O Que Ninguém Te Conta Sobre Os EUA

8 coisas que ninguém te conta sobre os EUA
por cgc76 via flickr

Segue abaixo uma lista com  8 coisas que ninguém te conta antes de você se mudar para os Estados Unidos e que seria melhor se você soubesse:

1. Que somente o visto não dá garantia alguma:

Quando o assunto é vistos nada é garantido. Garantias só depois do Green Card definitivo (e antes do definitivo tem o provisório em certos casos).

Até lá sempre esteja preparado pra surpresas ao longo do caminho. E falo isso para vistos que dão direito a imigração e não outros tipos.

Com outros vistos (estudante, trabalho e outros) é preciso ficar sempre atento a mudanças das regras e estar ciente que seu status nos Estados Unidos é temporário  e dependendo do que você fez ou deixou de fazer seu status imigratório pode mudar até sem você se dar conta.

2. Que conseguir entrar nos EUA e a duração de seu visto depende do oficial na imigração:

Outro dia um leitor me perguntou quanto tempo ele poderia ficar nos EUA com um visto de turista. Bem, a lógica seria pensar que se ele conseguiu um visto de seis meses, ele pode ficar seis meses aqui, não?

Só que as coisas não são tão simples assim e desde sua entrada até o tempo que você vai ficar aqui depende de quanto tempo o oficial no porto de entrada carimbar no seu passaporte. Ele pode te dar menos tempo que seis meses ou mais. Ele também pode negar sua entrada, se ele tiver motivos para tal, é claro. Então não precisa se desesperar mas é preciso ter noção disso.

Veja como a Bárbara teve experiências de entrada nos EUA diferentes de acordo com o passaporte que ela usou.

3. Que não ter carro aqui está fora de cogitação:

A não ser que você curta pesadelos diários. Entenda o porquê disso no nosso próximo item.

4. Que o transporte público nos EUA é um caos:

Ou inexistente, na maior parte do país. A não ser que você more em cidades tais quais NYC, Boston ou Chicago. Conheci uma americana da área de Chicago que até seus 20 e poucos anos nunca precisou comprar carro para se locomover e ela somente comprou um carro depois dessa idade por escolha. Esse é um caso raro.

E tente convencer seu filho adolescente que já pode dirigir que ele se vira bem sem ter um carro na Flórida, para ver o que acontece.

5. Que cada estado americano tem suas leis e regras e seu jeito para fazer de TUDO!

Estados americanos possuem bastante independência em relação a suas leis e etc e isso se reflete na maneira com as quais você obtém documentações, quem é que pode tirar carteira de motorista e como, quem é considerado residente e quem não é, como você compra e/ou aluga ou ainda vende sua casa, o que você tem que fazer ao mudar para outro estado,  ou seja, como transferir certas coisas.

Quais profissões exigem licenças e quais certificações profissionais são necessárias para trabalhar em certas profissões, entre muitas outras coisas. Por isso que fica difícil escrever especificamente sobre os assuntos citados acima. Isso sem falar que os vários condados dentro de um só estado possuem suas leis e regras. Aí as coisas ficam mais específicas ainda.

6. Que algumas redes de restaurante não dominam nos EUA:

Algumas redes de restaurante e isso também vale para supermercados e certos tipos de lojas, não possuem filiais em todas regiões do país.

Por isso você pode morar por um tempo na Califórnia e jamais ouvir falar de tal rede de bares famosa no Texas e/ou na Georgia, por exemplo.

Isso ficou evidente aqui no blog quando escrevi um post sobre as 10 redes de restaurantes mais amadas pelos americanos. Alguns dos leitores que comentaram expressaram que jamais ouviram sobre algumas delas e eu também jamais frequentei alguns dos nomes da lista.

7. Que o que (e quem) é famoso dentro dos EUA não possui o mesmo status no Brasil e em outros países:

Podemos usar o caso dos restaurantes acima como exemplo ou ainda usar algo mais comum: os famosos.Há aqueles famosos que aparecem em capas de revistas e noticiários de todo planeta, no entanto há outros que são um “produto” ou “marca” reconhecida somente dentro dos Estados Unidos.

Quando você chega aqui e assiste a um desses programas dedicados somente a celebridades, fica de boca aberta com o número de pessoas famosas aqui que você sequer sabe que existem no Brasil.

E alguns do famosos que você pensa que ainda estão em alta aqui, já caíram há muito tempo. A mesma coisa costuma acontecer com músicos e outros tipos artísticos.Mas é claro que se você fica atento a websites americanos estará mais por dentro dessas coisas.

8. Que a visão que se tem dos brasileiros e brasileiras aqui nem sempre condiz com a realidade:

Pode me corrigir se estiver errada, talvez as coisas tenham mudado no Brasil, mas há certas coisas que são brasileiras que acabam sendo aplicadas a todos brasileiros.

Claro que há a história do party like a Brazilian, e isso está certo, a gente curte uma festa mesmo. Mas o caso em questão é o do Brazilian wax. Pelo que sei, ou pelo que estava vigente no Brasil quando ainda morava lá, a mulherada não depilava tudo. Outro dia mesmo li que uma capa recente da Playboy brasileira causou certo furor por aparecer literalmente pelada de tudo na revista.

E já recebi e-mails de leitoras perguntando onde comprar produtos para descolorir os pêlos das pernas. Inclusive, muito americano e americana coça a cabeça e fica com cara de desgosto quando digo que isso é (ou era) uma prática comum no Brasil.

E quando americanos pensam em brasileiras eles acham que todo mundo faz brazilian wax e que depilam tudo, incluindo as pernas. Que isso é uma regra, tal qual a regra de que todas francesas não depilam nada, segundo eles né? Rsrs

Quer mais? Veja as Dicas da Lu

 Gostou do Post? Compartilhe!

More about Lu

Brasileira casada com americano. Moro nos EUA há mais de uma década.

5 thoughts on “O Que Ninguém Te Conta Sobre Os EUA

  1. marcos lima

    Mas realmente eu sou carioca e moro no rio grande do norte ultimamente ,mas meu objetivo e morar nos Eua ……pelo menos nesses dois lugares vi muito gente mulata como eu descolorir pelo menos isso e totalmente verdade
    e muito comum se vê na praia principalmente..kkkkkk
    mas muito interessantes essas informações do post,muito obrigado

  2. Lu

    De nada, Marcos. Obrigada por comentar.

  3. DERROTNEY (@LorranaLoris)

    olá, eu queria muito saber se a partir dos 18 anos eu posso ir morar lá nos eua e trabalhar lá com um trabalho artistico facilita mas as coisas, eu vou morar lá com a minha prima que tem 22 anos mas será que eu posso morar lá sem autorização dos meus pais?? muita obrigada

  4. Lu

    Lorrana,

    Se você é menor de idade tem que pedir autorização dos seus pais. Se você é maior de idade não. Quanto a poder trabalhar e morar aqui, isso depende do tipo de visto com o qual você vai vir para cá. Que tipo de visto que é?

  5. RITA BYRD

    queria dar meu pitaco aqui,hehe,depilacao,eu quando me tornei adolescente,nao conseguia conceber que tinha pelos pubianos,odiava,por isso,desde novinha mesmo,sempre tirei tudo,ate hoje,odeio,depilo tudo,as pernas nao preciso,ja que sou como meu pai,nao tenho pelos nas pernas,eles simplesmente esqueceram de nascer ali,bom,meu marido agradece todo dia,

Faça parte da conversa: