Dicas de viagem, Para imigrantes

Qual País É Melhor Para Imigrantes: Canadá Ou EUA?

como é a imigração para o Canadá
por photophiend via flickr

 

Muitos leitores do blog me perguntaram qual o melhor país para viver: Os Estados Unidos ou o Canadá e por isso entrevistei a Bárbara, que é brasileira com cidadania canadense e que já morou nos Estados Unidos.

Ela tem uma perspectiva única devido às suas experiências em ambos países e  vai nos contar as diferenças, os lados positivos e desvantagens, como morar no Canadá e comparar a vida nos 2 países com a  vida no Brasil.  Veja a entrevista que ela nos concedeu abaixo:

V.N.E.: Em qual dos dois países você morou primeiro, nos EUA ou no Canadá?

Bárbara: Fui para os Estados Unidos pela primeira vez em 1986 ao três anos de idade. Meu pai havia conseguido o green card e levou minha mãe e eu para conhecer a América do Norte. Moramos na parte italiana do Bronx em New York e depois mudamos para Greenwich, Connecticut.

Aprendi minhas primeiras letras e números em inglês. Voltamos para o Brasil em 1989 e foi muito engraçado, pois eu falava português com sotaque de americana.

Minha mãe sempre quis regressar a América do Norte e em 1999 ela entrou com um processo de imigração para o Canadá e em junho de 2001 mudamos para Edmonton, Alberta.

V.N.E.: Por que você decidiu se mudar para o Canadá? O que te atraiu para esse país?

Bárbara: Na verdade quem tomou todas as decisões foi minha mãe, não eu. Quando minha mãe entrou com o processo de imigração para o Canadá eu tinha 16 anos e ainda era considerada dependente.

Um colega de trabalho dela havia passado as férias viajando pelo Canadá e quando voltou falou muito bem do país, inclusive da qualidade de vida e segurança.

Na época o Canadá estava com milhares de vagas abertas para imigrantes da América do Sul e foi assim que ela conseguiu o permanent resident card para ela, meu padrasto e eu.

V.N.E.: Por que você decidiu morar nos EUA? O que te atraiu nesse país?

Bárbara: Eu morei em Clifton, New Jersey de fevereiro de 2006 a outubro de 2007. Sempre quis regressar ao país que tão bem me acolheu na infância. Passei anos com vontade de comer spaghetti and meatballs do Chef Boyardee, macaroni and cheese e Pillsbury Crescents e mesmo podendo comer os dois no Canadá, sempre tive vontade de viver novamente nos EUA.

Os voos domésticos no Canadá são muito caros e compensa mais viajar para os EUA que para alguma cidade dentro do próprio país. Nos EUA com US$100 você vai e volta da Florida para fugir do inverno, mas no Canadá não tem para onde você fugir. O inverno aqui dura de outubro a maio e eu precisava de um break de toda a neve e temperaturas abaixo de zero.

V.N.E.: Como foi seu processo de entrada no Canadá? Demorou tempo? Muita burocracia ou não e etc?

Bárbara: Segundo minha mãe, o processo todo demorou um ano (mas isso foi antes de 2001 e do trágico 9/11). Hoje em dia o processo está completamente diferente, mais difícil e complicado.

Um detalhe positivo é que hoje em dia o Canadá oferece o work permit visa, algo que não existia quando viemos, então várias pessoas tem conseguido entrar no país desta forma.

Muitas pessoas me perguntam como fazer para imigrar, mas eu não sou a melhor pessoa para ajudar neste quesito, pois não fiz minha própria application e o que eu sabia da lei não vale mais praticamente 12 anos depois. O melhor lugar para pesquisar é o site do governo canadense.

Lá você encontra todas as informações possíveis e detalhadas sobre os processos, os vistos e as novas leis. Meu primo tem um site muito interessante também chamado Canada para Brasileiros e neste site você encontra tudo e mais um pouco sobre o Canadá.

morar no canada é melhor do que nos EUA
Passaporte canadense por jamesnord via flickr

V.N.E.: Como foi seu processo de entrada nos EUA?

Bárbara: Eu entrei nos EUA como turista e nada mais. O interessante foi a diferença de tratamento ao usar passaportes diferentes. Quando fui pela primeira vez, entrei com meu passaporte brasileiro e o immigration officer me parou e queria me mandar de volta. Depois de muito chorar ele me deu um visto valido para apenas um mês.

Quando entrei novamente com o passaporte canadense, passei tranquila sem ter que explicar nada. E olha que fiz isto de 6 em 6 meses com meu passaporte canadense e toda vez passei sem problema algum.

V.N.E.: Quais as melhores coisas de morar no Canadá?

Bárbara: Os canadenses são extremamente educados, sempre prontos para ajudar os imigrantes, ao contrario de alguns americanos que tendem a ter preconceito contra outras culturas. O Canadá depende dos imigrantes, pois tem baixa população e isso faz com que as pessoas tenham mais flexibilidade e entendimento de outras culturas para que todos possam viver em paz.

Por exemplo, os religioso que usam turbante podem tirar a foto da carteira de motorista com o turbante, pois o Canadá entende que isto é algo importante para eles. O Canadá tem um governo mais justo e as cidades são extremamente limpas e organizadas.

Burocracia existe, mas você consegue resolver tudo sem ter que ir em milhares de lugares diferentes e normalmente tudo pode ser resolvido online ou por telefone. O atendimento médico é de graça e os programas sociais oferecidos para a população carente funcionam e ajudam o desenvolvimento do país.

V.N.E.: Quais as melhores coisas de morar nos EUA na sua opinião?

Bárbara: O melhor dos EUA é a possibilidade de ter praia ou montanha em qualquer época do ano. O fato de poder viver o American Dream em Los Angeles ou New York.

As maiores companhias do mundo estão localizadas nos EUA e para uma futura escritora, nada como Hollywood. Os EUA possuem mais voos domésticos e internacionais e os preços são mais baratos.

viver no canada e melhor do que nos eua?
The peace bridge Calgary, Alberta por davebloggs007 via flickr

V.N.E.: Quais os piores aspectos da vida no Canadá e como superá-los?

Bárbara: O frio. O frio. O frio. Nossa é terrível, sem brincadeira. Passar quase 8 meses vendo neve para todo lado, em temperaturas que chegam a -50C é muito difícil. Se não fosse o frio, o Canadá seria o lugar perfeito. Mas daí todo mundo viria para cá e viraria bagunça, então acho que o frio seleciona um pouco a população, o que ajuda a manter o país organizado. O jeito é aprender a esquiar, snowboard e achar um cobertor de orelha.

V.N.E.: Quais os piores aspectos de morar nos EUA e como superá-los?

Bárbara: Para mim era o fato de não ter um status (imigratório) onde eu pudesse trabalhar legalizada e ter os direitos de cidadã que eu tenho no Canada ou Brasil. Quem tem green card vive uma vida muito mais tranquila mesmo que a segurança nos EUA seja pior que no Canada mas um pouco melhor que no Brasil.

Se você sofre um acidente e precisa ser hospitalizado, ou algo grave acontece que você precisa da ajuda das autoridades, acredito eu que deva ser complicado para quem mora ilegalmente. Eu nunca morei ilegalmente, pois canadenses podem viver ate 6 meses sem ter problemas, mas eu falo pelos amigos que eu tinha de outros países que sofriam com esses dilemas.

Canada Visa Stamp

V.N.E.: Na sua opinião, qual dos dois países é o mais difícil de entrar para morar, EUA ou Canadá? Você poderia nos explicar o porquê?

Bárbara: EUA com certeza. Posso estar enganada, mas se você não ganhar na loteria do green card (*atualmente o Brasil não participa da loteria) ou casar com um americano, não tem o que se fazer para entrar nos EUA.

No Canadá, como eu disse antes, tem o work permit visa, que permite que profissionais consigam entrar no país por um tempo e depois aplicar para imigração. Nos dois países você consegue entrar como estudante ou turista, mas eu estou julgando pelo fato da imigração em si.

V.N.E.: Você também morou no Brasil, se você tivesse que fazer uma comparação entre os três países, quais as distinções mais visíveis na sua opinião?

Brasil:

 

 Contras:

  • Você não consegue emprego bom se não tiver um diploma.
  • Não consegue ser contratado por uma multinacional se não tiver cursando ou terminado a faculdade.
  • Burocracia demasiada e falta de conexão entre as entidades do governo.
  • Muitos documentos (RG, CPF, Titulo de Eleitor, Carteira de Motorista).
  • Quase nada pode ser feito online e o que você consegue fazer por telefone demora horas.
  • Falta de segurança devido à falta de investimento do governo em educação.

 Prós:

  • Vida social mais ativa.
  • Calor, calor, calor. Praia e sol o ano todo se quiser.
  • Comida boa e barata.
  • Povo alegre mesmo com tantas dificuldades.
  • Educação superior de graça e possibilidade de atendimento medico grátis ou particular.

EUA:

 

 Contras de morar nos Estados Unidos:

 Prós de morar nos Estados Unidos:

  • Viver o American Dream.
  • Praia e montanha em qualquer época do ano.
  • Acesso a comida e restaurantes do mundo todo.
  • Voos domésticos baratos e para outros países também (inclusive o Brasil).
  • Dependendo de onde você mora, pode ser mais seguro que o Brasil.

 Canadá:

 

Contras de morar no Canadá:

  • Frio demasiado e impossibilidade de fazer qualquer coisa dentro do próprio país 6 meses ao ano.
  • Voos domésticos caros e também menos opções de voos internacionais que os EUA.  Mais difícil manter o status de ilegal que nos EUA.
  • Seguro de carro é obrigatório e não opcional.
  • Para você ter um carro você tem que ter a carteira e o seguro em mãos.

 Prós de morar no Canadá:

  • Segurança melhor que nos EUA e no Brasil.
  • Atendimento médico de graça.
  • Governo mais justo e organização entre todas as todas as entidades administrativas do país.
  • Facilidade para imigrar caso tenha a pontuação necessária ou possibilidade de tirar um visto temporário de trabalho.
  • Qualidade de vida.
  •  Empresas gostam de treinar os funcionários e não exigem diplomas para vários trabalhos que no Brasil você tem que cursar 4 anos.

 

V.N.E.: Que dicas você daria para quem quer morar no Canadá?

Bárbara: Venha preparado para fazer dinheiro, mas também para passar frio. Se for esperto, guarda dinheiro todo ano para poder fugir no inverno igual muita gente faz. Como a imigração fica mais em cima aqui, lembre-se que terá que pagar imposto igual todos os cidadãos e nem pense em usar o “jeitinho” brasileiro por aqui porque a possibilidade de você se complicar é grande.  Canadense processa por qualquer coisa, desde escorregar na neve da calçada do vizinho, a machucar o dedo em um acidente, então tome cuidado.

 

V.N.E.: Que dicas você daria para quem quer morar nos EUA?

Bárbara: Escolha um lugar com varias oportunidades para imigrantes e onde a imigração seja comum, para que não sofra muito preconceito e possa viver uma vida relativamente tranquila. Se tiver o green card, daí tudo muda e você pode viver em qualquer lugar sem medo de ser feliz. Mantenha sua nacionalidade no seu coração e não se torne mais um robô alienado consumista parte do capitalismo desenfreado da América do Norte.

* Atualização da Bárbara *

“Lu e pessoal, olha soh uma novidade que quando dei a entrevista nao tinha sido lançada ainda! ”

A nova lei, que entra em vigor em 1 de Junho de 2014, diz que ao aplicar para o College, sendo esse uma instuição de ensino reconhecida pela Imigração do Canadá, com um curso de duração mínima de 6 meses, automaticamente o aplicante terá direito ao Work Permit, não sendo mais necessário a solicitação do mesmo após os 6 meses.”

Para saber mais sobre essa mudança nas leis em relação a estudantes estrangeiros no Canadá acesse esse link.

 

Fique por dentro dos posts do blog!

Coloque seu email abaixo

 Quer saber mais sobre morar nos EUA?

Curtiu O Post? Compartilhe!

54 comentários sobre “Qual País É Melhor Para Imigrantes: Canadá Ou EUA?

  1. Muito interessante, mas se no Canadá tem mais coisas de “graça” é justamente por isso que os preços são maiores que nos EUA, os impostos pagam os serviços indiretamente. No final, nada sai de graça, nem o que dizem ser gratuito. Ademais, são dois países muito bons, só conhecendo pra saber qual acho melhor.

  2. Obrigada pela participação Eduardo. É justamente por isso que americanos olham torto para o sistema de saúde canadense, mesmo ele sendo superior. Simplesmente por que eles não querem pagar mais impostos. Feliz ano novo pra você!

  3. Blog muito legal. Sempre tive dúvidas em relação ao EUA, vou visitar sempre que puder 🙂

  4. Muitas dúvidas respondidas, especialmente pra mim que quero morar nos dois países. Valeu, Lu. Não concordo com algumas coisas que a Bárbara disse, pois deu pra ver que ela é tendenciosa na questão do clima, mas como ela foi pra lá pela família, e não por ter raiva da vida no Brasil, isso faz sentido. Pra quem quer apenas se mudar daqui, o clima não pode ser um fator que te impeça, mas isso é minha opinião. Eu particularmente prefiro o frio, mas clima é de gosto pessoal. Entre os dois países, eu prefiro os EUA pois já estou acostumado com sua cultura, mas amo o Canadá pelo fato de ele amar os imigrantes e deixar suas portas quase que abertas :).

  5. Ah, eu só fiquei com raiva dos Prós do Brasil, pois eu não considero Saúde de graça uma opção. Todos nós sabemos que não existe saúde pública aqui. Sobre educação superior de graça, acho que só pra algumas profissões ela serve, pois pra outras(onde há necessidade de uma infraestrutura muito melhor para formar os profissionais) não :/.

  6. Lu, agora que percebi que ela disse ”meu primo tem um site chamado Canadá para Brasileiros”. Ela é prima dos Irmãos Prézia ? :O lol

  7. Obrigada pelo comentário Adolfo. Volte sempre! Desejo um ano próspero pra voce se sua família!

  8. Gostei bastante do artigo com um porém: a questão de fixar residência legalmente nos EUA não se limita apenas a casamentos ou loteria… Poderia citar alguns exemplos que por menos descomplicados que sejam, não deixam der possíveis, entende?

  9. Ola Carlos,

    Como coloquei uma observacao na resposta da Barbara, o Brasil nao participa mais da loteria, entao essa opcao nao conta. A Barbara esta certa, green card atraves de Casamento e atraves de familia sao os mais ” faceis ” de conseguir e ainda assim os processos sao complicados e demorados. Ha outos jeitos, sim mas eles nao sao menos complicados e os tempos de espera sao maiores. Quais sao eles? Atraves de visto de trabalho e de visto de investidor. Infelizmente e isso.

  10. Agora que vi a publicacao Lu! Obrigada pela oportunidade e muita sorte para vc tbm! Fico feliz que minha entrevista tenha ajudado algumas pessoas 🙂

    Obrigada pelo feedback Andre, vc fez eu me lembrar de coisas que nao havia mencionado antes. Respondendo ao primeiro comentario do Andre, o motivo pelo qual eu falo bastante de clima eh pq moro em Edmonton, Alberta, um dos lugares mais frios do Canada. Antes do Natal, Edmonton foi o lugar mais frio do mundo por um dia, entao veja pq a questao de poder viajar ou morar em lugares mais quentes eh tao importante. O frio daqui nao se compara ao frio dos EUA nem em 20%. Sao 8 meses de inverno e pelo menos de 3 a 4 meses de -17C para baixo. Tem semana que fica de -40 a -50 a semana toda e a cidade aqui nao para igual outras, eh money money money entao vc tem que se empacotar e sair para trabalhar todo dia. Eu quis enfatizar a questao de clima pq 80% dos brasileiros que conheci voltaram ao Brasil por causa deste motivo, entao eh algo que tem que ser avaliado muito antes de vir para o Canada e como este blog eh feito para pessoas que pensam em imigrar, acho que eh um fator decisivo a ser discutido. E mesmo que muitas pessoas gostem de frio, muita gente nao consegue ter nocao do frio que faz aqui. Uma coisa eh gostar de um frio tipo Campos do Jordao ou inverno de NY, que dura menos tempo e logo chega o verao, outra eh gostar de um frio violento que dura 8 meses e tem frost bite warning de 2 minutos. Quando imigramos nao tinhamos nocao disso, e todos que conheci tambem nao, e mesmo que vc imagine o frio, quando vc o sente na pele, vixe maria… O verao dura apenas 3 meses e fica entre 20 e 25, eh quase um milagre chegar aos 30. A taxa de suicidio e depressao aqui eh off the charts e tudo estah relacionado ao frio. Alberta eh a provincia com mais oportunidades e empregos, por isso acho importante explicar bem. Vancouver tem um clima mais ameno mas chove muito e sempre fica nublado. Muita gente sai de lah pq diz que msm q seja mais quente, nao ver o sol durante semanas seguidas eh muito deprimente. Alberta pelo menos sempre tem o sol radiante no ceu, msm que a temperatura esteja nos -50. Toronto eh mais frio que Vancouver mas mais quente que Edmonton, mas a cidade nao tem a infraestrutura para aguentar tempestades de neve e dai sempre para tudo por lah. Montreal eh parte de Quebec e a lingua oficial eh frances, muita gente adora viver lah, mas tbm faz um frio danado. Alberta tem 5% de imposto enquanto todas as outras tem 14.5% e tbm tem os oil fields, o que traz muita gente pelo work permit para cah. Esses detalhes nao respondi na entrevista, por isso achei que deveria talvez explicar melhor aqui.

    Sobre a saude, eu sei que a saude no Brasil deixa muito a desejar, mas eu falei pela possibilidade de ser atendido, mesmo que nao bem atendido. Por exemplo, no Brasil eu cortei o dedo de fora a fora, dava para ver ateh o osso. Fui ateh o hospital (policlinica, publica, nao particular), entrei, esperei um pouco e fui atendida. O medico deu os pontos, eu sai e ponto final. Nos EUA vc nao consegue fazer isso sem desembolsar pelo menos uns $500 por 6 miseros pontos no dedo. Minha ex sogra quebrou a perna nos EUA, foi parar no hospital, tiveram que operar e engessar, por fim ficou quase 40 mil dolares com tudo que aconteceu. Fiquei meses e meses telefonando tentando resolver o financiamento e conseguir desconto para ela, foi um inferno. Neste quesito, msm o atendimento no Brasil sendo pessimo, pelo menos eventualmente vc eh atendido e nao tem que pagar uma quantia absurda dessas. No Canada eh igual ao Brasil, mas vc tem que estar com a papelada em dia, por isso falei que para quem estah ilegal deve ser tao complicado quanto nos EUA. Uma coisa que nao gosto do Canada eh nao ter nem a possibilidade de ter uma consulta particular igual se tem no Brasil. Vc tem que conseguir uma referencia do seu “family doctor” que eh um clinico geral e dai esperar as vezes 6 meses para ir a um medico especializado. Eu esperei 6 meses por uma endoscopia. Conheco duas pessoas jah que estao morrendo de cancer pq nao foram diagnosticados a tempo nessas esperas sem fim. Isso sim eh muito ruim e acabei nao mencionando antes e achei que deveria falar aqui tbm.

    Por isso pessoal, pensem direitinho em tudo e qualquer pegunta estamos ai 😉

  11. Muito legal este post fiquei ainda mais entusiasmado com a noticia que ela é prima dos irmãos Prezia,o blog deles ao qual acompanho já faz um bom tempo é muito bom e realmente esta família é muito merecedora de tudo que possuem agora,parabéns!

  12. Senti muita sinceridade do ponto de vista da autora de acordo com suas vivências.. Parabéns!

  13. E’ muito dificil as pessoas conseguirem entender o que menos 17, menos 30, menos 50 graus Centigrados… Partindo-se do principio que um freezer geralmente e’ mantido a menos 7 graus, e que o ponto de congelamento da agua e’ zero graus (depended da altitude) da’ pra se ter uma ideia da importancia que o clima (e o frio) devem fazer nas suas decisoes.
    Tambem moro em Edmonton, Alberta.
    Pra mim ate’ menos 20 esta’ ok, ja’ me acostumei, porem abaixo disso fica muito incomodo. E o tal frost bite e’ muito perigoso. Frost bite e’ quando as extremidades de nosso corpo, tipo dedos dos pes e maos, orelha, nariz, sao expostos a frio muito intenso e resulta em gangrena.
    Luvas, tocas e casacos pesados ajudam, mas em temperaturas muito extremas (menos 30 pra baixo) nao se fica pra fora por mais de que uns 3-5 minutos.
    Porem, com roupa apropriada, consegue-se contornar esses problemas. E quando digo roupa apropriada quero dizer que devem ser compradas no Canada, pois somente aqui se encontra roupas para frio extremo, como temos todo inverno.

  14. Eu também estranhei esses “prós” do Brasil, educação e saúde aqui não são itens para elogiar.

  15. Muito legal, mas a entrevistada errou falando – que na opinião dela – só dá pra entrar no EUA casando ou ganhando na loteria green card, não é assim: Tem visto LB1, H1B de trabalho, visto de estudante entre outros. Também não vejo muito preconceito contra imigrantes lá, ao menos que você more em uma cidade demasiada pequena e que seja o centro das atenções por sua nacionalidade, mas cidades grandes tais como Nova York esse problema não ocorre.
    Mas por fim, adorei a entrevista! 🙂

  16. Que difícil escolher entre os dois , a neve pra mim não seria uma coisa ruim pq eu procuro morar em um lugar que neva muito , estou pensando em fazer meu intercambio em Seattle porque fica a 2 horas de vancouver e por causa do fuso horário que me permite acordar um pouco antes da hora do almoço no Brasil e tomar café da manhã mais ou menos na hora do almoço no Brasil , mas parece que não neva muito , você pode me dizer algumas cidades que nevam muito nos EUA ? Agradeço desde já

  17. Lu e pessoal, olha soh uma novidade que quando dei a entrevista nao tinha sido lancada ainda!

    “A nova lei, que entra em vigor em 1 de Junho de 2014, diz que ao aplicar para o College, sendo esse uma instuição de ensino reconhecida pela Imigração do Canadá, com um curso de duração mínima de 6 meses, automaticamente o aplicante terá direito ao Work Permit, não sendo mais necessário a solicitação do mesmo após os 6 meses.”

    http://www.immi-canada.com/blog/news-imigracao-anuncia-importantes-mudancas-para-2014/

    Tem como highlight este comment ou colocar um PS na entrevista? rsrsrs Acho que muita gente vai ficar feliz com essa novidade! 🙂

  18. Obrigada Bárbara, vou colocar no fim da entrevista. Tem muitos que vão gostar de saber disso.

  19. Desculpa, mas podes comentar melhor esta lei que entrará em vigor a partir de junho de 2014?

  20. Falar que a saúde privatizada dos Estados Unidos é ruim e que a segurança é comparável ao Brasil é não saber do que está falando. Estranhamente ela não lembrou de falar das longas esperas que você tem que passar para fazer uma simples cirurgia de joelho no Canadá. Em NENHUM lugar do mundo o governo administra hospitais bem. A Saúde é uma área muito importante para que deixemos nas mãos incompetentes do Estado.

    O Canadá é irmão dos Estados Unidos e os dois têm uma qualidade de vida altíssima justamente por causa do “capitalismo desenfreado” da América do Norte.

    Os americanos não têm todo esse preconceito contra imigrantes. Isso é coisa de gente que acha que os republicanos são racistas e que o capitalismo é ruim.

    Lu, da próxima vez entrevista alguém que não seja Obamista.

    Só faltou ela falar que o Obama tem que proibir as armas na America (violando o Second Ammendment).

    Abraços, Lu. Eu adoro suas postagens sobre a America.

  21. Lu, ser “obamista” é ter a opinião daqueles eleitores do partido do Obama, o Democrats.

    Esse pessoal é à favor de existir saúde controlada pelo governo (que não é função do governo), é a favor de proibir armas de fogo (violando um direito de todo cidadão americano de acordo com a Segunda Emenda à Constituição), nunca gostaram dos republicanos e conservadores em geral, chamando-os de racistas, falam mal do “capitalismo desenfreado”, etc, etc, etc

    Eles são, no geral, esquerdistas que acham que a riqueza caiu do céu. Eu vi algumas características na menina que foi entrevistada que me lembra os “obamistas”.

    Desculpa se eu estou sendo chato. hehehe

    Abraços

  22. Olá Bruno,

    Para mim ser obamista é morar nos EUA e votar para o Obama 😀 Ela nem morar aqui e é brasileira/canadense. Ademais há muita coisa no Canadá que alguns americanos consideram “esquerdista”. Ela está acostumada com as coisas no Canadá o qual é diferente dos EUA em muitos aspectos e em muitos aspectos melhores, alguns dos quais são os considerados “esquerdistas”!

    Gostaria de dizer que não discrimino meus entrevistados ou meus seguidores, leitores, assinantes em relação a política, religião, sexo e etc. Isso nem entra na pauta quando vou entrevistar alguém. Acho que todos tem o direito de expressarem suas opiniões desde que eles sejam respeitosos na maneira com a qual eles as expressam por aqui.

    Não são todos os republicanos, mas o partido republicano é famoso por políticas que vão contra praticamente qualquer agenda imigrante e qualquer agenda que vá contra a de corporações e dos interesses deles. Muitos republicanos só sentem o aperto e mudam de opinião e se mexem quando algo do tipo ocorre com algum membro da família deles.

    Se você quer um exemplo real, pode ler a entrevista que a Tania (americana) nos concedeu sobre ela e o marido dela (brasileiro) e ver o que ela diz sobre a região onde ela mora e sobre os estrangeiros que vivem lá, vou deixar você advinhar que partido político é dominante naquela região do país…

    Ou pergunte para qualquer imigrante daqui que entenda de política americana e você verá. Ah, desconte a opinião dos cubanos por que a situação e privilégios deles é completamente diferente das dos demais estrangeiros aqui 😉

  23. Gostei muito de todas as informações e dicas dadas. Estou pensando em fazer intercambio para o canada para aprender inglês e essas dicas só me deixaram com mais vontade de ir para o canada.

  24. Boa Tarde, minha namorada viu uma vaga de nutricionista no canada e esta pensando em tentar, mas minha duvida e a seguinte, se ela for irei trancar minha faculdade (direito) e vou com ela, qual serviço, qual area e melhor para serviço braçal no Canada? Obrigado
    PS.: Não e nada certo, mas gosto de me preparar.

  25. Ola Eduardo,

    Faca sua pergunta ou faca sua pesquisa no site que foi indicado no texto, eles sabem do Canada. Sucesso!

  26. Pretendo ( Quando juntar uma grana ) fazer um intercâmbio no canadá, como estudante. Quero passar pelo menos um ano aprimorando o meu inglês e quem sabe um curso técnico. Acho que nesse período já poderia solicitar o canadian experience. Este é o país que quero viver! A entrevista foi muito boa. As perguntas foram excelentes. Parabéns.

  27. Muito bom o seu site!
    Rico em informações estou me preparando para minha primeira viaje ao exterior.Não decidi ainda se vou pro Canada ou pra América.
    Por enquanto estou colhendo as informações necessárias e você está me ajudando!
    Muito obrigado 🙂

  28. Lendo esse post eu quase tive um troço. A Bárbara nunca deve ter ouvido falar de Vancouver (cidade, aliás, situada na provícia ao lado da província onde ela mora). Aqui em Vancouver os invernos são super amenos. Temos praias, montanhas, rios, florestas… enfim, uma natureza exuberante, de fazer inveja ao Rio de Janeiro. Claro que não temos o clima do Brasil, mas sinceramente falando, eu acho o Brasil quente DEMAIS! Deposis de morar no Canadá por 13 anos (5 anos em Toronto e 8 anos aqui em Vancouver), eu acho que não sobreviveria nem uma semana no Brasil. O clima aqui em Vancouver é muito ameno. No inverno a temperatura raramente desce abaixo de -5C e, no verão, a máxima é de 28C. Claro que no alto das montanhas, no inverno, faz mais frio que na cidade, o que torna tudo mais interessante ainda, pois em muitos dias do inverno, você pode ir à praia de manhã e esquiar à tarde se quiser. Ou seja, num mesmo dia, você pode desfrutar de temperaturas, lugares e situações totalmente diferentes dentro da mesma cidade, porque o clima permite isso. Edmonton, apesar de situada mais próximo à costa oeste, fica nas montanhas e tem um clima bem mais rigoroso, assim como em Toronto, Montreal e outras cidades do leste do Canadá. Bárbara, fica a dica: prá economizar em passagens aéreas, vem prá Vancouver de carro prá fugir do inverno, boba! 🙂

  29. Muito interessante e bem esclarecedor eu morei por muitos anos na Florida, acho que os EUA eh um pais de oportunidades se voce eh jovem, gosta do idioma e tem um objetivo em mente senao pelo fato de ser um imigrante se torna um peixe fora d’agua !

  30. Good day everyone…can anybody tell me what is the best way to immigrate to Canada?Is it true that you must have job offer to get into Canada? Where can I find a job in Canada?

  31. Olá Jenny, recomendo que você visite o site indicado na entrevista acima, eles sabem tudo do Canadá. Sucesso!

  32. tenho pesquisado bastante pois pretendo me mudar para Canadá ou EUA, suas informaçoes ajudaram bastante, mas ainda não consegui me decidir .

  33. Bom dia!
    Estudante que trabalha aos sabados e domingos em uma grande rede de cafe, e do seu salario e’ tirado o imposto de renda de 25%, tem algum “beneficio”?

  34. Eu gostaria de entrar em contato com a barbara sobre o canada.. tenho muitas perguntas sobre la.. tem alguma maneira de contato??

  35. Muito bom essa conversa. Pra mim que pretendo ir para os EUA no final desse ano de 2016, porque tenho amigos de parentes que moram lá. Agora, não tô vendo a possibilidade de imigrar para o Canadá de lá. Aparentemente, pelos comentários também, quem já foi pra lá, inclusive vizinhos meus aqui no Brasil, falaram muito bem do país, muito acolhedor e tal. Agora, se fosse hoje, como seria possível essa “transferência”? Pois não sei se tem lugares para alugar Kitnet, por exemplo, como tem no Brasil.

  36. Acho leviano dizer que o sistema de saúde canadense é superior ao Americano. São diferentes. O Canadense e universal, semelhante a de alguns países europeus. O Americano não é universal, é privado. Acho que de graça nessa vida só beijo de mãe. O resto é pago. Ou com impostos, ou com o seu bolso. E no americano, apesar dos custos, é um dos mais modernos e gerador de conhecimentos e técnicas do planeta! Dizer que isso é ruim é uma visão leviana. E no Brasil, pagamos impostos maiores que os canadenses, o sistema publico é pífio, o conveniado é uma versão sim capitalista e surreal, e o privado é caro. Dos três, temos o pior destes mundos.

Faça parte da conversa: