Curiosidades

Como É O SAC de Pós Venda Nos EUA?

 

Nos Estados Unidos o Sistema de atendimento ao consumidor é uma maravilha, o de pré venda (eles querem vender e portanto fazem isso muito bem). Já o de pós venda, em sua maioria, não é lá aquelas coisas.

Se você mora nos EUA já deve ter passado pela “agonia” de ficar pendurado no telefone por horas e horas (às vezes você perde metade ou o dia todo nisso) sem conseguir falar com algum costumer rep (representative) que resolva sua situação, sem ter sido transferido para vários funcionários que não tinham nada a ver com seu problema ou ainda de não ter conseguido falar com ninguém devido a confusão do sistema automatizado utilizado pela tal empresa (press 1, press 5, press 6, press, press, press, waiting time, main menu…).

Quer ouvir um exemplo? Ouça a gravação do tipo de “atendimento” que a Comcast, a qual é conhecida pela péssima reputação de atendimento ao consumidor, nesse vídeo frustrante de um consumidor tentanto cancelar sua conta:

Depois me diga nos comentários se não dá vontade de arrancar o cabelo se você passasse pelo mesmo.

Geralmente isso acontece com as empresas de internet e tv a cabo (no meu caso, as duas são uma só) e ultimamente muito tem se falado na mídia sobre o impacto da monopolização que algumas dessas companias tem sobre a maioria do país.

Ou seja, infelizmente dependendo da região americana na qual você vive, você não tem outra escolha melhor. É somente uma empresa que gerencia tudo e algumas delas abusam desse poder para não prover sequer o serviço pelo qual você está pagando.

Veja mapas que mostram a influência crescente dessa compania especialmente depois de uma possível fusão dela com outra gigante de telecomunicações americana, a Time Warner Cable aqui.

Outro caso de abuso de empresas de telecomunicações americanas recente é o caso da empresa de telefonia celular AT&T que está sendo investigada e processada pelo Procon americano, o FTC (Federal Trade Commission) por ter feito promessas vazias em relação a uso de internet ilimitada. (fonte)

Inclusive da última vez que troquei meu celular, todos os funcionários dessa empresa tentaram me empurrar esse plano milagroso de acesso a internet ilimitada, o qual como você viu acima acabou causando muitas reclamações, tanto que o FTC se envolveu na estória.

Como eu e minha família não acessamos a internet nos smartphones tanto assim, resolvi não arriscar um plano novo. Mas que eles insistiram, ah eles insistiram. Nos safamos dessa.

Mas quais opções você tem a ficar pendurado no telefone ao lidar com problemas ligados a esses tipos de empresas?

Bem, muitas empresas daqui oferecem outros tipos de SAC:

  • Contato por email.
  • Contato via chat.
  • Ou através de perfis que elas possuem em redes sociais.

Como disse acima, dependendo da empresa com  qual você está lidando, nenhum dessas formas de contato vão ajudar e em certos casos, vão te irritar ainda mais.

Outro exemplo são as companias de seguro, seja de saúde, de carro e etc. Nunca tive problemas com o seguro do carro mas conseguir conversar com atendentes telefônicos de seguradoras de saúde que saibam o que estão fazendo e que não façam com que sua conversa pareca um jogo e ping-pong é algo quase impossível.

Por esse motivo a maioria das pessoas que moram aqui, em especial estrangeiros que não falam inglês muito bem, temem ter que usar as linhas do SAC de certos serviços daqui para resolver problemas. A não ser que eles falem espanhol, muitas dessas empresas tem  a opção “oprima … para espanõl“.

No caso de automóveis, o pós venda depende do que o contrato que você assinou especifica. Como, se a manutenção do carro será grátis ou não e por qual período de tempo, por exemplo.

Se você financia um carro novo, manutenção básica e etc geralmente são colocados no pacote mas se você compra um carro usado isso pode ou não ser incluído na compra. De qualquer forma você deve analisar o contrato e discutir quaisquer discrepências em relação a isso antes de assiná-lo.

E quando eles realmente não resolvem o que deve ser resolvido ou tentar tirar vantagem de consumidores é quando o FTC se envolve , abre investigações e processa os reponsáveis.

Além disso eles oferecem dicas e informações sobre como evitar diversos tipos de fraudes, como lidar com roubos de identidade, como checar seu crédito em sites respeitáveis e o que fazer quando seu crédito é ruim, e como resolver problemas desse tipo.

Resumindo, quais são seus direitos e deveres como consumidor nos Estados Unidos.

Claro que devo lembrar que há exceções e há empresa  eficientes e que são rápidas ao lidar com suas reclamações, problemas de devolução de produtos ou ainda cancelamento de transações.

Você já teve que denunciar alguma empresa para o FTC ou teve que usar o site deles? Ou já passou por situações ping-pong como as que citei acima? Qual serviço de SAC nos EUA já te deu mais dores de cabeça? Deixe seu comentário abaixo.

Quer mais sobre morar nos EUA? Veja as Mil e Uma Dicas da Lu

Gostou Desse Post? Compartilhe Com Seus Amigos!

4 comentários sobre “Como É O SAC de Pós Venda Nos EUA?

  1. O governo geralmente fecha o mercado, dando a algumas empresas o poder de monopólio. Monopólios só existem quando há o governo agindo à favor de uma empresa [ou um coluio de empresas].

    O governo dificultando a entrada de novas empresas faz com que aquelas que formam o monopólio/oligopólio não tratem os cliente bem, pois elas não necessitam exatamente dar bons serviços aos consumidores a troca de não falirem, pois o governo lhes garante que a concorrência não as ameaçará.

    Isso acontece muito mais em países onde a liberdade econômica é baixa, como o Brasil, o México e países sub-desenvolvidos.

    Nos Estados Unidos as empresas GERALMENTE não têm essa proteção do governo e elas realmente têm que tratar os clientes à pão-de-ló. Nos Estados Unidos as empresas realmente têm concorrência. PORÉM, há algumas grandes empresas que têm uma proteçãozinha do governo, fazendo com que haja absurdos como esse vídeo (áudio, na verdade) postado aqui nessa página.

    Aí, quando ocorrem esses absurdos provocados PELO GOVERNO nós chamamos a quem para nos proteger? Isso mesmo, o GOVERNO. Ao invés de nós exigirmos MENOS governos acabamos caindo na armadilha e pedindo MAIS.

    Abraços, Lu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *