Para imigrantes

Imigração É O Assunto Mais Quente Na Mídia Americana

Immigration Reform
By pamhule via flickr  (CC BY-NC 2.0)

Depois que o número crescente de votos latinos na última eleição foi sentido e refletido na reeleição do presidente americano, os dois partidos mais proeminentes nos EUA estão discutindo a reforma imigratória  e parece que um possível acordo deve sair mais cedo ou mais tarde sobre o assunto.

Dessa vez o acordo poderá ser bipartidário e englobará diversas áreas problemáticas no quesito imigração. Semana passada Obama definiu alguns dos pontos que devem ser resolvidos, os quais condizem com o rascunho para uma possível reforma abrangente do sistema imigratório como definida por oito políticos, sendo quatro deles republicanos e os demais democratas.

Esses pontos foram basicamente:

  • Reforçar a fronteira com o México ainda mais (segundo estimativas o número de imigrantes tentanto entrar pela fronteira mexicana diminui 80% nos últimos anos).

Essa é inclusive uma das principais desculpas usadas pelos republicanos até hoje para barrar qualquer reforma (agora que eles viram que o povo americano realmente vê que uma reforma é beneficial para o país, eles estão se juntando a opinião pública. Vamos ver se eles vão usar essa desculpa esfarrapada para enrolar o processo novamente).

  • Fiscalizar ainda mais e punir os donos de negócios que contratam indocumentados. Criar um sistema nacional que vigie esse detalhe eletronicamente.

Essa é a prioridade número um segundo o presidente, as seguintes seguem abaixo:

  • Criar um “caminho para a cidadania americana” para os quase 11 milhões de indocumentados dentro do país. Para participar disso eles teriam que passar por um background check (verificação de antecedentes criminais), pagar impostos devidos, pagar uma multa como penalidade por ter ficado ilegalmente no país, aprender inglês e por último ter o processo deles colocado no “fim da fila” , ou seja, atrás dos processos dos estrangeiros que aplicaram para o Green Card e imigraram para os EUA e não ficaram ou entraram no país ilegais.

Obama deixou bem claro que esse “caminho para  a cidadania” não será rápido e que os indocumentados devem preencher todos os requisitos citados acima, no entanto ele considera esses pontos “justos” para quem quer obter um dia a cidadania americana.

Outro ponto no qual o presidente tocou foi o de melhorar e reformular o sistema imigratório atual, modernizando-o e com isso permitindo que  familiares de cidadãos americanos de outras nacionalidades possam ficar juntos durante o processo e/ou diminuir o tempo de espera nesses casos.

Ainda que estudantes que desejam cursar o ensino superior nos EUA nas áreas de tecnologia e ciências exatas tenham seu próprio caminho para obter o Green Card (algo contrário do que acontece hoje, onde estudantes podem até conseguir seus diplomas aqui mas que devem regressar ao seu país de origem após o término de seus cursos).

E embora Obama não tenha falado sobre o caso de casais gays que buscam o mesmo direito imigratório que casais heterossexuais nessa conferência de imprensa, ele certamente entrou para a história americana quando comentou sobre isso durante seu discurso de toma de posse dia 21 de Janeiro.

Embora essa parte seja mais delicada e mais complicada de se colocar em prática devido a resistência dos republicanos em relação aos direitos gays, é possível que até casais homossexuais poderão ter seus direitos imigratórios futuramente.

Ainda há muita coisa a ser discutida e isso certamente irá gerar muita comoção tanto entre os políticos quanto na população americana.

101 Dicas Para Quem Quer Morar Nos EUA

Gostou do Post? Compartilhe!

8 comentários sobre “Imigração É O Assunto Mais Quente Na Mídia Americana

  1. Oi, meu nome é Bruno. Eu moro em São Paulo, Capital. Eu tenho o sonho de ir morar nos Estados Unidos desde que eu tinha 14 anos de idade (hoje tenho 22). Eu não apoio o atual presidente dos Estados Unidos (sempre gostei dos Republicanos). Porém, acho essa reforma uma ótima investida do governo americano para melhorar a relação com os estrangeiros. Sempre deve haver uma dificuldade para entrar em países ricos, só assim o país consegue continuar com a ordem que tem. Eu prefiro que seja difícil pra eu conseguir algum dia morar nos Estados Unidos, sabendo que o país vai continuar bem limpo e organizado. Prefiro me esforçar 5 anos pra conseguir um visto e saber que o país continua bom de se viver. Lu, ontem você torceu pros Ravens ou pro 49ers?

  2. Lu, eu também acho que já passou da hora para uma reforma imigratória. Um outro ponto é que os imigrantes que fazem o caminho certinho pagam caro e esperam 11 anos parao green card (dependendo do tipo de visto), mesmo trabalhando, gerando trabalho e pagando os impostos.
    Só uma correção, o estudante depois de formado aqui nos EUA, caso consiga um sponsor, pode ficar sim. Claro que depende do tipo de visto. E mesmo se o visto o obrigue a voltar para casa, ele pode pedir um waiver e ficar aqui. Eu vejo isso na área acadêmica e também para médicos.

  3. Oi Lorna,

    Nao existe waiver para estudantes ficarem aqui, somente se o estudante conseguir um sponsor atraves visto de trabalho e dai sim. Mesmo assim e um processo consular, ou seja, o estudante tem que voltar para um consulado americano fora do pais para fazer a entrevista. Se fosse assim os deputados e o proprio Bill Gates (assisti a uma entrevista com ele falando sobre imigracao outro dia) nao estariam reclamando que os estudantes vem pra ca se formam e nao tem como ficar e com isso acabam abrindo oportunidades de negocios e geracao de empregos em paises onde e mais facil conseguir residencia.

  4. Para o Bruno que mora em Sao Paulo, eu tambem sou paulista da Baixada Santista, e gostaria de dizer que voce tera que escolher entre querer morar nos EUA, ou gostar dos republicanos, porque eles odeiam imigrantes, eles nao deixam passar qualquer lei de reforma imigratoria, e o fato de eles aceitarem apenas uma lei para trabalhadores agricolas, estudantes, e trabalhadores altamente qualificados, (os demais 11 milhoes continuariam indocumentados) nao e porque eles perceberam que seria bom para o pais, mas sim porque eles perderam essa ultima eleicao presidencial pelo peso do voto hispanico que cresce a cada eleicao, mas estao fazendo essa concessao contra a vontade deles, eles chamam os imigrantes de ilegais, os democratas mais humanos os tratam como indocumentados. Eles sao tao preconceituosos com imigrantes, que dois estados governados por eles Arizona, e Alabama, criaram leis locais dando poderes de policia imigratoria podendo o policial caso desconfie de alguem, prender qualquer trabalhador que nao possa comprovar algum documento legal. Eles nao se importam de separar familias, e deportar um chefe de familia mesmo que este tenha um filho, ou uma esposa americanos. O presidente Obama prometeu que faria uma reforma imigratoria ampla em seu primeiro ano de mandato, mas nao conseguiu porque nao obteve o minimo de votos necessarios gracas aos ultra conservadores republicanos que se negaram a votar a favor. Hoje o senado tem mais democratas, vamos aguardar pra ver o que acontece.

  5. Bom dia, Lu! Como vai?

    Há algum tópico nesta reforma que permita ao responsável de um menor que foi para os USA estudar, que trabalhe enquanto seu filho está no high school ou college?

    E como é possível aplicar para uma bolsa universitária para um estrangeiro, por conta do basquete. Tipo, o meu filho treina basquete e, caso ele se saia bem em seus treinos (que começaram há pouco), é possível eu aplicar para bolsa em alguma universidade por conta do esporte? E, nesse caso, eu como responsável posso acompanhá-lo?

    Saudades do blog, sempre surpreendente!

    Sucesso!
    Bjs

  6. Para o Claudio que mora na Baixada Santista. Sinto muito, amigo. Mas, eu gosto dos Estados Unidos mesmo. Eu não quero ir morar lá para ter um emprego e voltar pro Brasil. Eu gosto da LIBERDADE que há nos Estados Unidos (que o Obama está querendo tirar). Eu gosto da CULTURA americana. Agora, você querer dizer que papai Obama gosta de imigrante é brincadeira, né? Esse presidente foi o que mais EXPULSOU imigrantes na História dos Estados Unidos. Eu conheço americanos republicanos e o que eles não querem é que pessoas entrem lá DESCONTROLADAMENTE e que não respeitem a cultura do país. Os mais racistas são os democratas, que querem aumentar o salário mínimo, provocando desemprego principalmente entre os negros. E há outros exemplos que dizem quem são verdadeiramente racistas e contra a LIBERDADE. Abraços. 🙂

  7. Ola Marion,

    Infelizmente nao. E que estudantes ja podem trazer acompanhantes (entao se ele conseguir estudar aqui vc pode acompanha-lo), o detalhe e que voce nao pode trabalhar.

    O que posso te dizer e que voce tem que entrar em contato com high schools e universidades daqui e ver como o processo funciona.

    Boa sorte!

Faça parte da conversa: