Para imigrantes

Idéias Bizzaras Que Se Tem Dos Imigrantes Brasileiros Nos EUA

Já falei sobre diversas concepções errôneas que alguns brasileiros possuem de seus conterrâneos que aqui vivem no post mitos sobre brasileiros nos EUA.

Mas hoje falarei especialmente de uma das percepções mais erradas que existem sobre brasileiros aqui. A idéia de que praticamente a maior parte daqueles que  moram nos EUA possuem pouco estudo.

Muito pelo contrário… Aquela velha história de que os que vêem para cá são pobres coitados que não sabem sequer escrever os nomes em português, quanto mais falar inglês é besteira.

A maioria dos brasileros que conheci aqui, por exemplo, possuem ensino superior completo, muitas vezes até mais de um ou dois diplomas! Inclusive a primeira brasileira com a qual conversei ao chegar aqui era fisioterapeuta no Brasil e  ela trabalhava como garçonete aqui.

A única maneira de vir para os Estados Unidos não se limita ao fato de se casar com cidadãos americanos e vários brazucas vieram morar aqui por conta de seus trabalhos também ( e vamos ser realistas, para se conseguir vir através de trabalho é preciso ter boa formação acadêmica e especialização profissional). Además uma boa parcela desses brasileiros são provenientes de familías boas de vida no Brasil, já falam inglês bem e etc.

É claro que há aqueles que mal terminaram o ensino médio e que não falam nada ou pouco inglês e que vieram para cá vai lá se saber como, mas a concepção de que esses últimos são a maioria é errada.

Portanto mais errada ainda é a percepção de que somente  pessoas sem muita escolaridade trabalham em serviços braçais, pesados por aqui.

Como já disse acima, a fisioterapeuta virou garçonete, o dentista limpa casas. Já conheci pessoas que eram advogadas no Brasil e que aqui viraram donos de empresa de limpeza de casas (o que quer dizer que eles começaram limpando casas) e assim por diante.

Aliás, os tempos mudaram devido ao estado da economia americana e às taxas de desemprego e por essa razão muitos do brasileiros sem muita instrução, os quais possuem maior dificuldades de arrumar empregos, voltaram para o Brasil.

 Gostou Do Post? Compartilhe Com Seus Amigos!

[box title=”Quer morar e/ou se adaptar nos EUA?” color=”#f00″] Compre o ebook da Lu: 101 Dicas Para Quem Quer Morar Nos EUA [/box]

5 comentários sobre “Idéias Bizzaras Que Se Tem Dos Imigrantes Brasileiros Nos EUA

  1. Oi Lu, tudo bem? Eu tenho planos para ir para aí no futuro, não querendo ser chato, mas tem como você me dizer a probabilidade de dar certo? Tenho 13 anos, no final do ano que vem vou tentar fazer ensino médio técnico em Informática, e logo vou tentar fazer Ciências da Computação na UFRJ ou na UERJ (se tiver o curso, claro). Eu falo inglês fluente, atualmente estou melhorando o mesmo em um curso de inglês. Poderia me dizer qual a probabilidade (e como eu poderia) de conseguir um emprego em San Francisco? Grato 🙂

  2. Olá Lucas,

    Dar certo depende somente de sua força de vontade para batalhar por seu sonho! Você já está melhorando seu inglês, o que é ótimo e você sabe o que quer (ciência da computação) e essa é uma ótima escolha de curso.

    Você tem várias opções:

    * vc pode fazer seu curso universitário aqui nos EUA e tentar uma internship ou um visto de trabalho depois do término do curso,
    * vc pode fazer seu curso no Brasil e tentar uma pós aqui e depois o visto de trabalho
    * você pode terminar seu curso universitário no Brasil e tentar um emprego em algum empresa de San Fran.

    Recomendo que vc leia mais detalhes sobre vistos (de estudante e de trabalho) no site do consulado americano no Brasil, eles explicam os requerimentos e processo e vc já pode ter uma idéia do que esperar em casa caso e pode se preparar desde já.

    Boa sorte!

  3. Olá Lu. Você acha que no caso de ciências da computação daria problemas com validação do visto e tal?

  4. SINCERAMENTE LÚ , ACHO QUE VOCE ETÁ QUERENDO LEVANTAR A MORAL DOS BRASILEIROS QUE SE AVENTURAM PELO EUA. NÃO REFIRO AOS VÃO COMO CONTRATADOS DAQUI, MAS AOS QUE VÃO DE FORMA ILÍCITA MESMO, QUE É A MAIORIA. ATUALMENTE EXISTEM CERCA DE 100.000 BRASILEIROS EM SITUAÇÃO IRREGULAR NOS EUA, ESSE NUMERO JÁ FOI SEGUNDO Mariana Zylberkan DA REVISTA VEJA, BEM MAIOR. O GRAU DE INSTRUÇÃO DESSES BRASILEIROS É O PIOR POSSÍVEL. GENTE COMPLETAMENTE DESPROVIDA DE ESPECIALIZAÇÃO, TRABALHAM COM ATIVIDADES QUE NENHUM AMERICANO QUER. RECEBEM O PIOR SALARIO POR ISSO, E AS CONDIÇÕES E OS DIREITOS TRABALHISTAS PRATICAMENTE NÃO EXISTEM. O RISCO DE DEPORTAÇÃO É IMINENTE . ACHO QUE VOCE DEVERIA PESQUISAR MAIS. DESCULPE.

  5. Leonardo. Levantar moral de brasileiros? Nada a ver. Inclusive repito a todos que NÃO recomendo que NINGUÉM venha para cá ilegalmente ou que “vá ficando” por aqui de qualquer jeito. Discordo da opinião dessa jornalista. Ela mora aqui? rsrs Acho que ela pegou um geral de todos imigrantes ilegais não somente os brasileiros. Claro que há imigrantes sem nenhuma ou pouca escolaridade aqui, mas eles são em sua maioria mexicanos e de países da América Central já que eles costumam atravessar a fronteira.

    A maioria dos imigrantes brasileiros que moram aqui tem no mínimo o colegial completo. Sinceramente nos meus quase 10 anos aqui jamais encontrei um brasileiro sequer que tivesse somente o ensino fundamental ou o ensino fundamental incompleto. Muitos dos brasileiros que conheço tem ensino superior completo, especializações e etc.

    O motivo que imigrantes ilegais se submetem a trabalhos braçais e subempregos, como você descreveu, NÃO é por falta de escolaridade e sim por falta de DOCUMENTOS! Sem bem que muitas vezes uma pessoa que trabalha com limpeza aqui ganha muito mais do que uma profissão “respeitada” no Brasil, por exemplo.

    Ademais, se a pessoa não tem o mínimo de instrução e escolaridade, como é que ela vai passar na entrevista do visto?! E já ouvi histórias de brasileiros com diploma que vieram pela fronteira do México.

    Acho muito interessante essa visão que alguns brasileiros tem de imigrantes, parece que eles pensam que imigrantes vem para os EUA ( e outros países) só por que eles não são capacitados profissionalmente e não conseguem empregos no Brasil e os que são só com visto de turismo ou trabalho. (já que no Brasil há empregos aos montes pra pessoas capacitadas e o pagamento é divino). Tenho a impressão de que esses mesmos brasileiros querem diminuir ou ignorar a capacidade de imigrantes só por que eles tiveram a coragem de deixar um país de 3o mundo para procurar uma vida mais digna no exterior.

    Ah, seria interessante se você colocar o link da dita reportagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *