agradável o ano todo. O mês de agosto é muito quente e úmido, mas o inverno não é tão rigoroso como outros estados do norte do país. As casas estão preparadas para as diferentes estações do ano.

 V.N.E.: Você já morou em outra parte/cidade dos EUA? Como você compararia ela a cidade onde você vive atualmente?

Daisy: Não. Viajamos muito e vejo muitas diferenças, mas sempre com um olhar de turista.

 V.N.E.: Você comentou ter lido a entrevista do Glauber, que mora em Houston, como sua experiência aí difere da dele?

Daisy: Gostei da entrevista do Glauber. Ele descreve exatamente o estilo de vida aqui de Houston e dos subúrbios mas tivemos algumas experiências diferentes. Na minha visão, Belo Horizonte, Curitiba e São Paulo são grandes cidades brasileiras que podem a primeiro momento lembrar Houston mas quando começamos a enumerar as semelhanças perceberemos que são poucas pois afinal elas são bem diferentes.

Belo Horizonte inclusive tem o mesmo número de habitantes que Houston e para por aí. Houston é uma cidade horizontal com concentração de prédios altos em Downtown e Uptown e nas demais regiões os prédios costumam ser mais baixos. Possui um escasso e lento sistema de transporte. Não possui um metrô eficiente. Taxi não circula pelas ruas e raramente vejo motos principalmente costurando entre os carros como acontece no Brasil. As pessoas não costumam circular pelas ruas.

O comércio fica em shoppings e pequenos malls. Raro você encontrar lojas ao longo de uma rua. O trânsito é muito organizado e não acho que os motoristas dirigem tão mal assim. A única highway mais difícil seria a 59 mas é compreensível pelo volume de carros e inúmeras saídas e alças de acesso que forçam o motorista a trocar de pistas. No geral, acho que os motoristas em Houston respeitam as regras de trânsito, não buzinam e não perdem a calma. Em Katy são bem mais educados e pacientes. Sinto mais confiança em dirigir aqui nos EUA.

Em Houston e em Katy encontramos com muitos brasileiros em lojas, supermercados, parques e restaurantes. Temos vizinhos brasileiros e um grupinho na escola das crianças. Há mais de 40000 brasileiros em Houston e arredores, difícil não trombarmos uns com os outros.

Acho o custo de vida aqui baixo e não temos o imposto estadual. O custo do aluguel, taxas de financiamento da casa, preços das casas, restaurante, gasolina, luz, gás, conta de telefone celular, supermercado, internet, eletrônicos e muitos outros costumam ser menor que a média nacional.

Acho os serviços em geral caro. Evitamos ao máximo contratar e tentamos fazer nós mesmo a limpeza, manutenção da grama e jardins e consertos da casa. O custo de vida mais barato comparado com outros estados e muitas oportunidades de emprego aliado ao clima tem atraído muita gente para Houston nos últimos anos. É uma das cidades que mais cresce nos EUA.

 Interstate 10, Katy, Texas

by kenlund via flickr

 V.N.E.: Com o que você se acostumou mais rápido durante sua adaptação nos EUA?

Daisy: Andar de carro nas grandes highways (para ir no cinema ou na aula de inglês por exemplo) que eu morria de medo no início e não desanimar de ir nos lugares por causa das grandes distâncias.

 V.N.E.: Com o que você não se acostumou nos EUA até hoje?

Daisy: O clima úmido de Houston que parece uma sauna no verão.

 V.N.E.: Você já pensou em voltar para o Brasil? Quando isso aconteceu- caso tenha acontecido – e por quê?

Daisy: Gostamos da nossa vida aqui nos EUA. Estamos com um visto de trabalho mas se pudéssemos escolher não voltaríamos para o Brasil.

como é a vida em Katy suburbio de Houston Texas

Junction of Grand Parkway and Interstate 10, Katy, Texas by kenlund via flickr

 V.N.E.: Você tem algum (ns) conselho (s) que gostaria de dar para aqueles que desejam morar na sua cidade nos EUA?

Daisy: Houston é uma cidade com uma economia forte que valoriza profissionais competitivos e inovadores. Aprenda o idioma antes de vir pois senão ficará difícil trabalhar em algo mais qualificado.

Morar perto do trabalho pois o trânsito é intenso nos horários de rush. Ser for solteiro tenta morar na região de Midtown ou Uptown pois tem mais agito e vida noturna,  mas em caso de família recomendo morar nos subúrbios onde as escolas públicas costumam ser melhores e conseguirá aproveitar os momentos em família com muito lazer.

Acaba aqui o depoimento da Daisy. Já morou ou mora nos arredores de Houston ou em outra região americana e gostaria de ser o próximo entrevistado do blog? Comente abaixo ou entre em contato direto com a Lu.

Quer saber mais? Leia os ebooks da Lu!
Gostou do post? Compartilhe com seus amigos!

Comentários

  1. Aleh

    Adorei a entrevista, em breve, se Deus quiser estarei me mudando para o Texas, eu e meu parceiro (que é americano, nascido em Corpus Christi) estamos em dúvida sobre qual cidade escolher, estamos pensando em San Antonio ou Houston, já li as duas entrevistas aqui no blog sobre ambos os lugares, mas ainda não consegui decidir, aceito sugestões hahaha
    Ansioso por novas entrevistas, adoro lê-las! 😀

  2. flavia

    Adorei a entrevista da Daisy , a maneira inteligente de falar sobre sua experiência ???

  3. Marieta

    Olá Lu,eu trabalho como dentista aqui no Rio há 9 anos e eu recebi recentemente há uns 3 anos uma proposta de ir morar em Atlanta/Geórgia ,porém não fui devido a problemas familiares,agora eu recebi uma proposta de ir morar em Providence/Rhode Island,porém muitas pessoas falam que é muito ruim lá.
    Você acha que eu devo recusar ou aceitar a oferta ?

  4. Daisy Couto Jones Anicio

    Aleh, se você for perguntar para a maioria das pessoas elas vão te falar San Antonio. A cidade é mais turística, linda e viciante mas Houston é uma cidade maior com mais oportunidades de trabalho e atividades culturais. Tem mais vôos diretos, o consulado brasileiro é aqui assim como muitos outros escritórios. Comum muitos terem que vir a Houston morando em muitas cidades grandes como Dallas para resolverem assuntos. Os museus são realmente muito bons. As escolas públicas são melhores. Tem mais universidades e colleges. Cursos de especialização e outros cursos preparatórios. Times com estádio, ginásio ou campo para todos os esportes. Espero ter ajudado mas é uma decisão muito pessoal. Abraços. Daisy

  5. Post
    Author
    Lu

    Olá Marieta, há tantas pessoas que dariam um braço e uma perna para estar no seu lugar… se usarmos essa perspectiva, diria para você vir para cá. Afinal, é uma experiência de vida incrível. Não conheço Rhode Island portanto além do frio, que é a primeira coisa que me vem à cabeça rsrs e ter que aprender a lidar com isso – alguns se acostumam outros nem tanto, não há muito que eu possa acrescentar nesse sentido. Minha sugestão é que se você sempre sonhou em viver aqui, mesmo que temporariamente, venha. Uma coisa é certa: Somente você tem a resposta certa para seu dilema 😉

  6. Aleh

    Obrigado pelas dicas Daisy, mas uma vez digo que adorei a entrevista!!! Realmente muitos me falam sobre San Antonio, e muitos outros também me falam sobre Houston, é uma escolha difícil, pois já pesquisei muito sobre ambas e parecem ser maravilhosas, acho que o jeito vai ser visitar as duas pra tentar conhecer pessoalmente já que nunca fui em nenhuma delas hahaha deseje-me sorte. ?

  7. Pingback: 1 ano e meio morando no Texas!!! | Alô Houston!!!

  8. Regina

    Amei a entrevista e também amo Houston. Em maio estou indo para a OTC. Abraço

  9. Natália

    Olá Dayse! Adorei sua entrevista, e sempre que posso acompanho sua experiências. Já li diversos depoimentos, mas nenhum fala em questão de insetos rsrs. Se que pode ser insignificante para muita gente, mas tenho pavor de baratas!!! Vc poderia me descrever se há muitas na região??

  10. Costa

    Boa tarde. Uma tia mora em Katy e eu tenho ido para lá a passeio nos últimos cinco anos. É uma cidade tranquila e agradável. Como é bom poder realizar atividades simples e prazerosas, como alugar um ótimo carro e sair passeando com a família, sem ter que encarar os problemas típicos que encontramos aqui no Brasil como a violência, a falta de respeito das pessoas, a desobediência no trânsito, a mania de querer levar vantagem sobre o próximo, etc. Pois acreditem, começo a juntar dinheiro desde o início de cada ano para passar alguns dias de dezembro lá em Katy com a minha e tia e demais familiares. Vale a pena. Outra coisa a mencionar é que você pode ir em supermercados imensos e apreciar a variedade de produtos de ótima qualidade, inclusive alimentosorgânicos. Isso sem falar na educação dos motoristas, que sempre dão a vez a quem chega primeiro nos cruzamentos. Enfim, visitar Katy e arredores é uma relaxante programação.

  11. Post
    Author
  12. Luís F. Lisboa

    Conheço bem Katy porque tenho parentes brasileiros morando lá há mais de vinte anos. Com exceção do calor severo no verão e do desprezo que os órgãos governamentais tratam o transporte público, trata-se de uma cidade tranquila, bem localizada, em franca expansão e tudo o que você quiser pode encontrar lá. Em Katy, você pode morar com tranquilidade em qualquer bairro, sendo que os belíssimos condomínios fechados, uma novidade nos últimos anos, usualmente disponibilizados com até cinco modelos de lindas e espaçosas casas, apesar de não terem necessariamente porteiros ou muros altos, são tranquilíssimos (até demais! rsrsrs). Muito embora a população mal alcance 15 mil habitantes, não é como no Brasil, pois a estrutura urbana é como se fosse para mais de 200 mil habitantes. Em Katy, você desfruta de bons parques, restaurantes, escolas públicas, shoppings, igrejas, cinemas, clínicas, vias de acesso largas e supermercados que vendem uma enorme variedade de produtos, inclusive orgânicos, e até aipim (mandioca) para matar a saudade do Brasil. Se achar pouco tudo isso, é só dar um “saltinho” em Houston que, conforme já foi mencionado, é a quarta maior cidade americana e lá é que não vai faltar nada mesmo.

  13. Post
    Author

Faça parte da conversa: