A Vida Em San Francisco E Utah

a vida em San Francisco
por pedrojota1980 via flickr

Já falamos sobre a Califórnia na entrevista sobre a vida em San Diego e hoje dando continuação a nossa série de entrevistas com brasileiros que moram nos EUA, falaremos sobre a vida nesse estado porém em outra cidade também conhecida por muitos brasileiros: San Francisco.

Que é onde nossa entrevistada, a Karen Simberg,  mora atualmente embora ela já tenha residido na Flórida, depois em Utah e mais tarde tenha se mudado para San Fran.

Portanto ela tem uma idéia das diferenças de vida nessas regiões, cidades e por isso vamos bater um papo com ela. Segue a entrevista com a Karen abaixo:

Viver Nos EUA: Em que cidade e estado americano você mora? Há quanto  tempo você vive nos Estados Unidos e em que parte do Brasil você morava  antes de vir para cá?

Karen Simberg: Estou morando há três meses em San Francisco, Califórnia, mas morei por dois anos e meio em Orem/Provo, Utah.

Sou de São Paulo, Capital e já pensava em viver nos EUA desde 1999, quando conheci a Flórida, morei lá por três meses em função do trabalho do meu marido.

Meu marido é da área de TI e eu sou professora e temos uma filha de quatorze anos, na época que viemos pra cá ela tinha onze.  A segurança era um problema muito grande em São Paulo, sofremos um sequestro relâmpago, carro roubado  e algumas tentativas de assalto, isso foi o que mais impulsionou a nossa saída do Brasil.

Viemos pra cá para estudar, fizemos cursos de inglês e meu marido fez mais uma graduação. Como tenho tios em Utah e como o custo de vida por lá é baixo, foi por lá que optamos começar.

V.N.E.: Como foi sua adaptação, tendo em mente as diferenças São Paulo e sua vida aqui?

K.S : Bem, foi diferente no princípio, pois fomos morar em uma cidade rural, universitária e religiosa e muito próximo da universidade mais famosa dos mórmons (em Utah) , pra nós que somos de uma metrópole enlouquecida foi como sair do barulho e ir pra calmaria.

Nós  não somos da religião dos mórmons e isso foi um obstáculo no quesito sociabilização, pois a grande maioria das pessoas que vivem na região do Vale do Utah são religiosos, porém a família e a universidade,  de certa forma, ajudaram nessa questão.

Outro aspecto foi com relação a vida cotidiana, em Utah o verão chega a fazer 40° C e no inverno chega a fazer -25° C de um clima muitíssimo seco, então tudo que você faz tem que ser pensado.

A maior diferença entre São Paulo e Utah é com relação a segurança, quase todas as casas não tem portão e a maioria das pessoas não trancam a porta durante o dia!

San Francisco por outro lado é muito parecido com São Paulo, as pessoas etão sempre com pressa, coisa que não vi em Utah, todos usam transporte coletivo e é muito comum as pessoas usarem bicicleta, skate ou patinete pra ir ao trabalho e escola.

Ninguém se acha velho pra usar um visual mais moderno ou irreverente. O preconceito no ambiente de trabalho é quase inexistente e o que importa mesmo é o conhecimento que o profissional tem e não de onde ele vem, diferente do Utah.

 V.N.E.: O que você mais curte em San Francisco?

K.S:  Eu gosto muito da diversidade daqui da região de Bay area, tem muitos imigrantes, de todo lugar do mundo, gays e negros e todo mundo vive em paz, é claro que tem as suas exceções, mas é aberto e não é velado.

Gosto demais de ter muitas opções de restaurantes sem ser de redes, aqui em Bay area tem muitos locais familiares de comidas do mundo todo, já experimentei comida vietnamita, chinesa, grega e etc..

V.N.E.: O que você menos gosta dessa área?

K.S:  Insegurança e o trânsito, embora seja muito menos que em São Paulo. Não gosto também, de como aqui é tudo mais caro em relação ao resto dos EUA, um aluguel aqui chega ser quatro vezes mais caro que em Utah ou Flórida.

V.N.E.:O que mais te surpreendeu nessa cidade/estado assim que você  chegou aí?

K.S:  No Utah foi a segurança, limpeza e a gentileza das pessoas em locais públicos.

Aqui em San Francisco foi o clima úmido que me encantou, diferente do Utah onde o clima é tão seco que a pele até racha.  Outro ponto que me surpreendeu foi a quantidade de pessoas de origem asiática, filipinos, chineses, coreanos, indianos e etc.. No Utah imigrantes são em sua maioria de origem latina..

V.N.E.: Como você descreveria sua a vida nessa cidade ?

K.S: Aqui em San Francisco a minha vida eu descrevo em algumas palavras: corrida, cara, aprendizagem, consolidação e reconhecimento.

V.N.E.: Quais atrações turísticas de Utah e da Califórnia  você já visitou e  quais delas você ainda não visitou e por que?

K.S: Em Utah eu visitei a maior parte das atrações turísticas, esquiei em uma estação de esqui e conheci outras, conheci a cidade que recebe o festival de cinema de Sundance, Park City.

Conheci muito da religiosidade mórmon, visitei o Temple Square, assisti ao coro do tabernáculo mórmon, foi incrível! Não conheci os arcos de Moab, que é o cartão postal do Utah, não deu pra visitar, mas está nos planos pra uma temporada de passeio por lá.

Mas conheci o Zions park, que é de uma beleza de tirar o fôlego, fora isso conheci alguns parques da região do Vale do Utah e digo que vale muito a visita! Fui, por conta própria em lugares que foram as locações do filme Footloose (1984),  como o tema principal do filme  é religião então o local foi um excelente pano de fundo.

como é morar em Utah EUA
por jadehannahrae via flickr

Aqui em San francisco, visitei Stanford e  Berkeley, ambas universidades são lindas e o clima universitário é contagiante, ver as pessoas estudando foi uma delícia.

Chinatown com várias lojas com produtos bem peculiares, comida de toda a Ásia. Os piers com a vista para Alcatraz. Ainda não visitei a ilha de Alcatraz  que tem que ser programada com antecedência de pelo menos duas semanas, senão esquece que é muito concorrido.

Fui à Pacifica, praia diferente do que nós brasileiros estamos acostumados sem banho de mar, pois a água é congelante. Ainda tem muito pra ver em San Francisco, estamos com muitos planos.

V.N.E.:Quando seus amigos e familiares brasileiros te visitam onde você os leva (algo imperdível para se fazer aí) e onde você jamais os levaria (algo que é uma perda de tempo ou uma tourist trap)?

K.S:  Em Utah os passeios pra conhecer sobre a religião são interessantes. Ver a neve, as montanhas e restaurantes também. Acho que tourist trap seria  passear em Salt Lake como cidade, não tem nada de muito interessante, tem transito e não é barato.

Aqui na região de Bay area, fora os pontos turísticos mais famosos tem os complexos tecnológicos, como um passeio pelo Googleplex, que além de interessante é gostoso, dá pra pegar emprestada uma bicicleta colorida e passear por todo o complexo.

como é morar em San Francisco
por isriya via flickr

O que eu não indico são alguns restaurantes famosos da lista de turista são uma perda de tempo, comida comum e muito tempo de espera. Golden gate é bonita e tudo, mas não vale um dia inteiro de passeio.

 V.N.E.:O que você faz nos fins de semana para relaxar e como é a questão do lazer na cidade?

K.S:  No Utah, a gente costumava dividir os passeios de final de semana, consumo aos sábados, locais ao ar livre aos domingos. Fazíamos isso pois lugares de consumo, exceto grandes redes, fecham aos domingos por causa da religiosidade e os locais ao ar livre eram vazios aos domingos, pois a maioria da população guarda o domingo.

Em San Francisco tem praias, parques e uma infinidade de passeios ao ar livre, mas também tem lugares ótimos como museus, teatros e cinemas. O meu roteiro pra relaxar é passeio ao ar livre,  tem muitas praias que são perfeitas pra caminhar e ver o sol se por, por exemplo a Half moon Bay.

Gosto também de comer comidas diferentes, aqui dá pra encontrar restaurantes familiares, que oferecem comidas típicas de vários lugares do mundo,  feita por eles, como se fosse pra eles.

 V.N.E.: Há um perfil típico de pessoas que vivem onde você mora?  Seja em personalidade, idade, nível educacional, aspirações ou qualquer outra coisa que você possa ter notado ao morar aí?

K.S:  Em Utah o perfil típico é, na sua maioria religiosa, família grande, nível universitário pra baixo. Muitas pessoa que serviram missão da igreja em outras parte do mundo, mas que ainda assim desconsidera o que o resto do mundo tem a dizer.

Já em San Francisco a maioria da população é composta por imigrantes, muitas pessoa com nível elevado de educação, desde de universitários a teóricos de altíssimo nível e muitas sem nível ou com o mínimo.

Muitas pessoas aqui não falam o inglês,  por exemplo: todas as correspondências da escola minha filha tem uma via em chinês e uma em espanhol.  A diversidade aqui é muito grande, mas uma coisa é ponto pacífico tudo gira em torno da tecnologia.

V.N.E.: Você trocaria sua vida onde mora ou já pensou em se mudar para outra região/cidade dos EUA ? Por que sim? Por que não?

K.S:  Eu gosto da vida nos EUA de uma forma geral, gostaria de morar em outros estados, pra experimentar como é a vida em cada um deles.

Acho que não moraria em NYC, não conheço, mas ouvi dizer que é muito parecido com São Paulo e as minhas experiências lá não foram muito boas.  Moraria mais pra o sul daqui, talvez mais pra região de Palo Alto (Califórnia) que é muito boa.

V.N.E.: Você já morou em outra parte/cidade dos EUA? Como você  compararia ela a cidade onde você vive atualmente?

K.S:  Já morei em Fort Lauderdale, FL em Orem/Provo, Utah e agora em San Francisco, CA.  A Flórida é bem turístico, quente e latino.

Utah é religioso, seco e predominantemente estadunidenses típicos.

Califórnia, região Bay area, é multiétnico, turístico, clima agradável, politicamente correto, ecológico, populoso e moderno.

V.N.E.: Você tem algum conselho que gostaria de dar para aqueles que desejam morar em San Franciso e/ou nos EUA?

K.S: Aprender inglês em primeiro lugar! Prefira viver aqui legalmente, a vida de imigrante ilegal é muito humilhante.

Se a sua ideia é vir pra morar e você não tem como tirar um visto de trabalho logo de cara, comece com visto de estudante e estude, mostre que nós brasileiros somos um povo que não desiste nunca, mas que somos esforçados e honestos, isso já garante o respeito pelo seu esforço.

Acaba aqui o bate-papo. Muitíssimo obrigada, Karen, pela entrevista e dicas. No próximo post dessa série falaremos sobre a vida em Vermont. Fique ligado!

Você já morou, visitou ou gostaria de visitar os estados e cidades nos quais a Karen viveu? Deixe sua pergunta ou comentário abaixo.

Quer saber mais sobre os EUA? Veja compre meus ebooks!

Gostou do post? Compartilhe!

More about Lu

Seja bem vindo à perspectiva de uma brasileira sobre a vida e cultura dos Estados Unidos. A Brazilian take on the American Way of Life.

Comments

  1. Adorei a matéria !! eu faço parte da religião dos mormons onde ela descreveu, to tirando meu passaporte pretendendo passar 20 dias em Utah no ano que vem… O bom tbm é que Utah é consideravelmente perto de outros estados, em um final de semana da pra conhecer muita coisa… eu falo fluente espanhol e agora tô metendo a cara no inglês rsrs, Beijos !! e parabéns !!

  2. Olá Patrícia,

    Obrigada pela participação! Seu espanhol vai ajudar muito por aqui 😉 Espero que você curta sua estadia. Bjos.

  3. Ola Moro em New Jersey,a bastante tempo ja e gostaria de conhecer outros lugares e um deles é São Francisco acho muito lindo,

  4. Em agosto to indo pra São francisco TO muito Anciosa e nervosa Pq tenho o ingles basico e tenho medo de não saber me comunicar com as pessoas e não entender.

  5. Adotei a matéria, eu moro a 6 meses em Alameda CA é uma ilha maravilhosa, realmente nesta região é muito caro o aluguel mais vale a pena.
    Trabalho numa churrascaria brasileira galeto steakahouse em Okland -CÁ próximo de San Francisco aonde eu moro Alameda- CA temos uma vista maravilhosa para o mar, aqui ando de táxi e tem um ponto de ônibus próximo de casa p ir p trabalho chego em Okland 10 minutos rapidinho estou amando morar aqui. Bjs a todos.

  6. Olá Grazyela. Obrigada pela participação! Volte sempre.

  7. Ola , gostaria de saber como é a adaptação de uma criança de 11 anos nas escolas americanas.
    Obrigado

  8. Estou indo pra SF, foi de muita ajuda ..valeu..good post.

  9. De nada, Edi. Volte sempre!

  10. Muito legal o post. Eu escrevo o blog Acontece no vale com muitas dicas e informações sobre San Francisco e o Vale do Silício 😀 Fica a dica pros leitores!

  11. Muito obrigada pelo comentário, Waldana. Se estiver interessada em ser entrevistada pelo blog e consequentemente divulgar seu site, favor me avisar.

  12. Oi Lu. Acho que seria muito legal sim. Se você quiser me entrevistar estou á disposição.
    Bjos Wal.

Leave a Reply

Faça parte da conversa: