Para imigrantes

Os Estágios Da Adaptação De Imigrantes Nos EUA

chegada nos EUA

Na chegada:

Confusão, assombro, fascinação. Vamos por partes:

Confusão:

Muitas perguntas mas muitas perguntas do tipo: Por eles fazem isso e não assado por aqui? O que é aquilo? Pra que serve isso? Como faço tal coisa? E muitas outras indagações do tipo.

Assombro:

Nossa, não acredito que isso funciona aqui de verdade! Sempre pensei que isso jamais daria certo em lugar algum do mundo (geralmente por que a tal coisa não funciona e provavelmente jamais daria certo no Brasil).

Esse é resumidamente o estágio do inacreditável com direito a unicórnios, arco-íris e tudo mais.

Fascinação:

Tem sempre algo da cultura ou dos hábitos americanos e cotidiano nos EUA que você vai adorar e vai fazer sempre que puder.

Algumas dessas coisas são aquelas que você jamais imaginaria fazendo no Brasil ou  que você jamais imaginaria fazer por aqui…

Bem, isso até você colocar seus pezinhos por essas bandas e experimentar tal “pecado”.

Vou dar alguns exemplos possíveis: Comer dentro do carro? Sim, por que não? Comer fast food sempre que puder? Sim! Deixar de cozinhar por uma semana ou mais? Sim.

Durante a adaptação inicial nos Estados Unidos:

Feijoada

Mais especificamente os três primeiros meses em solo americano: Saudades, indignação, colocar defeitos em tudo, comparar tudo.

Saudades:

A saudade bate (em graus diferentes) e você começa a sentir falta de uma boa feijoada, dos seus familiares e amigos no Brasil e etc. O bom é que dá para dar um jeito nisso.

Indignação & comparação:

Por que você sente aquele tanto de saudades do Brasil, você começa a comparar tudo e colocar defeito em tudo ou muitas coisas do cotidiano por aqui.

Por que isso é melhor no Brasil? Por que eles não fazem tal coisa que nem onde morava e assim por diante, são perguntas comuns nesse estágio.

Mas não se preocupe, isso é só uma fase e assim como o assombro passa, ela também passará.

Últimos passos da adaptação:

adaptação morar EUA

Tranquilidade, nada mais te assusta e/ou te surpreende, você simplesmente sabe como as coisas funcionam aqui. Como se virar e como se comportar dentro dos parâmetros sociais esperados para os mais diferentes tipos de situações do dia a dia.

Você mantém certas tradições brasileiras vivas mas ao mesmo tempo entende mais sobre sua cultura e sobre a cultura americana, assimila boa parte das tradições deles e a respeita.

Parabéns, agora você está finalmente adaptado ao modo de vida americano.

Mas se você mora aqui há um tempo e ainda não tem certeza se está adaptado ou não, veja uma lista que pode te ajudar a descobrir se você está assimilado na cultura americana ou não.

Mora nos EUA? Já passou por estágios semelhantes dos citados acima? Gostaria de falar mais sobre o assunto? Deixe seu comentário abaixo.

Crédito Imagens: 
By aero icarus via flickr (CC BY-SA 2.0) 
By Jorge Gobbi via flickr (CC BY 2.0)
By littleli1985 via flickr (CC BY-SA 2.0)

Quer morar e/ou se adaptar nos EUA? Veja as 101 Dicas da Lu 

Gostou do Post? Compartilhe!

26 comentários sobre “Os Estágios Da Adaptação De Imigrantes Nos EUA

  1. Bom dia a todos e em especial ao autor do excelente blog. Gostaria muito de poder ler experiências de outros brasileiros que foram em busca de uma vida melhor na terra do Tio Sam. Abs

  2. Olá Alex,

    Muito obrigada pelo seu comentário. Os comentários do blog ficam abertos aos demais brazucas moradores dos EUA para partilharem suas experiências conosco. Outro dia mesmo fizemos uma entrevista com um turista que mora há alguns meses por aqui. Você pode conferir esse post nesse link: entrevista
    abçs

  3. Logo estou indo de vez mesmo que fique fora de status, esse Brasil tá osso.

  4. Lu, Vc é a prova viva da adaptação americana, as vezes contos alguns causos dos EUA, que tal coisa funciona assado, os brasileiros não acreditam. Falando nisso, seria legal tu fazer um post sobre sua adaptação dessas terras gringas ai.

    Inté o próximo post.
    XoXo

  5. Lu, passei por todos esses estagios,so nao costumava comparar com o Brasil, pois eu adorava o fato de tudo funcionar ai e ter seguranca. Entao me apaionei do comeco ao fim, so tive muitas saudades, ,mas agora nao vejo a hora de voltar! Beijos e parabens, leio seu blog faz mais de um ano, pois comecei lendo antes de ir pros states, agora depois d eum ano voltei e continua sendo muito util para mim, parabens!

  6. Sou seguidor fanático do blog há uns 2 anos…parabéns Lu. Tenho um sonho enorme de morar nos EUA e o seu blog me faz tocar cada pedacinho desse país com uma realidade que transcende a tela do meu notebook. Me sinto dentro dos EUA com as suas palavras. Queria saber se você teria alguma dica de busca de emprego daqui pra ir pros EUA já emprega. Parabééééénnnsss sou muito seu fã.

  7. Olá Ligia,

    Nossa! Fico muito feliz em saber que o blog te acompanhou na sua jornada pelos EUA. Muito bacana saber disso 😀 Desejo muito sucesso para vc!

  8. Olá Joabe,

    Primeiro passar seu VC para o inglês de acordo com a área profissional de seu interesse, ou seja, colocar as habilidades profissionais q vc tem que empresas americanas nessas áreas buscam. colocar seu resume em sites de networking profissional. Aperfeiçoar o inglês, quem quer trabalhar nos EUA precisa muito disso. Mas certamente fica mais fácil para certas profissões que estão em alta demanda por aqui serem contratadas do Brasil, tais quais aquelas nas áreas tecnológicas e científicas. Sucesso para você!

  9. Parabéns pelo blog, foi de excelente ajuda na minha preparação (principalmete psicológica) pré-mudança. Li várioos dos excelentes post e assimilei várias dicas da cultura americana. Estou aqui faz dois meses, fazendo faculdade. Acho q estou na segunda fase de adaptação, a saudade é grande e acho defeito em tudo. Rsrs 😀 Muito obrigado pelo blog, Lu. É muito ütil pra todos nós.

  10. Olá Vinícius,

    Nossa, fico muito contente em saber que o blog ajuda quem está aqui, especialmente na adaptação. Esse foi sempre uma das intenções principais do blog, senão a número 1 🙂 Muito obrigada pelo comentário.

    Sucesso e espero que você curta muito todas as fases da sua adaptação.

  11. Olá Lu.

    Como vive um casal com renda líquida de U$4.000,00?
    Sei que existem muitas variáveis mas para viver sem trabalhar, só com essa renda.
    Isento de impostos, filhos e dívidas.
    Casal com 35/45?
    Na Flórida, Texas ou California (não nas capitais.

    Obrigado adiantado.

  12. Olá Marcello,

    Vai depender das suas necessidades e do gosto de vocês. Comida na Flórida não pesa muitpo mas há outros gastos, some nas suas contas: Aluguel + transporte (carro) + seguro do carro + gasolina + seguro saúde (para os 2) + utilidades. Eu acho 4 mil pouco.

    A propósito, você pode comparar cidades desses três estados nos sites que indiquei nesse post do blog:

    Onde nos EUA morar?

  13. Em primeiro lugar parabens por esse web site. Moro aqui a 5 anos. Vim pra ca casada com americano e sem nenhuma nocao do q seri essa cultura. Mas vim nos bracos do melhor homem do mundo o q faz valer a pena. Admiro profundamente a cultura americana. Um povo serio e trabalhador. Eles dizem q sou uma pessoa conservadora e falam q eu sou seria. Engracado isso tudo, mas amo muito isso aqui. Obrigada

  14. Olá Ira,

    Muito obrigada pelo comentário. Concordo, há muita coisa admirável na cultura americana. Mais do que eu pensava até antes de vir para cá. Quanto ao comportamento, acho que há brasileiros que se acostumam mais fácil aqui e outros que temmais dificuldades justamente por isso 🙂

  15. Lu, quero muito ir morar fora, e já to treinando meu inglês. Amei o blog e as dicas. <3 Não aguento mais o Brasil não.

  16. Esse com certeza é um dos melhores blogs da área. Já estou me preparando pra morar definitivamente nos EUA, a família já sabe dos meus planos. Espero em Deus poder alcançar esse objetivo, caminhando já estou pra isso. Enquanto o dia não chega, vou lendo tudo sobre a vida por lá. Parabéns Lu por seu blog, é prazeroso ler suas postagens.

  17. Lu ,como vc se adaptou à necessidade de te rum carro pra ir a qualquer lugar?
    Eu estou morando no tennessee há dois meses e ficando louca esperando meu ssn , já que não posso dirigir ! Vc tem alguma dica? Ainda não conheço ninguém aqui, as pessoas parecem bem fechadas.
    Abraços

    Amanda almeida

  18. Olá Amanda,

    Como consegui meus documentos através do visto de noiva, tive meu marido me dirigindo para cima e para baixo até eu tirar minha carteira e pegar meu carro. Seu processo é através de trabalho?

  19. Bom dia! Parabéns pelo blog,
    Seus posts são excelentes. Acompanho sempre.
    Minha esposa e eu estamos analisando a possibilidade de morarmos/estudarmos nos EUA durante um tempinho.
    Temos um casal de filhos, um menino de 6 anos e uma menina de 4 anos.
    O último obstáculo por parte da minha esposa é justamente a adaptação das crianças.
    Eles já estão alfabetizado e semi-alfabetizada respectivamente e minha esposa sempre pergunta. Como será a adaptação deles? Escola? Idioma? Amiguinhos?
    Na minha opinião, acredito sinceramente que a adaptação das crianças será bem mais tranquila do que a nossa.
    O que você me diz? Conhece alguma história de alguma família que tenha passado por experiência parecida?
    Desde já fico muito grato pela atenção e ansioso pela resposta.
    Grande abraço.

  20. Olá dparreira,

    Muito obrigada por acompanhar o blog. Você tem razão e sua esposa está se preocupando à toa 😉 Crianças se adaptam muito mais rápido e facilmente à vida nos EUA, se adaptam tanto que depois podem nem querer mais voltar a morar no Brasil rsrs Elas aprendem a falar inglês mais rapido devido a exposição diária ao idioma na escola e há até aulas de reforço do idioma para alunos estrangeiros, fazer amizades quando crianças aqui é bem mais fácil do para adultos. Infelizmente a maioria das famílias que conheço as crianças nasceram aqui ou vieram para cá quando bebês, mas sei que os pequenos aprendem rápido pois muitos deles são bilíngues e até trilíngues dentro de casa e falando a língua, tudo fica mais fácil.

    Quanto a escola, escrevi vários posts com dicas sobre escolas e muitos outros sobre todos aspectos da adaptação por aqui. Dê uma lida neles.

    Abçs

  21. LU, muito obrigado pela rápida resposta.
    Vamos ver se minha esposa destrava de vez. 😀
    Talvez você possa me ajudar com uma outra dúvida.
    Ouvi dizer que tem um site oficial americano onde posso colocar o ZIP CODE da residência ou do local que estou escolhendo para morar e o site me mostra as escolas disponíveis com detalhamento de tipo e ranking (nota).
    Você conhece algum site com esta finalidade? Podes indicar?
    Desculpe se a pergunta está em postagem errada.
    Obrigado.

  22. Olá D,

    Sem problemas. Espero que sim, ela não tem nada com o que se preocupar em relação a isso e pode ficar tranquila. O site oficial provavelmente é o site do departamento de educação do estado no qual vocês vão morar, cada estado tem seu próprio website e eles não são idênticos. Mas há outros websites que fazem isso e inclusive escrevi recentemente sobre o assunto no post “onde encontrar reviews de escolas nos EUA” onde há uma lista com sites não oficiais desse tipo. Esse é um artigo recente, se você for na página inicial do blog vai encontrá-lo entre os posts de lá. Sucesso!

  23. De nada, Danilo. Sucesso para você e sua família aqui! Tenho certeza que vocês vão adorar aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *