Como É A Vida Em Los Angeles?

como é morar em Los Angeles
por mrjincks via flickr

Já bati um papo com brasileiros que residem de Nova Iorque à Luisiana. Hoje conversarei com a Angélica Magalhães, que vive com seu marido brasileiro em Los Angeles, na Califórnia.

Vamos ver o que ela tem para nos contar sobre sua adaptação, como foi morar nessa cidade e dicas de viagem e imigração que ela tem para os interessados.

Los Angeles no mapa da Califórnia.

 

Viver Nos EUA: Em que cidade e estado americano você mora? Há quanto tempo você vive nos Estados Unidos e onde no Brasil você morava antes de vir para cá? 

Angélica Magalhães.: Eu e meu companheiro somos Mineiros e morávamos na grande Belo Horizonte. Ele foi transferido para trabalhar nos EUA, então adiantamos um pouco o nosso casamento e nos mudamos recentemente para El Segundo, South Bay de Los Angeles na Califórnia, desde setembro de 2014.

Ele havia recebido outras propostas de trabalho nos EUA, como em Boston, mas optamos pela oferta de Los Angeles principalmente por causa do clima estável que a cidade oferece.

Não estava nos meus planos sequer fazer turismo nos EUA, mas durante o namoro, ele morou alguns meses em hotel e ia esporadicamente para Los Angeles.

Foi onde conheci a Califórnia, de San Francisco a Los Angeles pela costa do Pacífico e me apaixonei de imediato. Depois conheci Nova York, que apresenta a temperatura mais próxima de Boston. Entre as duas grandes cidades rivais, eu gostei mais de Los Angeles, até mesmo porque mineiro adora uma praia e a agitação de NY me assusta para morar.

 V.N.E.:    Como foi sua adaptação, tendo em mente as diferenças entre Belo Horizonte e sua vida em L.A.?

A.M.: Morar é muito diferente de quando você faz turismo em uma cidade. Ser residente requer muito mais. Minha adaptação está sendo muito positiva apesar da dificuldade com a língua, então iniciei em uma escola de inglês para imigrante e essa experiência foi muito boa também para fazer novas amizades.

Iniciar uma vida de casada já é muita novidade, ainda mais em um lugar onde você desconhece quase tudo. Construir uma vida para quem é legalizado no país já é difícil, não gosto nem de imaginar para quem é ilegal.

Você inicia com a pontuação de crédito 0 (sistema Americano), justo quando precisa alugar casa (comprar é muito caro), comprar carro (transporte público em L.A é quase inexistente), mobiliar a casa, garantir serviço de gás, telecomunicação e a saúde ainda é muito cara… ou seja, é tudo no cash inicialmente.

Ainda terá que reaprender quase tudo aquilo que você achava que sabia: Falar, andar na sua cidade, dirigir com novas regras e tirar carteira novamente... Tem que ter muita disposição, não é só a fantasia de que morar aqui será tudo melhor e que o inglês se “pega no ar”.

No início eu ia para o supermercado “estudar” o que era o que? E o Google era meu melhor amigo para tudo, como lavar roupa? Como limpar a casa americana?… Mas mesmo assim, acho uma experiência muito válida.

V.N.E.:    O que você gosta em L.A?

A.M.: O Clima é o orgulho dos Californianos, mas pra mim é só um dos pontos que adoro em L.A. No inverno, que é quase inexistente, você pode ir à praia pela manhã e há duas horas daqui ir na neve nas montanhas.

Sem dúvidas a segurança de onde escolhi morar, não é em toda L.A, é algo do que mais me orgulho. Por exemplo, a encomenda chega na porta da sua casa e fica até quando você ver, as casas não tem muro, a garagem é aberta e fica muitos pertences do lado de fora… além de tudo ser muito bem cuidado e existir vários parques.

 

V.N.E.:    O que você menos gosta dessa área?

A.M.: O transporte público é um ponto negativo. Principalmente na região de South Bay, ônibus é muito raro e se gasta muito tempo para um trajeto utilizando eles. Metrô também é insuficiente. Californianos tem pelo menos um carro por pessoa, com isso o tráfego é intenso e tem congestionamento a qualquer hora.

V.N.E.:   O que mais te surpreendeu em Los Angeles e na Califórnia assim que você chegou aí?

A.M.: Apesar do fluxo de carro, existem muitas estradas com várias faixas, são largas e bem sinalizadas. As regras são inúmeras e também inflexíveis, o que faz ter conseqüência qualquer ato ilegal, ainda mais quando não é um cidadão americano.

A funcionalidade das coisa é algo de chocar qualquer um. Você próprio passa suas compras, abastece o carro, ao realizar depósito o caixa já conta as notas, existe máquinas para alugar filmes, abastecer galão de água…

Tudo funciona sem ninguém querer burlar o sistema.O poder de compra e troca também é surpreendente. Além dos preços serem mais justos, você pode devolver a mercadoria com muita facilidade. Comprei uma bicicleta e utilizei ela por quase 3 meses, não fiquei satisfeita e recebi meu dinheiro de volta com muita facilidade.

 

V.N.E.:    Como você descreveria sua a vida em Los Angeles até agora?

A.M.: Eu estou gostando mais do que o esperado de viver em Los Angeles. Já me adaptei a muita coisa da rotina dos americanos e confesso que não sei viver mais sem algumas delas, antes irrelevantes para mim. Colecionei muitas histórias, engraçadas ou não, e aprendizados convivendo com pessoas de várias etnias (vizinhos, amigos…).

 

V.N.E.:    Quais atrações turísticas da sua área você já visitou e quais delas você ainda não visitou e por que?

A.M.: Bem antes de morar, passei em Los Angeles como turista e tive apenas um dia e uma noite para conhecer. Estava com quem conhecia bem a cidade e consegui ir em Manhattan Beach de noite e de dia (um dos meus prediletos), Pier de Santa Mônica, Venice Beach, passei sonolenta por Beverly Hills depois de tentar ir no letreiro de Hollywood.

Hoje, como moradora, gosto mais da área de South Bay que é menos turística, como por exemplo Palos Verdes. Já fui em San Diego algumas vezes, Las Vegas, Grand Canyon, Big Bear, alguns parques de diversão, feiras e irei esses dias à Santa Mônica.

Devido ao pouco tempo que resido em L.A e por gastar muito tempo nesta fase para providenciar tudo para se viver aqui, conheci mais esta região, mas amo viajar e já pesquisei todos os principais lugares turísticos para se conhecer na Califórnia, em alguns outros estados e países próximos também. São tantas atrações que leva muito tempo para conhecer um pouco de tudo.

V.N.E.: Quando seus amigos e familiares brasileiros te visitam onde você os levam e onde você jamais os levaria e porque?

A.M.: Começamos a receber visitas, temos algumas já programadas e familiares e amigos estão providenciando tudo para vir. Para agradar as visitas, primeiro procuro saber o que eles tem como prioridade conhecer e claro, vou dando sugestões do roteiro.

Acho imperdível apresentar a área onde moro, menos turística e mais natureza, pois adoramos. E acho que, assim como eu desejei como turista mesmo sendo orientada a não perder tempo de ir, devem checar a calçada da fama e Hollywood em si, mas a expectativa é sempre maior do que a realidade.

Acho que como turista tem pouco tempo, não vale gastar ele todo em lojas/outlet e perder o que a cidade oferece de gastronomia e lazer como um todo. Comprar faz parte para os brasileiros que vem, mas deve ser apenas uma parte.

por cupcakevigilante via flickr

 

V.N.E.: Como é seu fim de semana típico e o lazer na  sua cidade em geral?

A.M.: Aos finais de semana amo sair de casa de bicicleta com o meu esposo. Já era um sonho e Los Angeles tem a maior ciclovia a beira mar do mundo, são cerca de 35km ligando as praias.

Mesmo com toda a correria, combinamos nunca deixar de ser turistas na cidade, todo final de semana conhecendo algum destino diferente.

Também tenho como lazer sair com os novos amigos, fazer trilhas, frequentar os bares/pubs nas praias de Manhattan Beach, Hermosa Beach e próximos da minha residência.

 

 V.N.E.: O que mais te surpreendeu a respeito dos americanos na cidade onde você vive? Isso estava de acordo com suas expectativas deles?

A.M.: Não estava. No Brasil, somos ensinados na escola a “não gostar” dos EUA… e com isso temos uma visão muito negativa dos americanos. Como o povo de qualquer nação, eles tem os seus pontos positivos e a serem melhorados. Na Califórnia senti que as pessoas são mais amigáveis do que em Nova York.

Como americano é muito prático e não gosta de perder tempo, acredito que sobra mais tempo para fortalecer laços, vejo que eles sempre estão de turmas de amigos, com família.

Achei eles super “boleiros” e é até de estranhar, toda hora um estranho elogia sua roupa, pergunta onde comprou… são muito agradáveis. Tive amigos americanos que também me ajudou muito quando cheguei aqui. Os atendimentos nos restaurantes são muito personalizados, nada formal.

 

V.N.E.: Você trocaria sua vida em L.A. ou já pensou em se mudar para outra região ou cidade americana ? 

A.M.: Mudar para outra cidade na Califórnia, principalmente que tenha praia e pouco trânsito é um desejo futuro. Assim como outros países também, por exemplo a Austrália…

Mas pensamos constantemente na oportunidade que perdemos/escolhemos de viver em Boston, principalmente pelos salários oferecidos nestas regiões serem maiores. Ainda assim, opto pela qualidade de vida em não ficar presa em casa por causa da neve.

 

V.N.E.: Com o que você se acostumou mais rápido nos Estados Unidos?

A.M.: Com o que é bom a gente sempre acostuma. A alimentação é algo em que meus conhecidos sempre se queixam daqui e eu adoro. Consigo fazer praticamente todos os pratos típicos do Brasil na minha casa e ainda encontro comida do mundo inteiro aqui. Todo restaurante oferece saladas, sopas e claro tem muito Fast Food, mas é uma questão de escolha de hábito.

 

V.N.E.: Com o que você não se acostumou nos EUA ainda?

A.M.: Também em relação a alimentação, vigiar o peso aqui para não engordar tem sido um sofrimento. É muita tentação por pouco preço. “Respirar engorda!”

Escutar rádio e assistir TV somente em inglês é algo que busco para poder me acostumar melhor com a linguagem, que ainda é desafio para mim. E falar com os parentes e amigos somente virtualmente.

 

V.N.E.: Você já pensou em voltar para o Brasil? Quando isso aconteceu e por quê?

A.M.: Antes de conhecer aqui eu já até briguei que nunca moraria nos EUA por causa da escolha da minha profissão… Hoje estou começando do zero e penso que, o tempo que pretendíamos ficar aqui, hoje eu acho que é pouco. Mas, o que pesa é a falta que a família sente da gente e nós também sentimos muito, até culpa, por ver o tempo passar para todos e não estarmos próximos fisicamente.

A convivência com os amigos brasileiros, de sair e bater papo também é insubstituível. Por enquanto visitá-los está resolvendo um pouco.Quando penso na segurança pública que temos aqui e na qualidade de vida até para se criar uma criança, é que penso em não voltar mais, pois isso é a única coisa que infelizmente não consigo no meu país.

como e viver em Los Angeles
ryanhallock

V.N.E.: Você tem algum conselho que gostaria de dar para aqueles que desejam morar em Los Angeles ou simplesmente nos EUA?

A.M.: É muito importante programar tudo, principalmente para quem tem crianças, pois onde morar influência na educação delas. Além de levar em conta o que já relatei na entrevista, é importante estar bem preparado com a língua americana, pesquisar muito sobre a cultura deles, o que este site me ajudou muito.

O custo de vida com moradia, transporte e saúde em Los Angeles são altos, é importante que já tenha um trabalho em vista, pois tenho presenciado que não é tão simples como se fala no Brasil. E o principal é andar legal, obedecer as regras do país onde se vive e respeitar as pessoas que vivem nele.

 

Termina aqui a entrevista com a Angélica. Agredeço a ela pelas dicas e participação. Se você quiser comparar a vida em Los Angeles com a vida em outras cidades da Califórnia, veja essas outras entrevistas: Como é a vida em San Diego pela Fernanda Arrington e Como é a vida em San Francisco pela Karen Simberg.

Você também mora em Los Angeles ou já morou ou talvez visitou a área? Gostaria de falar sobre o assunto? Então deixe seu comentário abaixo.

Quer saber mais sobre os EUA? Veja os ebooks da Lu!

Gostou do Post? Compartilhe!

 

More about Lu

Seja bem vindo à perspectiva de uma brasileira sobre a vida e cultura dos Estados Unidos. A Brazilian take on the American Way of Life.

Comments

  1. Só fui conhecer o site agora, uma pena. mas estou adorando. Esse post me caiu como uma luva, pois trabalho para uma empresa de LA que tem um pequeno escritório aqui no BR, e agora em Abril 1 eles vão dar entrada no processo de obtenção do Visto H1B, dando tudo certo vou c a esposa e filha para LA. O mais legal do post é q a empresa fica El Segundo (antes ficava em Long Beach) e já fui 2x para trab aí por um perído pequeno (2 semanas cada vez q fui). A região de El Segundo/Manhattan Beach é fantástica.
    Espero poder contribuir com esse post muito em breve.

    obs: vocês poderiam passar o meu contato para a Angélica por favor e explicar q tem uma família que deve se mudar p LA muito em breve e q vai trab em El Segundo e se ela pode entrar em contato para conversar sobre as dificuldades iniciais ? Claso se vcs/ela não se importarem.

    Até +

  2. Olá Cadu,

    Já passei seu email para a Angélica. Sucesso pra você!

  3. Obrigado Lu, já até conversei com a Angélica. Ela é super atenciosa e espero poder conhecer ela e o marido dela pessoalmente quando for para os US trabalhar.

  4. De nada, Cadu. Sucesso para você!

  5. Legal você ter mencionado sobre o preconceito que o Brasileiros “aprende” a ter contra os Americanos. Minha família demorou anos para me visitar nos anos que morei no estado de Washington porque achavam que não íam gostar de lá. Adoraram e começaram a ir de 6 em 6 meses! Agora que estou no Brasil,me pedem para voltar para que possam ir me visitar novamente!

  6. Muito bom! Depois que me formar pretendo morar em Los Angeles ou alguma cidade da Califórnia. Site excelente, parabéns!

  7. Olá Gabriel,

    Obrigada pela participação. Em breve publicarei sobre o custo de vida em diversas cidades da Califórnia e há mais entrevistas pelo blog desse estado já publicadas. Sucesso!

  8. Meu filho esta estudando em Long Beach.Ele esta gostando muito.

  9. Que bom Maria. Sucesso para ele!

  10. Oi Lu! Estou indo em setembro para Los Angeles assistir o show do Foo Fighters, vai ser no The Forum, e queria umas dicas de lá, se vou de carro mesmo, se precisa chegar com muita antecedencia para estacionar, ou se é melhor outra forma… será que a Angélica poderia me ajudar??

  11. Site excelente,estou a proucura de informaçoes pois pretendo ir em Janeiro para Los Angeles para estuda Artes Cenicas na New York Film. Será que pode passar meu Email para a angelica,gostaria de conversa com ela sobre lugares mais indicados para alunosss residir custos mensais… é
    Agradeço desde já..

  12. Olá Thayane. Passei seu email pra ela. Fica a critério dela te contatar, beleza? Quanto a custos te recomendo esses sites: City-data.come Walkscore.com Los Angeles apartamentos alugar Até mais e sucesso!

  13. Suzane meus pais tiraram o visto e já compraram a passagem, mas estão encarando isso como uma obrigação porque eu moro aqui. Queriam conhecer outros lugares, nunca pensaram ter que ir aos EUA, passar por isso, não saber se comunicar… argumentam. Imagino que também irão pagar língua e adorar. Tomara que também queiram voltar muito. As pessoas não tem muito idéia de como é aqui né, acho que só podem falar que não gostam de algo quando conhecem.

  14. Falou tudo, Angélica 😀

  15. Adoraria ir no Staples Center ver meus Lakers jogarem mesmo não estando numa boa fase! Ainda quero morar em LA.

  16. Corra atrás dos seus sonhos, André. Sucesso!

  17. Muito boa a matéria; estou buscando informações pois em 2016 eu e meu marido iremos nos mudar para LA (Santa Monica) pois ele foi contratado por uma empresa de lá e estou ansiosa e nervosa com essa mudança.
    Alguém tem alguma informação sobre quanto custa alugar uma casa ou ap perto da praia em Santa Monica?
    Gostaria de saber também se tem alguma universidade na cidade pois gostaria de tentar alguma forma de validar meu diploma de fisioterapeuta.
    Grata
    Agnes

  18. Olá Agnes. Obrigada pelo comentário, alguns posts para voce encontrar o que busca:

    Quanto casas custam nos EUA para compra, aluguel e venda?
    Sites de validacao de diplomas – fisioterapia incluida

    Boa viagem e sucesso!

  19. Oi!! Adorei o site! Muito bem feito, parabéns, vocês falaram da segurança que tem em L.A gente, tá precisando mesmo rs, eu e minha amiga adorariamos morar em L.A, mas seria só depois de terminar a faculdade, faltam 4 anos ainda. E eu fico planejando as coisas sabe? Pensandockmo seria se eu fosse pra morar, e não pra intercambio mesmo.
    Começar uma vida em L.A seria adorável.
    Pode me passar seu contado?ou vc refere que eu passe o meu? Temos várias dúvidas sobre tudo, basicamente hahahaha!

  20. Muito boa essa matéria, esclareceu algumas das minhas dúvidas. em breve vou estar indo morar em Santa Monica e estou muito ansiosa,espero que ocorra tudo certo. Se puder me passar o meu contato para Angelica eu ficaria agradecida, gostaria de tirar algumas dúvidas com ela sobre a cidade e moradia.

  21. Olá Tatiane, vou passar para ela. Volte sempre!

  22. Oi! Gostaria de saber como já ir com um emprego em vista, como a angelica mencionou!

  23. Olá Priscilla, para isso você precisa ser contratada por uma empresa americana ainda estando no Brasil, eles abrem o processo do visto de trabalho para voce e voce vem com a vaga garantida. Para conseguir voce tem que aplicar para vagas de empregos em sites americanos e buscar por empresas americanas que deem o visto h1b e para os quais voce tenhas a qualificacoes profissionais. Se voce tiver o que eles buscam a probabilidade de obter um visto de trabalho é alta.

    Sites de busca de empregos e um site que mostra empresas que patrocinam o visto h1b

    Voce tambem pode fazer como o marido da Angélica fez, ele trabalhava numa multinacional no Brasil e foi transferido para cá. o Flyner contou para nós como isso funciona nessa entrevista.

    Outra opcao seria um dos vistos de investidor: voce pode se informar sobre esse processo e outros nesses videos de avogados de imigracao caso outro tipo de processo para morar aqui seja uma opcao melhor no seu caso.

    Sucesso!

  24. Adorei esse post, acabei de conhecer esse site ta me ajudando muito, estou pretendendo fazer intercambio para os Estados Unidos na Califórnia Los-Angeles, pois quero trabalhar na televisão e tal e vi que Los Angeles não é bem o que eu pensava, por conta dos custos elevado e por não ter muito transporte publico. Mas eu ainda tenho muita vontade de ir, 80% de certeza que vou fazer intercambio em Los Angeles. Los Angeles é onde acontece tudo né? rs Mas queria um lugar Frio e Quente ao mesmo tempo sabe?

  25. Tem como passar meu email para a Angelica? quero tirar algumas duvidas com ela por favooorrr!!

  26. Adorei, estou me programando para ir também. Los Angeles é um sonho!

  27. Oii Cadu. Você poderia passar meu email para a Angélica? Preciso muito convrsar sobre LA! Grata.

Leave a Reply

Faça parte da conversa: