O Que Americanos Podem Aprender Com Brasileiros

Pessoas que lêem o blog pensam que somente “puxo o saco”dos americanos e que a idéia que quero passar é de que a vida nos EUA é uma maravilha e que aqui é o paraíso na terra.

Porém se esses mesmos indivíduos parassem para ler com atenção os artigos que escrevo (e digo com atenção pois me parece que muitos deles comentam e se indignam sem ter lido direito o texto ou ter entendido tudo errado) veriam que minha opinião tem se modificado conforme o passar do tempo.

E que embora eu ainda admire muitas coisas desses país e dos americanos (seja em comportamente, costumes e tal), nunca disse que aqui tudo é um mar de rosas ou que não há coisas negativas aqui também.

Da mesma forma que já falei sobre o que aprendi convivendo com americanos e outros estrangeiros aqui e que essas lições poderiam muito bem ser repassadas e colocadas em prática pelos brasileiros e quem sabe muitas coisas melhorariam no Brasil, também acho que os americanos poderíam aprender com os brasileiros. Sim, já que ao contrário do que ouço e leio por aí, não odeio os brasileiros e não odeio o Brasil.

Somente uso daquilo que se chama aqui de “tough love” e realmente acho que somente quebrando o ego da pseudo-cultura brasileira é que as coisas mudarão para melhor, mas como já disse em outro post, mudanças somente ocorrerão depois de que o povo se tocar que há algo de muito errado na situação toda.

O que é um tópico extremamente sensível para o ego de alguns brasileiros. É cada coisa que já ouvi deles que vocês não tem noção, mas são coisas que não vale a pena serem colocadas para fora.

Enfim, voltemos ao assunto. Entre as coisas que acho que americanos poderiam aprender com brasileiros estão:

Aprender a relaxar de verdade:

Americanos parecem bonecos movidos à pilha. Eles trabalham, trabalham, trabalham, mal descansam e consomem, consomem, consomem, o ciclo continua sem que eles párem para analisar e se conectar mais com os outros. A vida do americano comum se resume a isso.

Mas se eles parássem para pensar um pouquinho no por que eles sempre buscam manter as aparências e subir de carreira, muitos deles não encontrariam uma resposta satisfatória, por mais elaborada que ela seja.

Eles não sabem relaxar de verdade. Na sociedade consumista a diversão principal é fazer compras, comprar coisas para melhorar a casa para aumentar o poder de venda da mesma, por exemplo, fazer mais compras e você já deve ter deduzido o restante.

Americanos sequer possuem uma hora de almoço! Muitos ficam em meia hora e olhá lá . Duas horas então? Nem pensar. Eles comeriam melhor se tivessem mais tempo para aproveitar o almoço. Mas esse é somente um pequeno exemplo.

Conectar-se ao próximo de outras formas

Muitos americanos participam ativamente de suas comunidades e procuram melhorá-las, eles participam de caridades e etc e isso é ótimo. Porém não é a desse tipo de conexão que me refiro… Ao mesmo tempo que servir a comunidade é algo grandioso, eles costumam ser mais desconectados de seus familiares e amigos, tudo em nome da ambição e de subir de carreira.

Eles se mudam mais do que uma pessoa comum no Brasil se mudaria em toda sua vida e conexões com parentes costumam ser mínimas. Sendo assim, a rede de suporte emocional deles é faltante e certamente influencia na qualidade de vida.

Tudo bem que o maior motivo pelo qual muitas  famílias brasileiras e de outros países são mais unidas é basicamente uma questão de sobrevivência, mas todo mundo sabe que esses laços são importantes psicologicamente. Isso nos leva ao próximo item:

Estressar menos:

As coisas são interligadas. Se americanos soubessem relaxar de verdade, eles seriam menos estressados. Ponto final. Haveriam menos problemas de trânsito, as pessoas gostariam mais de seus empregos (especialmente as que trabalham com atendimento ao consumidor) e a maioria seria mais feliz. Menos estresse, menos impaciência. Melhor qualidade de vida.

Ficar mais aberto a novas experiências:

Como americanos gostam de organização e do previsível, eles costumam ser menos abertos a experimentar em geral. Eles costumam evitar coisas, situações e pessoas diferentes a primeira vista.

Eles poderiam aprender com os brasileiros no sentido de genuinamente tentar se relacionar com esses itens e pessoas (algo que faz com que voltemos ao item anterior de conexão em geral), de querer aprender algo novo e estar mais aberto a outras culturas.

Parece que as três lições que americanos poderiam aprender com brasileiros não são muita coisa se compararmos com as mesmas que os brazucas poderiam aprender com os costumes da terra do Tio Sam, mas a realidade é que  essas pequenas coisas fazem muita diferença.

[box title=”Quer morar e/ou se adaptar nos EUA?” color=”#f00″] Veja as dicas da Lu: 101 Dicas Para Quem Quer Morar Nos EUA [/box]

Gostou Desse Post? Compartilhe Com Seus Amigos!

More about Lu

Brasileira casada com americano. Moro nos EUA há mais de uma década.

10 thoughts on “O Que Americanos Podem Aprender Com Brasileiros

  1. dayani

    oi adorei o post muito legal , mais eu tenho uma duvida
    bom eu tenho um amigo que mora nos eua entao ele foi iliegal foi pelo mexico
    ai ele esta falando que para ele ir em bora ele tem que fazer um passa porte nos eua??
    mais como ele pode fazer um passaporte la se ele e ilegal?
    isso e verdade mesmo ele precisa do passaporte pra ele vim embora ele pode fazer um passarporte nos eua?
    muito obrigada se vc puder me responda 😀

  2. Lu

    Dayani,

    Sim, ele precisa fazer um passporte para poder voltar para o Brasil e esse passaporte ele faz no consulado brasileiro nos EUA. Ele é brasileiro e portanto o consulado deve prover serviços consulares para ele, independentemente de ele estar legal ou ilegal. Quem cuida da imigração é o governo americano.

  3. dayani

    Thank you 😀 you are the best 😀

  4. Lucas Mateus Paulino

    Olá Lu, estou como uma dúvida, que não tem nada haver com o post. Os EUA, um país muito populoso com milhares e milhares de pessoas, para onde vai todo o lixo produzido? Pois, quando vemos em filmes, é tudo tão verde, tão limpo, sem sujeira no chão… Vocês aí têm lixões como no Brasil? Ou áreas onde queimam os lixos? Obrigado e parabéns!

  5. Wilson Lira

    Oi Lu!
    Acho que aqui vai um desabafo dessa país nosso aqui em baixo… Desde sempre percebi que tem muitos aspectos nos EUA que precisam ser transferidos para o Brasil: um deles é a aceitação para o crime hediondo, ou o assassinato. Nos EUA as pessoas não toleram que sua liberdade seja ameaçada: se tiver um problema de criminalidade, eles vão ter um senso comum e liderar uma onda de protestos e pressão contra as autoridades locais para tentar resolver o problema. Já no Brasil as pessoas reclamam e se trancam ainda mais nas suas casas, parece até prisão de segurança máxima. Nunca vi na minha vida uma casa nos EUA da classe média com cerca elétrica! Aqui as pessoas so reclamam, e porque as leis sao extremamente bondosas com o criminoso (por exemplo a LEI FLEURY, que permite ao assassino ficar em liberdade enquanto durar o processo dele….)! Eu sou a favor de prender e destruir pessoas que existem para tirar a liberdade de outros, sou contra a impunidade no Brasil e espero poder contrinuir para abrir a mente das pessoas para que nao sejam coniventes com o crime! Se tiver algum comentario sobre isso eu agradeço! Também outra coisa legal, é sobre a infra estrutura: Compare a Av Brigadeiro Faria Lima, com a Washington Boulevard em Detroit!!!! Um absurdo! COloca no google maps e vc vai sentir o mesmo…. As ruas não tem recapeamento decente, as calçadas nao sao padronizadas! Os fios alem de serem bagunçados nao sao subterraneos, o que embora encareça, limpa completamente o local! ….. Agora imagine o inferno que está sendo em aguentar funkeiros malditos com Carros com equipamento de SOM no mais alto ruido e nem a policia nem a prefeitura querem assumir a responsabilidade de exterminar essas pragas! No meu bairro é uma luta, e ate em bairros tradicionais como no Ipiranga, SP, ja esta um problema grave. Entao como vc pode ver, sao coisas futeis, que poderiam ser resolvidas por uma sociedade interessada em melhorar a qualidade de vida, o que infelizmente não está acontecendo…fico triste em nao conseguir mudar tudo, mas com certeza atraves dessas comparaçoes, vou conseguir provar que existe muitas melhorias a serem feitas! Espero em breve estar ai para concluir um trabalho sobre planejamento urbano. Um abraço! E continue com seus posts, sao muito bons!!! Will

  6. Juliane

    Oi Lu, realmente americanos precisam cuidar mais do bem estar fisico e emocional, moro em Louisiana com meu marido americano, e ele viaja muito a trabalho e vejo o quanto se sente estressado!! Obrigada por suas postagens, sao muito uteis!

  7. Lu

    Juliane,

    Americanos realmente trabalham demais, descansam de menos e se estressam por isso…Mas quem sabe a cultura muda um pouco a partir do momento que eles se tocarem dos efeitos negativos que isso tem na saude deles. Obrigada por ler e participar do blog!

    Volte sempre!

  8. cristian

    eu quero muito muito mesmo morar nos EUA, gostaria de saber o que é necessário para conseguir um visto permanente sem ter parentes la, desde já muito agradecido! 🙂

  9. Lu

    Olá Cristian,

    Na verdade, visto permanente não existe. O que existe são vistos que dão maiores chances de abrir um processo para obtenção do green card. O que você tem que fazer é ir ao site do consulado americano no Brasil, ler e entender os processos dos vistos que permitem que no futuro a pessoa consiga aplicar para o GC. Leia mais sobre esses tipos de vistos aqui:

    Vistos que mais dão chances para o GC e recomendo esses outros posts também:

    Sobre o Green Card Especialmente esse aqui: Como funciona a fila para o Green Card já que ele responde a sua pergunta. Você só precisa de um pouco de inglês para entender o gráfico.

    Pesquise bastante, compare suas opções, veja qual é a melhor para seu caso e sucesso!

  10. Larissa

    Olá! gostei muito do seu blog e muitas coisas aqui fazem completo sentido, mas você vive martelando no fato de nos EUA eles exigirem seus direitos e serem tratados corretamente pelos governantes enquanto no Brasil somos explorados e não fazemos nada, mas acho q os EUA tem um problema ainda pior, que é sua política externa, o governo estadunidense faz o que quer com os outros países e sua população não reclama enquanto isso não os afeta. Seu governo promove guerras em países distantes só para mover a economia do país mas seus cidadãos fingem que não é verdade e que terrorismo é coisa só de países do oriente médio, como se os EUA não fizessem o mesmo. A política brasileira é ridícula em muitos aspectos, mas pelo menos nós sempre evitamos conflitos que possam levar a disputas armadas com outros países e eu acho que essa é uma parte tão importante quanto a forma de tratar os próprios membros do país pois é muito egoísmo achar que tudo bem as guerras promovidas pelos EUA desde que seus membros sejam protegidos disso.

Faça parte da conversa: