Para imigrantes

A Vida Em Providence Village No Texas

Hoje entrevisto a Amanda. Ela está há poucos meses numa cidadezinha do Texas chamada Providence Village. Ela nos conta a seguir o que ela notou por lá:

V.N.E.: Em qual cidade americana você mora e há quanto tempo você está aqui?

Amanda: Estou morando em Providence Village no TX cerca de 3 meses.

V.N.E.: Qual foi a primeira coisa que você notou ao chegar nos
Estados Unidos?

Amanda: Não tem radar de velocidade como temos aos montes em SP. Aqui você vê carro de policia verificando a velocidade e infrações de trânsito.

V.N.E.: Qual a maior dificuldade que você enfrentou ou enfrenta no
país até agora no quesito adaptação?

Amanda: Eu sempre morei em SP e aqui é uma cidade pequena e pacata, não tem ônibus ou metrô. Se você precisa ir em algum lugar, precisa de um carro. Esse é o ponto que eu mais estranhei, usar o carro para tudo, mas tem seu lado bom: dirigir aqui é muito mais tranquilo que em SP.

 

V.N.E.: Tem algo que você detestou aqui e que você acha que não se
acostumará?

Amanda: Não existe nada aqui que eu tenha destestado.

V.N.E.: O que você mais gostou nos Estados Unidos até agora e com o que foi mais fácil se acostumar?

Amanda: Tranquilidade e segurança. Aqui não é a loucura que é em SP , estresse o tempo todo medo de qualquer hora você pode ser assaltado. Aqui é tudo tranquilo e sempre vejo carro de policia nas ruas.

V.N.E.: Qual a impressão que você teve do povo americano? Era
o que você esperava que seria ou diferente?

Amanda: Eu sempre tive a impressão que americano é grosso e trata todo mundo que não é americano muito mal. Mas pelo menos aqui no TX todos são bem educados e como existe uma grande concentração de mexicanos, acredito que já estão acostumados com quem não é americano.

V.N.E.: Qual seu nível de domínio da língua inglesa? Foi fácil se
adaptar nesse sentido ou não?  Que dicas você daria para quem está aqui com o mesmo nível que você em relação ao idioma?

Amanda: Tenho inglês avançado mas mesmo assim encontrei algumas dificuldades. Tem pessoass que falam muito rápido e com sotaque carregado. Existem também expressões que são usadas que traduzindo para o portugues não tem sentido.

Mas eu nunca tive medo de perguntar, então toda vez que não entendo eu sempre peço para repetir ou explicar o que significa. Então a dica que eu dou é não tenha medo de perguntar.

V.N.E.: Você já passou por alguma situação engraçada ou curiosa no seu tempo aqui?

Amanda: Situação curiosa é que agora estamos na época de tornados e tempestades. Eu nunca pensei que um dia fosse ficar sobre alerta de tonado e tempestades na minha vida. Ter que procurar por abrigo caso esteja na rota de tornado.

V.N.E.: Você pretende morar aqui indefinitivamente ou sua situação é
temporária?

Amanda: Minha situação é temporária, como estou em férias prolongadas passando tempo com amigos americanos e aproveitando para conhecer a cultura. Estou com o visto de turismo e esse visto permite que você fique no país no período de até 6 meses. Tenho data marcada de volta para o Brasil.

 

V.N.E.: Seus familiares e amigos no Brasil apoiaram sua visita para cá ou criticaram sua idéia?

Amanda: Como tenho amigos que fizeram intrercâmbio e outros passaram férias, foi tudo muito tranquilo.

V.N.E.: Que conselho você daria para quem quer morar nos EUA?

Amanda: Venha com a mente aberta e disposto a aprender. Não fique comparando com o Brasil, pois aqui tudo é muito diferente e se você começa a comparar vai acabar se frustrando. Todo pais tem seu lado bom e ruim.

 

Acaba aqui a entrevista com a Amanda. Agradeço a ela pelas dicas e cortesia de imagens. Você já morou na mesma cidade ou quem sabe região? Gostaria de falar mais sobre o assunto? Deixe seu comentário abaixo.

Quer saber da vida em outras cidades texanas? Dê uma olhada nos links abaixo:

 

quero morar nos eua também!

Gostou do post? Compartilhe!

1 comentário on “A Vida Em Providence Village No Texas

  1. Ótimo post, Lu! Simplesmente adoro!!! Lu, tenta entrevistar alguém do Oregon ou Washington, que eu me lembre não vi algo sobre esses estados bem interessantes! Abraços e continue sempre nesse progresso, muito sucesso!

Faça parte da conversa: