Para Estudantes

Dicas Para Aprender Inglês Com Músicas

aprendendo ingles com músicas
por windmoonclayton via flickr

Veja 6 dicas de como aprender inglês através de músicas abaixo:

Use outros métodos complementares para aprender:

Se você é daqueles que querem seguir a rota autodidata e aprender inglês por conta própria, é importante ter a noção de que não há como aprender inglês somente através de músicas.

Não me leve a mal, músicas são úteis (especialmente para quem já estudar o idioma e está num nível mais avançado – para aprender gírias e etc) mas você deve usar outros métodos para complementar seu aprendizado.

Você ainda vai precisar usar dicionários (físicos e online, thesaurus e inglês-português), usar um bons materiais que expliquem gramática e ainda por cima praticar seu inglês com nativos ou com pessoas que sejam fluentes no idioma.

Cuidado com o gênero de música que você ouvir:

Por que você acha que quando professores de inglês passam músicas para suas turmas, elas tendem a ser músicas mais antigas ou quando elas são recentes e populares eles (às vezes) não sabem explicar muito bem suas dúvidas sobre as letras?

Bem, por que o tipo de música vai influenciar no que você vai aprender e não podemos esquecer a danada da licença poética.

Não fique surpreso se houver algum neologismo (palavra inventada) em letras de músicas em inglês (artistas geralmente usam desse artifício parar criar rimas ou por razões de ritmo) ou ainda gírias que somente um grupo de pessoas (pré-adolescentes, adolescentes, jovenzinhos ou criminais ou seja lá quem for) que vivem nos EUA sabem ao que a letra se refere.

Também não fique surpreso se não encontrar certas frases ou palavras num dicionário comum, palavrões e gírias raramente aparecerão nas páginas de um dicionário conceituado e se você não souber o que elas significam vai ficar boiando.

Cuidado com a origem do cantor ou banda:

Inglês é o latim comtemporâneo, todo mundo fala ou tem que aprender esse idioma. Portanto quando artistas querem atingir uma audiência global, eles costumam optar por cantar em inglês.

Mas isso não quer dizer que eles:

  1. Não tenham sotaque.
  2. Não usem gírias da região em que eles cresceram.
  3. Falem o tipo de inglês que você quer aprender.

Então é interessante saber a origem dos cantores e bandas das letras de música que você ouve.

Certifique-se que as letras de música estão corretas:

Hoje em dia com tantos websites de letras de músicas e até no youtube, letras erradas surgem. Portanto sites oficiais que passam as letras ainda são as melhores escolhas.

Cuidado com traduções feitas de qualquer jeito:

Outro detalhe é com as traduções. Você vai precisar delas para entender a estrututa e significado das letras das músicas que usar.

Mas assim como sites de letras proliferam, alguns com letras errôneas, o mesmo acontece com os websites que traduzem essas letras para o português.

Prepare-se para ir além do dicionário comum:

Como disse acima, muitos termos usados em música não serão encontrados em dicionários comuns e com isso voltamos à dica número 1 desse texto: você vai ter que ter muitas fontes de pesquisa se aprender inglês através de músicas é seu objetivo.

No mais, divirta-se!

Você já tentou aprender inglês através de músicas? Foi bem sucedido? Conte para nós o porquê e dê suas dicas nos comentários abaixo.

Quer mais dicas para aprender inglês? Veja o último ebook da Lu!

Gostou do post? Compartilhe com seus amigos!

4 comentários sobre “Dicas Para Aprender Inglês Com Músicas

  1. Lu,

    Quais dicionários comuns você indicaria para melhor se pesquisar: Oxford, Longman, etc…..

    Qual desses dicionários formais você nos recomendaria??

  2. Ola Michec,

    Boa pergunta. Voce fala de dicionarios fisicos, certo? Nesse caso o da Oxford e Cambridge sao bons. So tenha certeza de que sao os de ingles americano, se esse tipo de ingles e o que voce quer aprender. Ja dicionarios online, indiquei alguns pelos artigos do site, de uma olhada sob a etiqueta ” aprender ingles” que voce encontrara essa e o outras dicas 😉

Faça parte da conversa: