Curiosidades, Para imigrantes

Que Outros Idiomas São Falados Nos EUA?

 

A resposta a essa pergunta é não necessariamente. Embora americanos não costumem aprender outros idiomas, claro que há exceções, há muitos estrangeiros naturalizados e residentes permanentes dentro dos EUA que falam duas ou mais línguas.

Há também os americanos de primeira geração, eles na maioria dos casos são bilíngues, embora alguns só falem inglês mas entendam o idioma dos pais (ou pai/mãe) nascidos no exterior. Isso dependerá do que o casal muticultural decidiu em relação aos idiomas que os filhos devem aprender em casa e fora de casa.

Em certas áreas dos EUA é também comum ver muita gente falando espanhol e em outras até francês, creole e outros idiomas.

Na Califórnia, Texas, Nevada e Flórida muitos falam espanhol, isso se deve à história local, uma boa parte dos hispânicos nessas áreas são descendentes dos espanhóis que chegaram nos EUA antes dos americanos a colonizarem, quando a região ainda pertencia à coroa espanhola.

A cidade mais antiga da Flórida, por exemplo, St. Augustine foi colonizada em 1565 por espanhóis. Claro que recentemente houve um grande fluxo e  influência de imigrantes mexicanos e de outros países da América Latina, o que contribuiu para o espanhol fazer parte do dia a dia nessas áreas (muitos produtos e serviços vendidos nos EUA são anunciados em inglês, espanhol e em francês ou creole e mandarim/cantonês).

Em Vermont e Maine (ambos estados primeiramente colonizados por franceses isso sem contar a proximidade com a região de língua francesa do Canadá) muitos falam francês, pode-se dizer o mesmo sobre a Luisiana. Ainda na Flórida fala-se creole (devido ao grande número de imigrantes recentes do Haiti)  em Mass. e New Jersey fala-se espanhol e/ou português (em Massachusetts há uma grande comunidade portuguesa e brasileira – essa inclusive é uma das áreas com maior número de brasileiros e descendentes de brazucas nos EUA).

O mapa abaixo mostra a colonização das América do Norte antes dos americanos comprarem e tomarem os territórios que hoje fazem parte dos EUA mas que pertenciam à França (em azul) e Espanha (em bege)  e como isso influenciou nas áreas onde outros idiomas além do inglês são falados e/ou fazem parte dos nomes de locais.

línguas faladas nos EUA alem do inglês

“Nouvelle-France map-en” by Pinpin via Wikimedia Commons

 

No Midwest americano, há certa influência escandinava, eslava e alemã e não é incomum ouvir que alguém fala um pouco de idiomas relacionados, moro no Sul da Flórida e há uma cidade na minha área com influência escandinava.

Na Califórnia, devido influência de imigrantes de origem asiática, fala-se mandarim, cantonês, tagalog, línguas indianas e etc. Em NYC e em outras cidades grandes americanas , pode-se ouvir muitos idiomas pelas ruas, geralmente os dos turistas (em sua maioria japoneses, alemães, holandeses) e as mil línguas dos residentes da metrópole.

Enfim, são tantos os primeiros colonizadores além dos britânicos e os imigrantes recentes de todas partes do globo que fazem com que nos Estados Unidos outras línguas além do inglês sejam faladas. Mas isso não quer dizer que você deva deixar de aprender ou melhorar seu inglês antes de vir para cá, muito pelo contrário, inglês ainda é a língua de facto dos EUA e necessária para quem quer viver aqui. Saber duas ou mais então, é uma vantagem para seu currículo.

Se você quiser saber mais sobre o assunto pode ler o post sobre as línguas faladas nos Estados Unidos além do inglês.

Mora nos EUA? Fala dois ou mais idiomas ou tem amigos americanos e estrangeiros que falam outras línguas? Comente abaixo.

Quer dicas de inglês? Leia os ebooks da Lu!

Gostou do post? Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *