Curiosidades

O Bom E O Ruim De Fazer Compras Nos EUA

Fazer compras nos EUA é o sonho de muitos brasileiros. É melhor do que ir ao Paraguai e mais barato do que comprar o mesmo no Brasil.

Mas como tudo tem dois lados, listo a seguir alguns dos pontos positivos e negativos em comprar por aqui.

O Bom:

Os Cupons:

As lojas enviam cupons de desconto e promoções para seu e-mail, celular e sua casa. Dependendo da loja você pode usar todos eles de uma vez só no caixa.

As escolhas:

Não acha que o preço daquele item é bom suficiente? Visite a próxima loja que você pode encontrar o mesmo item por menos. Quem sabe até um de marca melhor.

As filas:

Geralmente elas são organizadas e não tem dessa de furação de fila. Dependendo da loja elas podem ser rápidas.

As devoluções:

Não gostou da mercadoria? Volte na loja e a devolva. Dependendo do caso você sequer precisa voltar na loja da mesma cidade para devolver o produto.

Os impostos:

Brasileiros não estão acostumados a saber o quanto de impostos se paga diariamente. Por aqui impostos sob venda são listados no recibo.

E dependendo da época e do tipo de produto, ele pode até ser vendido sem imposto adicionado ao valor. Como no caso de materiais escolares, por exemplo.

Precisa de uma ajuda?

As lojas são organizadas de uma maneira fácil, com sinalização bem visível para tudo que é lado para fazer sua compra mais eficiente.

Muitas lojas possuem scanners de produtos e você sequer precisa de ajuda para saber o preço daquele produto sem preço sem ter que cutucar os funcionários.

Você também pode comprar o produto online e só passar na loja para leva-lo para casa ou simplesmente fazer sua compra sem sair de casa e só esperar pela entrega.

 

O Ruim:

Os cupons:

Você tem que ler as letras miúdas do cupom para ter certeza que ele é válido ainda, válido com outros itens da sua compra, válido naquela loja, naquele exato momento e etc… OK exagerei no último exemplo.

Mas é importante entender a política da loja em relação a cupons antes de assumir que só por que você tem alguns contigo eles vão aceita-los.

As escolhas:

Às vezes o que você quer é só comprar uma coisa na primeira loja que ver. Pronto. Mas como você sabe que pode achar o mesmo item por menos numa loja similar, lá vai você explorar o mall em busca do melhor deal. A tentação do better deal é difícil de resistir.

 Tudo que as lojas sabem sobre você:

Ainda relacionado com os cupons e promoções. Parece que ultimamente todas lojas querem seu e-mail, telefone e CEP. Só falta eles pedirem seu SSN. Claro que você não é obrigado a passar essas informações para ninguém. Muito menos seu SSN.

A ladainha geralmente soa assim: “Você gostaria de nos dar seu telefone? Que tal seu Zip Code? Você gostaria de ter o cartão da nossa loja? Você ganharia tantos por cento de desconto se você abrir uma conta conosco e não demoraria nem cinco minutos. Você gostaria de responder algumas perguntinhas sobre seu atendimento aqui? Bla bla bla” Ao o que você pode responder: Não, me dá logo as benditas sacolas! 🙂

Quer se divertir? Experimente perguntar o porquê para cada uma dessas perguntas ver a reação da caixa. Experimente também recusar dar as informações para ver a cara da caixa mudar. Às vezes eles levam isso para o lado pessoal rsrs

E às vezes as lojas vendem suas informações para certas empresas e de repente você começa a receber uma tonelada de lixo eletrônico e se pergunta como isso é possível?

 As filas:

Justamente pelo mesmo motivo citado acima, seu tempo de espera na fila pode aumentar por causa de todas as informações que os caixas pedem de você antes de você pagar pela mercadoria. Alguns dos caixas são insistentes.

 As devoluções:

Da mesma maneira que você tem que ler a política de cupons e descontos de tal loja, você precisa fazer o mesmo quando o assunto é devoluções de produtos. Além dos motivos óbvios (roupas de baixo usadas? Certos produtos que não podem ser tirados da embalagem? E outros), nunca se sabe dos pormenores listados nela que farão sua devolução quase que impossível.

 Os impostos:

Você sabe quanto de imposto você paga. Depois de pagar pela sua compra. Americanos não listam o valor completo do item no mesmo. Ou seja, para saber quanto você vai ter que tirar do bolso de verdade, você tem que saber quanto de imposto sob venda é cobrado no condado americano no qual a loja está localizada.

O imposto varia de condado para condado, em alguns os impostos são mais altos já em outros mais baixos.

Precisa de uma ajuda?

Em algumas lojas os funcionários são bem treinados e sempre prontos para ajudar, já em outras. Boa sorte. Quando você consegue que alguém te ajude eles geralmente não fazem ideia de como te ajudar ou não parecem ter um pingo de vontade para tirar suas dúvidas.

Já em outras lojas para conseguir algo você tem que falar com três ou mais pessoas de hierarquia diferente dependendo do problema.

Agora você está preparado para fazer suas compras nos Estados Unidos. Já passou por alguma situação interessante (positiva ou negativa) ao fazer compras por aqui? Ou gostaria de adicionar algum item à lista acima? Deixe seu comentário abaixo.

Quer morar e se adaptar nos EUA? Veja as Mil e Uma Dicas da Lu

Gostou Desse Post? Compartilhe Com Seus Amigos!

5 comentários sobre “O Bom E O Ruim De Fazer Compras Nos EUA

  1. voce fala geralmente de pessoas que vem para fazer comprars,mas aconteceu um fato comigo aqui,no Wal Mart por exemplo,antes trocavam produtos de beleza,hoje nao mais,ja deixam bem claro,porem,comprei um creme para o rosto,quando cheguei em casa fui colocar as coisas no banheiro,notei que ele estava aberto,ja tinha sido usado,voltei la na mesma hora,a garota se recusou a conversar comigo sobre,chamou o gerente,que por sua vez apontou a politica da loja escrita em letras garrafais na parede,ok,voltei pra casa chamei meu filho,porque sabe muito mais que eu,ele entrou em algum lugar que naosei,kkkk,leu toda a politica da loja,tirou uma copia no celular e voltamos no Wal Mart,ele falou com a gerente,em menos de 5 minutos ela me devolveu o dinheiro,hehe,so acho que foi justo,acho bacana este lado que eles respeitam muito o consumidor,mas acho que tem gente que abusa,voce vai na loja na seccao de bicicletas por exemplo,la tem varias em precos super especiais,que foram devolvidas,porem voce nota,que a pessoa usou a bicicleta tanto tempo,depois voltou la e devolveu

  2. Ótimo post, é bom saber isso para quando for comprar coisas aí. Mas você disse que não estamos acostumados com os impostos pagos, mas só não é quem quer, depois de uma lei que já funciona há um tempo é obrigatório constar os impostos — que não são poucos, às vezes chega a ser metade, ou mais, do valor total do produto — na nota fiscal. Me corrijam se eu tiver errado. Ai tem um link detalhando como funciona se quiser saber mais. http://noticias.r7.com/economia/noticias/gasto-com-imposto-devera-constar-na-nosta-fiscal-a-partir-de-hoje-20130610.html?question=0

  3. Desde que cheguei aqui, Compro quase tudo online, os precos variam banstante e consigo muitos descontos!!! Um abraco

  4. RITA, oi, vou comentar sobre seu comentário. A parte do gerente realmente foi chata, mas não podemos falar que ele é uma pessoa ruim pois não sabemos quantas pessoas já não tentaram(ou conseguiram até) enganá-lo, mas ainda assim não é motivo pra fazer descaso com um outro cliente.
    Sobre as partes das bicicletas, eu descobri há alguns meses que muitas lojas nos EUA e Canadá aceitam(ás vezes sem questionar) produtos usados de volta. Pra mim isso é bom e ruim. Bom caso a coisa tenha uma data de validade, mas comece a falhar muito antes, como uma antena parabólica por exemplo, mas é ruim também, pois pessoas com má-fé vão se aproveitar pra ficar comprando, usando e devolvendo na cara de pau. Vai da educação de cada um mesmo. No brasil isso nunca ia dar certo!

  5. Olá Juliane,

    Muito obrigada pelo comentário. Comprar online certamente tem suas vantagens 😉 volte sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *