Para imigrantes

As Dificuldades Enfrentadas Por Imigrantes Nos EUA

dificuldades brasileiros enfrentam nos EUA

Brasileiro adora um drama e temos que ver tudo pelo pior ângulo primeiro para depois darmos uma chacoalhada e seguir adiante. Então resolvi listar (inspirada em uma pergunta que recebo de vez em quando mas ainda assim em números significativos) as dificuldades tremendas que brasileiros enfrentam ao chegar nos EUA e depois  na segunda parte do texto, como superar cada uma delas e o que acontece em relação as mesmas com o passar dos anos dentro da terra do Tio Sam.

As dificuldades:

Veja quais são as maiores e primeiras dificuldades que se enfrenta nos Estados Unidos abaixo:

 

  1. O idioma:

Independentemente se você fala ou não fala inglês, o que espero que você fale, se adaptar ao uso diário do idioma.

2. Lidar com as mudanças de unidades de medidas:

Se acostumar às diferentes unidades de medidas usadas por todas partes nos EUA.

3. Reaprender como fazer coisas e como se comportar:

Se adaptar aos costumes e tradições americanas e manter as tradições brasileiras em casa.

4. Se adaptar ao sistema de ensino deles:

Se você está em idade escolar, a adaptação ao sistema educacional americano e ao uso do idioma o tempo todo em sala de aula. Se você tem filhos em idade escolar também terá que entender como o sistema deles funciona para poder “navegar” no mesmo.

5. Validar seu diploma ou ter que voltar a estudar:

Se você é universitário a aceitação do seu diploma e o estudo extra que você talvez tenha que fazer aqui para poder trabalhar na mesma área que você estudou no Brasil. Se você é adulto e já terminou seus estudos, seja qual nível for, você não terá histórico de trabalho nos EUA e a experiência exigida em certos cargos aqui.

6. Recomeçar sua vida financeira do zero:

Você não terá seu credit score, ou seja conseguir crédito para comprar ou alugar imóveis, conseguir empregos e comprar carros fica mais complicado sem um bom credit score. Você vai pagar mais.

7. Entender que imigrantes não tem mordomia e não tem essa de mamar no governo:

Que se você não é cidadão naturalizado você vai pagar mais pela faculdade do que um cidadão e de quem possui o green card (chamados de residentes permanentes nos EUA).

As soluções:

Isso tudo é motivo para se desesperar? Tem gente que se desespera mas a resposta é não. Veja o porquê a seguir:

1.Você se acostuma com o inglês:

Mais cedo ou mais tarde (espero que mais cedo) você se acostuma com o idioma. Com o tempo você se acostuma com as unidades de medida também.

2  Você se acostuma com as medidas:

Você vai ver elas por todas as partes, todos os dias. Com o passar do tempo você se acostumará tanto com elas que pode até esquecer um pouco das medidas internacionais.

3. Você se acostuma com o jeito deles:

Quanto aos costumes é importante lembrar que todo brazuca que mora nos EUA passa por fases, e o que você acha quando põe os pês nos EUA não é o que você vai achar do país, seus costumes e tradições um ano depois, muito menos será o mesmo que você pensará daqui há 10 anos dentro do país. A gente se acostuma com tudo, algumas coisas mais cedo, com outras mais tarde. Com o tempo você aprende a ligar para aquilo que é importante, ignorar o que não é, manter e criar suas próprias tradições.

4. Há suporte no sistema educacional para alunos estrangeiros:

Escolas oferecem ajuda na adaptação de estudantes que não falam inglês como primeira língua. Portanto não é preciso se descabelar antes de chegar aqui em relação a isso.

5. Se você quer trabalhar em tal área profissional, você vai dar um jeito.

Você vai fazer o que for preciso para trabalhar na área profissional de sua escolha nos EUA, não? A escolha é sua. Você tem que fazer sua pesquisa, entender o mercado de trabalho americano e vender suas habilidades e seu resume, mesmo que ele somente mostre experiência no Brasil, para conseguir a vaga e se você fizer isso direito você vai conseguir a vaga.

6. Você vai construir seu crédito financeiro aos poucos:

Com o passar do tempo você constrói seu credit score, aos poucos. Basicamente isso se resume a conseguir um pouquinho de crédito com o risco de altos juros e simplesmente pagar suas contas em dia. Expliquei como fazer isso em detalhes nesse outro post do blog – recomendo que você leia os comentários dele também.

Enquanto seu crédito não é bom ou é inexistente, você precisará de pessoas com bom crédito nos EUA para serem seus avalistas. Pague suas contas em dia e você conseguirá fazer suas compras de imóveis e carros sozinho da próxima vez.

7. Dependendo do seu caso imigratório, do seu visto e etc, um dia você pode ter os mesmos direitos de um cidadão americano:

Dependendo do seu visto, você poderá ter a oportunidade de aplicar para o green card e depois para a cidadania e acabará pagando menos um dia.

Seja lá por qual motivo você deseja morar no exterior, esses são os tipos de obstáculos que podem aparecer no meio do seu caminho. O que fazer? Remover as pedras.

Imagem:By kthread via flickr

Quer mais? Que tal 101 dicas da Lu?

Curtiu o post? Indique para seus amigos!

9 comentários sobre “As Dificuldades Enfrentadas Por Imigrantes Nos EUA

  1. Olá Tiago,

    Obrigada pelo comentário. Dificuldade em que sentido? Em obter esses documentos? Bem, cada estado tem suas leis em relação a obtenção de documentos, em alguns é mais fácil tirar carteira de identidade, de motorista e etc já em outros é mais complicado. Para saber o interessado tem que entrar no site do DMV do estado (cada estado tem um nome para esse departamento público também) em questão e ver o que imigrantes precisam. Falei um pouco sobre isso nesse post:

    Dirigir Nos EUA

    Não entrei em detalhes por que como disse, casa estado tem suas listas de requisitos e seus procedimentos.

  2. Não vejo por que Meire. Crianças se adaptam mais rápido do que adultos. É capaz delas se adaptarem melhor do que você 😉

  3. tenho uma filha de 3 anos , tenho medo por ela, medo de não conseguir escola para ela e de ela não se adaptar nos ESA o que vc me diz por favor?

  4. Olá Veronica,

    Te digo que sua filha provavelmente vai se adaptar melhor e mais rápido do que você 😀 Crianças são bem mais abertas às mudanças e se adaptam rapidinho. Quanto a escola, simplesmente pesquise com antecedência sobre elas e faça a matrícula na época certa que tudo vai se sair bem.

    Sucesso!

  5. Nao me adapto nunca a nao tocar nas pessoas. Isso pra mim eh ofensivo. E logo no norte. Posso me matar.
    Outra coisa q nao me adapto, chegar na casa dos outros sem avisar. Sabe aquelas coisas sem cerimônia. ?

  6. Quero morar nos EUA,qual o melhor ramo para trabalhar,o comercial ou industrial? É fácil conseguir um trabalho em empresas que fornecem serviços como de construção civil? Ou deve optar por trabalho no comércio, como lojas,bares etc?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *