Antes De Morar Nos EUA Você Acha Que

Waiting for a Taxi (JFK Airport - New York).jpg
Você chegou nos EUA, e agora? Uma coisa é certa…sua percepção vai mudar.

É normal termos uma visão específica do sonho de viver nos Estados Unidos, como achamos que as coisas vão ser ao chegar aqui, como a gente pensa que o processo de adaptação será, aquilo que achamos que vamos gostar e que nem tanto.

Enfim, tecemos uma rede de ideias sobre a vida aqui, no entanto com o passar do tempo nossas opiniões mudam pois passamos a prestar mais atenção ao nosso redor.

Segue abaixo uma lista com aquilo que você provavelmente pensava dos EUA antes de morar aqui (durante sua preparação para morar aqui etc) e o que você acha depois de ter morado aqui por algum tempo.

Antes de morar nos Estados Unidos você acha que…

O processo imigratório vai ser moleza, rápido e sem estresse algum:

Depois de morar nos EUA você sabe que nem todos processos são assim, que há vários tipos de casos, tempos de espera e que detalhes que parecem absurdos  fazem toda diferença em processos imigratórios. E que o green card não cai do céu, não é automático é tudo um processo e nem americanos entendem disso direito rsrsrs.

 Americanos vão saber que você é brasileiro só de te olhar.

Depois de morar ou visitar os EUA você sabe que dificilmente você achará um americano que saberá sua nacionalidade. Nem depois de você abrir a boca para falar com seu sotaque forte. Ele vai te achar de tudo antes de considerar que você é brasileiro. Para você ter uma ideia, tenho uma amiga que veio para cá e eles achavam que ela era russa!

 Americanos vão te esnobar, te ignorar ou que você vai sofrer algum tipo de preconceito.

Depois de morar nos EUA você sabe que eles são mais simpáticos do que você pensava. Eles te tratam bem. Só não espere que eles queiram saber tudo sobre o Brasil, eles não estão nem aí para isso. Felizmente há exceções à regra.

 Aprender inglês nos EUA (sem ter base alguma ou muito pouca) é fácil.

Depois de morar nos EUA você sabe que se aprender inglês aqui fosse moleza, imigrantes que estão aqui há mais de décadas já saberiam escrever e se comunicar melhor com americanos e outros estrangeiros.

Se adaptar nessa terra estranha vai ser difícil.

Depois de morar nos EUA você sabe que adaptação não é um bicho de sete cabeças (só nos primeiros 3 meses) e que depois que você visitar o Brasil, se não fosse pelos seus conhecidos que vivem no Brasil, você  voltaria para casa (leia-se os Estados Unidos) o mais rápido possível.

Se adaptar de volta no Brasil vai ser fácil.

Depois de morar nos EUA você entende o porquê de muitos brazucas que moram no exterior não conseguem se acostumar de volta e procuram sair do país de novo depois de algum tempo na terrinha. É muito diferente e palavras não expressam a frustração que se sente.

 Seu corpinho vai ficar o mesmo.

Depois de morar nos EUA você sabe que alguns brasileiros e brasileiras crescem, para os lados. A gente se esquece que no Brasil é uma combinação de elementos que faz com que o povo mantenha o corpinho deles. Lá comemos melhor, andamos mais e etc.

Aqui a gente anda quase nada, come do jeito que quer e a tentação de comidas, muitas delas pouco saudáveis, é grande. Fica sentado num escritório o tempo todo e quando chega em casa faz o mesmo na frente da TV. O que acontece? Engorda, claro.

Todos compatriotas  vão querer falar contigo e te receber de braços abertos.

Depois de morar nos EUA, você sabe que alguns deles preferem manter sua distância de você justamente pelo fato de você ser brasileiro. Alguns deles são simpáticos, alguns viram seus amigos já outros… Sem comentários.

Eles são seus compatriotas portanto eles vão te ajudar.

Depois de morar nos EUA você sabe que se alguns deles mal querem falar contigo, quanto mais te dar uma mão. Infelizmente os brasileiros são um dos grupos de imigrantes mais desunidos por aqui. Isso sem falar naqueles que quando querem te “ajudar” fazem esquemas e exploram outros.

 Você pode praticamente fazer tudo que fazia no Brasil e não vai ter problemas.

A gente esquece de levar o fator cultural em consideração. A cultura americana é muito diferente da brasileira. Falei mais sobre o assunto no post de coisas normais no Brasil que não devem ser feitas nos EUA.

Vou dar o exemplo de um de nossos leitores que tentou furar uma fila aqui e levou bronca de um americano. Ele não entendeu a bronca na hora por que o americano usou uma expressão idiomática em inglês (ou seja, que traduzida ao pé da letra não faz sentido) mas ele foi repreendido pelo americano por tentar furar a fila.

Outro exemplo foi o que ouvi de uma amiga, também imigrante mas de outra nacionalidade: Ela estava cursando ESOL e na sala de aula dela havia um grupo de alunos recém-chegados, todos brasileiros, a professora era afro-americana e por sinal muito boa.

Numa das aulas, os novos alunos disseram para a professora, no seu inglês de péssima qualidade, que se ela estivesse no Brasil, ela seria a empregada doméstica pelo simples fato dela ser negra.

Ainda bem que a professora não entendeu o recado mas minha amiga que entende inglês quebrado saído da boca de lusófonos, entendeu tudinho e se surpreendeu com o racismo, estupidez e cara de pau desses indivíduos. Torço para que eles aprendam um bom inglês logo e ousem fazer o mesmo com outro afro-americano para ver o que acontece.

 Tudo é uma maravilha nos Estados Unidos.

Depois de morar nos EUA você sabe que não há país perfeito no planeta e os EUA também tem seus problemas. Que só por que ele é um país de primeiro mundo isso não exclui a possibilidade de coisas ruins acontecerem, algumas deles inacreditáveis para um país como esse.


Imagem: Sergio Calleja (Life is a trip) - originally posted to Flickr as Waiting for a Taxi (JFK Airport - New York)

Quer morar e se adaptar nos EUA? Veja as Mil e Uma Dicas da Lu

Gostou Desse Post? Compartilhe Com Seus Amigos!

More about Lu

Brasileira casada com americano. Moro nos EUA há mais de uma década.

14 thoughts on “Antes De Morar Nos EUA Você Acha Que

  1. Luiz Augusto

    E isso mesmo. Todos os anos viajo para os EUA, lugar que me sinto muito bem. Nunca tive problemas na América, sempre fui muito bem tratado, respeitado e ajudado por todos os Americanos que conheci e conheço. Mas na America a algo que realmente me irrita. E ser atendido em espanhol ou pior, portugues. Saio imediatamente da loja. E a maior tristeza de todas. Saber que terei que retornar. Se tenho um sonho? Sim. Viver em definitivo nos EUA.

  2. Daniella

    Ótimo post, seu blog está ficando cada vez melhor, parabéns!

  3. Lu

    Obrigada Daniella 😉

  4. Eliezer

    Sempre acompanho o blog parabéns. Tenho uma duvida. Posso me matricular em uma escola de inglês morando no Brasil? Pois pagar escolas que fazem o processo de intercambio é muito caro. Posso fazer isso diretamente?

  5. Lu

    Olá Eliezer,

    Vá no site da escola e veja quanto custa o curso, quanto custa a papelada e se a escola oferece o documento I-120. Entre em contato (ou peça para algum conhecido que fale inglês faça isso) com o escritório de admissão da escola e eles explicarão o processo. Os websites delas também costumam explicar o que é preciso. Sucesso!

  6. Patricia

    Morando em Orlando há 1 ano e meio, tenho pouco a adicionar – vc realmente “hit the nail on the head”, hehe. Acho realmente que os americanos são simpaticíssimos, mas há o outro lado da moeda: é uma simpatia superficial, formal, quase mandatória, então a dificuldade de fazer um círculo de amigos é imensa. É algo com que os próprios americanos sofrem quando mudam de estado ou cidade, então me parece ser cultural e não ligado a preconceitos.
    Outra coisa que notei: percebo que muitos brasileiros têm um pouco de vergonha de sua identidade e suas raízes, e quando chegam aqui querem apagar seus laços aparentes com o Brasil; assim, não falam Português com seus filhos, por exemplo, e não dão a mínima para outros brasileiros.
    E o final do texto é um fato inegável: não existe lugar perfeito. Para muitos que não moram aqui, os EUA são o paraíso, mas acredite: lugar perfeito não há, e tem muita gente que não se adapta à vida aqui. Só é preciso conhecer sem preconceitos e julgar se o país em que vc deseja viver realmente te agrada.

  7. Lu

    Muito obrigada por participar novamente, Patricia 🙂 Sim, concordo que é superficial como quando eles perguntam “How are you?” e não estão muito interessados na resposta rsrs É complicado mas há “hacks” para fazer amigos aqui. Se bem que o que eles chamam de amigos é mais como o facebook onde há muitos nomes e pouca substância no sentido amizade do que amigos de verdade. Outro aspecto cultural, I guess. Quanto a falar portugues com as criancas, acho importante falar e ensinar sim, mas em casa, com familiares, outros amigos brasileiros, portugueses e etc mas não fora de casa e na frente de americanos e certamente não o tempo todo por que daí fica chato.

  8. Lucas

    Lu, ja pensou em fazer um canal no YouTube? Eu Acompanho vários, você acompanha algum ou tem pra indicar? Beijos

  9. Mario

    Lu,eu quero saber,se possível,dar algumas dicas a respeito da saúde de brasileiros nos Eua,se é possível cuidar da saúde normalmente ou encontramos dificuldades por sermos brasileiros (e mais velhos).

  10. Lu

    Nao, nunca pensei em fazer isso mas ja ouvi que ha varios no youtube, pra que mais um? 😀 Bjos

  11. Valdi Visky

    Concordo com tudo Lu!
    Eu sofri muito preconceito e pior que não foi de americanos e sim de outros estrangeiros que moravam na minha área, principalmente dos brasileiros que assim como eu estavam lá com o mesmo objetivo.
    os americanos me trataram muito bem, mais do que os brasileiros, nem todos queriam mesmo saber do Brasil mas quando perguntavam eu respondia com a maior alegria, vai fazer 1 ano que voltei e não me readaptei, é terrível essa vida aqui no Brasil, às vezes dá vontade de sair correndo pros EUA de novo! Não existe mesmo lugar perfeito, acredito que quem faz o lugar ser bom para morar e de qualidade somos nós.. Mesmo com todos os problemas do país em questão 🙂

  12. Lu

    O pior é que isso acontece mesmo, Valdi 🙁 No entanto notei que algumas nacionalidades são mais amigáveis aos brasileiros do que outras.

  13. mvcs2015

    boa tarde lu… posso assim e chamar ne… essa a primeira vez que acesso seu blog…. sou dentista no brasil e sinceramente quero sair daqui.. teria alguma dica de como poderia imigrar legalmente em minha area.. tenho pos em duas especialidades..
    abraços
    marcos

  14. ajlmcv01

    Boa noite, gostaria de saber como é o acesso ao sistema de saúde para imigrantes na Florida?

Faça parte da conversa: