Como é A Vida Em Nova Iorque?

como é viver em New Rochelle Nova Iorque
por wengs via flickr

A entrevista de hoje é com a Cintia Corsi, ela mora nos EUA desde 2000, é administradora do grupo Brazilians in Westchester no facebook e vai nos contar como é a vida dela e o que ela curte e não curte em Nova Iorque, estado no qual ela vive e também em NYC, cidade que ela conhece.

 

Viver Nos EUA: Em que cidade e estado americano você mora? Há quanto tempo você mora aqui e em que parte do Brasil você morava?

Cintia Corsi: Sou de Campinas interior de São Paulo, cheguei no estado de Nova York na cidade de New Rochelle em julho de 2000. Vim a princípio para ficar 6 meses e aperfeiçoar meu inglês.

 V.N.E.:   Como foi sua adaptação, tendo em mente as diferenças entre sua vida em Campinas e sua vida aqui?

 Cíntia: Eu tenho sorte de ter chegado aqui já falando a língua o que tornam as coisas 80% mais fáceis. No começo achei tudo muito pacato principalmente morando nos subúrbios de NY.

Não tem barulho de trânsito e nem crianças brincando pois aqui… Todas estão na escola as as 3pm. Foi difícil acostumar a jantar cedo pois aqui janta-se sempre antes das 8pm a maioria dos restaurantes fecham a cozinha as 10!

Isso foi muito estranho pois em campinas e como na maioria do Brasil tudo fica aberto até o último cliente!

V.N.E.:   O que você mais curte na sua área?

Cíntia:Adoro morar no subúrbio. Muitos parques, praias, áreas verdes e tranquilidade mas o que mais adoro daqui é estar 20 minutos de Manhattan pois quando tenho saudades do agito é só pegar o trem e ir para NYC.

como é morar em New Rochelle, NY
por dpriddy via flickr

V.N.E.:   O que você menos gosta dessa área?

Cíntia: O inverno! —- ai inverno! Lindo, neve caindo, lojas decoradas, época de esquiar, usar casacos, botas lindas tudo isso é bom quando não estamos enfrentando a neve indo para o trabalho ou dirigindo.

Um perigo. Não gosto de dirigir na neve porém é necessário. Isso me irrita bastante por aqui.

 

 

 V.N.E.:O que mais te surpreendeu em New Rochelle assim que você chegou aí?

Cíntia:Até eu mudar para NY, para mim imigrante era aquele que mudava do Nordeste do Brasil para São Paulo. Nunca vi tanta gente de tantos países diferentes como em NY.

Todo dia, seja no supermercado ou no metrô ou na rua mesmo escuto gente conversando em outra língua sem ser inglês.

A diversidade cultural é muito grande e com isso a gente fica conhecendo um pouco de cada cultura e passa a entender e até mesmo celebrar junto com outras pessoas como feriados judeus por exemplo ou Cinco de Mayo (feriado Mexicano) ou St Patrick’s day (feriado irlandês).

 

V.N.E.:   Como você descreveria sua a vida nessa cidade ?

Cíntia: A rotina aqui é um pouco diferente da rotina brasileira. Muitos aqui ganham por hora e por isso acabam fazendo seu próprio horário.

Uns almoçam ao meio dia, outros às 3 da tarde e o mais interessante é que ninguém vai achar estranho você pedir um omelete no almoço ou uma salada na janta. Fora isso a vida aqui basicamente é tranquila se você tem uma rotina já estabelecida

 

V.N.E.:   Quais atrações turísticas da sua área você já visitou e quais delas você ainda não visitou e por que?

Cíntia: Quando eu cheguei aqui a primeira coisa que quis fazer foi explorar Manhattan, museus, peças de teatro, shows… E até hoje exploro porque a cidade não pára e sempre tem alguma coisa nova acontecendo.

Não me canso de andar pelo central parque ou quinta Avenida. Gostaria de conhecer melhor os bairros vizinhos como Queens e Brooklyn mas sempre que tenho tempo livre, Manhattan fala mais alto e acabo deixando esses lugares para trás.

V.N.E.: Quando seus amigos e familiares brasileiros te visitam onde você os levam (algo imperdível para se fazer aí) e onde você jamais os levaria (algo que é uma perda de tempo ou uma tourist trap)?

Cíntia: Claro que sempre que vem gente me visitar a primeira coisa da lista é fazer compras no Outlet (Woodbury Commons) não tem uma vez que vem alguém pra cá que eu não vou junto!

Claro que show da Broadway, Empire State Building, Museus são atrações que valem muito a pena mas sempre falo para evitarem as lojas que ficam na Times Square porque tem muito turista e eles acabam achando a Times Square o máximo justamente pela muvuca que é!

V.N.E.: O que você faz nos fins de semana para relaxar e como é o lazer na sua cidade?

Cíntia:Lazer aqui é bem baseado em Verão e inverno. No verão, assim como no Brasil existe bastante happy hour, bares com música ao vivo, parques, praias, montanhas para se fazer caminhadas, andar de bicicleta.

Já no inverno as pessoas frequentam muito ambientes internos como Coffee shops, cinemas, shopping ou aquelas mais aventureiras como eu se atrevem a esquiar o que realmente é uma boa opção para passar o tempo.

V.N.E.: Há um perfil “típico” de pessoas que vivem onde você mora? Seja em personalidade, idade, nível educacional, aspirações ou qualquer outra coisa que você possa ter notado ao morar aí?

Cíntia: Existem várias faculdades e universidades aonde moro por isso grande parte da população é estudante. Porém como estou há 20 minutos de Manhattan, muitas pessoas escolhem essa área para começar a constituir família visto que aqui é bem mais tranquilo se criar um filho em comparação com uma cidade grande como Manhattan devido ao espaço.

Provavelmente em Manhattan essa família iria viver em um apartamento enquanto que aqui poderá viver em uma casa com quintal, por exemplo.

como é morar no estado de Nova Iorque
por wengs via flickr

V.N.E.: Você trocaria sua vida onde mora ou já pensou em se mudar para outra região/cidade dos EUA ?

Cíntia: Depois de morar 16 anos no Estado de Nova York vira e mexe eu e meu marido cogitamos a possibilidade de morar em uma área aonde os impostos sejam um pouco mais barato porque junto com a maravilha de estar próximo a Manhattan também existe a infelicidade de se pagar impostos mais altos comparados com alguém que mora em Nova Jersey por exemplo ou em Connecticut que são estados vizinhos

V.N.E.: Você já morou em outra parte/cidade dos EUA? Como você compararia ela a cidade onde voce vive atualmente?

Cíntia: Meu amor pela Cultura americano começou em 1993 quando morei por 6 meses no estado da Flórida, em Sarasota. Foi uma experiência maravilhosa que me fez fã do País.

Claro que não existe neve na Flórida e tão pouco esse frio brutal igual a Nova York porém por ter sido criada em uma cidade grande, Nova York me trouxe uma experiência melhor comparada com o estado da Flórida aonde não convivi com muitos imigrantes e raramente fazia amizades.

 

V.N.E.: Com o que você se acostumou mais rápido?

Cíntia: Eu adoro o jeito americano de não ter regras para nada. Aqui ninguém está nem aí se você sair com uma melancia na cabeça digamos assim, ninguém liga para nada, ninguém faz fofocas, ninguém se intromete na vida de ninguém.

Me acostumei muito com Isso porque no Brasil o nosso vizinho é praticamente parte da família.

Outra coisa foi a pontualidade. Aqui tem hora para tudo, para o ônibus passar, para o banco abrir, pra o trem passar, para a festa terminar e começar! Aprendi a ser pontual. Porque aqui é vergonhoso chegar atrasado.

 

V.N.E.: Com o que você não se acostumou nos EUA até hoje?

Cíntia: Ai certas coisas não descem como por exemplo comer bife e ovos no café da manhã (steak & eggs). Tentei e realmente não foi do meu agrado e até hoje quando meu marido gringo faz em casa eu olho para ele como se aquilo fosse o fim do mundo!

como é viver em nova iorque estado
por dpriddy via flickr

V.N.E.: Você já pensou em voltar para o Brasil?

Cíntia: Depois do 11 de setembro de 2001 me passou pela cabeça voltar ao Brasil porque pensei comigo “no Meu País não existe guerra, nem atentados terroristas”.

Porém também me passou pela cabeça “não existem leis contra impunidade, não existe segurança”. Então a idéia saiu da minha cabeça rapidinho.

V.N.E.: Você tem algum conselho que gostaria de dar para aqueles que desejam  nos EUA?

Cíntia: Recebi vários e-mail de pessoas querendo vir tentar a vida aqui. E sempre acabo respondendo a mesma coisa para todas: “Nada é impossível, ninguém disse que será fácil mas não será impossível”.

Venha com um plano, com visto, com inglês básico (suficiente para entender e ser entendido) venha com dinheiro. Aqui não é paraíso e está longe de ser.

Venha com a mente aberta, disposta a entender uma outra cultura, venha com respeito a esse país que me recebeu de braços abertos e sobre tudo entenda que a maior riqueza desse país não tem está no dinheiro que você faz é sim na qualidade de vida!

 

Bem, essas são as dicas da Cintia sobre os EUA e sobre o estado de Nova Iorque e NYC. Se você quiser entrar em contato direto com ela, pode contatá-la no Twitter. Agradeço a ela pela participação e pelas fotos.

Nossa próxima entrevista vai ser com uma brasileira que vive em San Francisco e que já morou no estado do Utah também, então não perca as sugestões e as duas perspectivas que ela tem por ter vivido em estados completamente diferentes!

Você também vive, já morou ou quem sabe pretende morar na região de Nova Iorque? Deixe suas dicas e perguntas nos comentários abaixo.

 Quer saber mais sobre os EUA? Veja os ebooks da Lu!

Gostou do post? Compartilhe em redes sociais!

More about Lu

Brasileira casada com americano. Moro nos EUA há mais de uma década.

19 thoughts on “Como é A Vida Em Nova Iorque?

  1. Valdi

    Gostei muito da entrevista Lu..
    É interessante ver que várias pessoas pensam de forma diferente mas os pontos de todas são extremamente iguais, penso que nem a Cintia 🙂
    Beijoo

  2. Lu

    Olá Valdi. Muito obrigada pelo comentário! Pois é, interessante que as perguntas são praticamente as mesmas mas as respostas sempre surpreendem e as dicas são ótimas. Tenho só que agradecer à Cintia e aos demais entrevistados até agora e esperar que mais brazucas nos EUA queiram partcipar para dar os insights deles sobre outras regiões e cidades americanas.

  3. Lucas Paulino

    Simplesmente adorei! Essa sua temporada de entrevistas com pessoas que vivem em várias partes dos EUA está incrível e é mais um must pro canal, parabéns pela ideia!

  4. Lu

    Obrigada, Lucas. Volte sempre!

  5. Lucas Paulino

    Lu, uma dica de cidade que posso indicar é Portland, no Oregon, considerada a cidade mais verde e ecológica do país!

  6. Rodrigo Cardoso

    Seu site é interessantíssimo! Acredito que é possível sim tentar a vida nos EUA, mas sei que as coisas tem ficado cada vez mais complicadas até mesmo para os próprios americanos. Mas ai penso: a vida também não é fácil no Brasil. Gostaria de saber o que você acha de comentários tipo “já foi o tempo que dava pra tentar a vida nos EUA”. Imagino que quem diz isso são pessoas que ou tiveram uma desilusão / experiência ruim, ou realmente tem “espírito de perdedor”. Por acaso tem alguma matéria no site falando dessa negatividade das pessoas? Obrigado!

  7. Lu

    Olá Rodrigo,

    Obrigada pelo comentário. Sim, é possível tentar uma vida aqui desde que a pessoa tenha um objetivo concreto e se prepare para tal. Preparação é tudo! Pode ser difícil em alguns casos, em outros mais fáceis, rápidos nuns e demorar mais em outros mas quem quer alcança 😉 E quem quer não desiste por causa dessas coisas.

    Sim, há alguns, não exatamente sobre esse tópico veja um deles aqui:

    http://passaportebrasilusa.com/2013/06/obstaculos-sonho-morar-eua/ – quando a própria família da pessoa é do contra.

    O que acho desses tipos de comentários? Já vi pessoas assim, inclusive 3 delas no facebook do blog, uma dessas pessoas tinha vindo termporariamente mas ela retornou pro Brasil e ficou “azeda”. Não sei por que mas só metia a boca em tudo.

    Algo de ruim deve ter acontecido. Vai saber né? rsrs Às vezes é pura inveja também, sabia? Infelizmente tem gente que está se roendo e não tem coragem de tentar o mesmo, de recomeçar do zero e tentar a vida em outra parte do globo. Então o que eles criam? Negatividade.

    Havia outro também que só reclamava, confrontei ele e ele me disse que te tinha vindo ‘de qualquer jeito” e quando a crise econômica aqui apertou ele voltou pro Brasil e agora o “hobby” dele é acabar com o sonho daqueles que querem um dia estudar trabalhar ou morar aqui rsrs Só por que não deu certo pra ele e para essa mulher que falei, isso não quer dizer que não dara certo pra outras pessoas, entende?

    E tem aqueles também que JAMAIS pisaram aqui e acham que sabem como é a vida aqui, é cada coisa que já ouvi do que alguns pensam da vida aqui, algumas vezes esses pensamentos são permeados com roteiros de novelas! rsrs Dá para acreditar? “Eu vi na novela que a vida de brasileiros nos EUA é terrível, então a realidade é essa mas nunca fui pros EUA”.

  8. Rodrigo Cardoso

    Obrigado por responder! Vou sempre lembrar da sua resposta quando me deparar com esses losers. Abraços!

  9. Lu

    Sim, Rodrigo, jamais deixe pessoas jogarem água fria na sua fervura, nos seus sonhos. E se prepare pois certamente e infelizmente você ouvirá um ou outro comentário negativo, no mínimo. Desde que você se prepare e corra atrás você tem de tudo pra ser bem sucedido. Até!

  10. cintia

    Rodrigo as vezes as pessoas também dizem isso porque antigamente digo antes do atentado do 11 de Setembro às coisas eram mais fáceis para quem era imigrante, por exemplo antes, só com visto de turista você poderia tirar uma carteira de motorista. Hoje já não funciona mais assim então muita gente já não consegue fazer as coisas com tanta facilidades como eram antigamente e isso as vezes é frustrante principalmente para aquelas pessoas que acham que tem jeito p tudo.
    Outra coisas que as pessoas esquecem é o lado emocional, principalmente se você deixou família para trás. Por isso vou te dizer novamente, tentar a vida em outro país não é fácil e não é para qualquer um. Entendo perfeitamente os que voltam para o Brasil porque não se adaptaram.

  11. alexandre ferreira

    VC É A MESMA PESSOA QUE TE CONHECI,SIMPLES E ALEGRE .E SEMPRE AJUDANDO QUEM PRECISA ..PARABENS PELA INTREVISTA ..SO ESQUECEU DE EU..NE…..KKKKKK

  12. Paulo

    “Cada macaco em seu galho”. Nasceu em Campinas? então viva em Campinas. No Rio de Janeiro? ídem. Nova York é para americano. Nosso Brasil é lindo e atende a todos os gostos. Saia dessa e volte correndo.

  13. Robson

    Olá Lu e todos que estão poraki….Bom Meu nome é Robson tenho 26 anos estudante de engenharia e com curso técnico em eletronica….tenho um emprego relativamente bom mas muito instavel….sou casado e naum tenho filhos….sinceramente tenho essa ideia de ir morar nos EUA por conta do que pessoas me falaram com relação a infraestrutura e segurança….mas ainda tenho um pouco de receio com relação a emprego…qual a melhor forma de procurar emprego…
    E para ser mais sincero, naum somente eu mas muitos outros que conheço naum aguenta mais ver tantos roubos e corrupção na cara de pau dos politicos….tantos inpostos sem retorno nenhum para a sociedade….estou pensando seriamente em me mudar para os EUA….teriam alguma dica de por onde começar a procurar emprego???

  14. Lu

    Olá Robson. Onde procurar por empregos: Empresas que contratam estrangeiros

  15. Luciana Mussolin

    Oi Lú !! Parabens pelo novo formato, está ótimo e com muitas outras informações !!! Está me ajudando muito !!!!

  16. Lu

    Obrigada pela mensagem, Luciana! Que bom que você gostou da nova cara do blog. Volte sempre!

  17. Fabrícia Marques

    OLÁ! VOCÊ PODERIA FALAR SOBRE ALUGUEIS DE APARTAMENTOS OU CASAS ? TENHO MAIS QUE UM SONHO, UMA NECESSIDADE URGENTE DE SAIR DO BRASIL, E PENSO EM IR POR INTERCAMBIO PARA ESTUDAR INGLÊS POR 1 ANO E, APÓS, ESTENDER PARA UM CURSO PROFISSIONALIZANTE E TENTAR CONSEGUIR SER CHAMADA POR ALGUMA EMPRESA PARA TRABALHAR. PARABÉNS PELA PÁGINA! OBRIGADA.

  18. Lu

    Olá Fabrícia,

    Obrigada pelo comentário, aqui alguns posts para você:

    Custo de vida nos EUA
    Como alugar nos EUA?
    Quanto casas custam para compra e aluguel nos EUA?

    Espero que os posts acima sejam úteis. Let me know.

  19. JORGIVAN DE SOUSA

    OLÁ LU, PARABENS PELO SITE QUERIDA, MORO NO NORDESTE E COMO TANTOS OUTROS VIVO SUFOCADO COM TANTA VIOLÊNCIA E UMA CULTURA EGOISTA, AQUI TODOS TENTAM ENGANAR TODOS, O QUE VALE É SE DAR BEM NÃO IMPORTA COMO, ISSO É HORRIVEL. ESTOU PERTO DE ME APOSENTAR, SOU MILITAR E GOSTARIA DE SABER COMO É AÍ O ALUGUEL PARA ESTRANGEIROS, TEM COMO TIRAR MEU DINHEIRO AÍ POR ALGUM BANCO. DESDE JÁ AGRADEÇO.

Faça parte da conversa: