Dicas de viagem, Para Estudantes, Para imigrantes

7 Pecados Capitais De Quem Quer Morar Nos EUA

Conheça abaixo os 7 pecados capitais, ou seja, os 7 erros mais comuns de quem quer morar nos EUA:

1: Não falar inglês.

Um dos pecados capitais de quem quer morar aqui nos EUA é pensar que vir para cá sem falar inglês é uma excelente idéia. Errado. Já até fizemos um post explicando o porquê disso, você pode ler ele aqui.

2: Não se informar sobre qual o melhor visto para seu caso.

Cada caso é um caso, você pode vir sozinho ou com acompanhantes, eles podem ser seu esposo/a ou outros familiares. Há vários tipos de vistos, alguns deles dão oportunidades para que se consiga um Green Card (o cartão que dá permissão para residência permanente nos EUA), já outros não.

É preciso pesquisar sobre tudo isso e aconselhamos que se faça isso em sites do governo americano. Embaixadas e consulados americanos no Brasil possuem versões em português também… Portanto nada de desculpas!

3: Não se informar sobre mudanças de leis de imigração.

As leis imigratórias para os Estados Unidos podem mudar de uma hora para outra e sem aviso algum por parte do governo americano. Essas mudanças podem variar desde exigências adicionais para certos vistos e até extinção de alguns deles.

Dá para entender a importância de fica ligado nessas notícias de última hora que podem influenciar seu processo imigratório ou até no seu processo de viagem para os EUA, não ?

4: Não se informar sobre a cidade ameriana na qual você irá morar.

A extensão dos EUA é imensa e por aqui há cidadezinhas que são o fim do mundo também. Sendo assim é interessante procurar saber mais sobre a cidade na qual você pretende morar.

A maioria das cidades americanas possuem websites oficiais que dá informações sobre a história e geografia do lugar. Mas não pára por aí, a internet possui diversos sites que podem te ajudar na sua pesquisa. Como diz o ditado, quem procura, acha. Esse último item nos leva ao próximo da lista.

5: Não “experimentar” morar por alguns meses na cidade antes de se mudar definitivamente.

Certos brasileiros poderão escolher se mudar caso eles não se adaptem na primeira cidade americana na qual eles morarem (isso depende do seu tipo de visto. Se você foi contratado por uma empresa americana, por exemplo, e ela designou que você terá que trabalhar no escritório deles em Chicago, bem você pode até morar nos subúrbios dessa cidade, mas ainda terá que ficar por perto da mesma).

Agora se seu visto te dá mais liberdade nesse sentido (como o de noivo), você pode escolher seguir nossa dica e ver se você se acostuma de verdade com o local antes de se mudar definitivamente. É só convencer seu noivo/a ou  esposo/a de que talvez outra cidade seja melhor para vocês morarem.

6: Falta de organização.

Nos Estados Unidos (e não se engane, nas embaixadas/consulados americanos é a mesma coisa) se você precisa de tal e tal documento para fazer tal coisa, você tem que ter essa lista de documentos prontas no dia em que eles forem pedidos. Simples assim.

Se você não os tem, você terá que fazer tudo de novo e dependendo do tipo de processo, esse tudo é muito. Por essa razão ser organizado, especialmente com a documentação imigratória, é indispensável.

E por último, algo comum.

7: Colocar a carruagem na frente dos bois.

Vemos isso bastante por aqui no blog. Entendemos que morar nos EUA é algo animador e que devemos buscar nos informar sobre o máximo sobre tudo relacionado a esse assunto.

Porém, um erro muito comum é colocar a carruagem na frente dos bois e falta de planejamento. Há passos que devem ser levados em consideração antes de vir para os EUA.

Saber que visto você tem mais chances de tirar e se ele também permite que você possa morar e trabalhar e estudar ou fazer seja lá mais o que você queira fazer, é o primeiro passo.

Entender o que você precisa fazer para poder tirar um visto para os EUA é também é importante. É preciso ser realista nesse quesito e caso não se possua todos os requisitos, deve-se procurar saber como conseguí-los. Uma coisa de cada vez e passo-a-passo.

Saber quais as restrições de vistos (sim, todos eles possuem restrições) e como elas se encaixam naquilo que você tem como objetivo nos EUA, especialmente daquele que te interessa, é essencial. Como eles dizem por aqui, baby steps, baby steps. Quer falar sobre o assunto? Deixe seu comentário abaixo.

Fique por dentro dos posts do blog!

Cadastre seu email abaixo

Quer saber mais?

Gostou do Post? Compartilhe !

31 comentários sobre “7 Pecados Capitais De Quem Quer Morar Nos EUA

  1. Lu,
    Qual o site que dá as informações completas de uma cidade (criminalidade, população, residencias, etc)???

  2. Parabéns, acho que essa página realmente responde bem a dúvidas de muitas pessoas, não só Brasileiros como Latino Americanos em geral erram no processo de imigrar por isso acabam ficando ilegais por anos, ao contrario de asiáticos por exemplo.
    Não falar Inglês, não considero um pecado capital dependendo do Estado que a pessoa vá morar por exemplo na minha CA, ou em NM entre outros Estados é possível sim sobreviver sem o Inglês, pois são Estados com muitos latinos, mas para alçar voos mais altos será preciso depois frequentar uma escola de Inglês para imigrantes.
    Não se informar sobre o visto é o que comentei a cima é um erro que a maioria dos Latino Americanos comete e esse é um erro muito grave.
    Leis de Imigração acredito que as Federais nem sejam tanto o problema que quando se tem uma grande mudança é acompanhada de grande debate e repercussão da imprensa, agora as Estaduais deve se ficar muito atento, como a nova lei do Arizona ou da Georgia que é ainda mais severa, ou que somente Washington e Utah emitem DL sem precisar comprovar o status migratório etc
    O número 4 e 5 acredito que o ideal é viver em cidades com bom transporte como NYC, Boston e Chicago, porque o imigrante recém chegado não vai ter dinheiro provavelmente para um carro, ou terá dificuldade para tirar sua DL, e em algumas cidades da América é praticamente impossível viver sem carro você sabe bem
    6- Por ser americano não precisei passar por isso, para tirar os documentos para vir para o Brasil foi bem tranquilo, mas acredito que para o brasileiro ir para os EUA, seja bem mais complexo até porque quem cuida dessa parte é o Departamento de Estado que é bem exigente.
    7- Eu acredito que é pensar bem, vale a pena largar minha vida e ficar longe da minha família pelo sonho americano? Acredito que seja valido para , as pessoas que tem muito dinheiro, as que tem a oportunidade de se graduar ou as que recebem carta convite de alguma empresa Americana, claro sem contar as pessoas casadas com cidadãos Americanos

    acredito que seja isso desculpa se escrevi muito

  3. Achei muito bom o seu Post, eu já moro aqui na California por mais de 11 anos e com certeza passei por algumas das dificuldades que você citou acima. ha mais ou menos 1 ano atrás eu criei um negócio onde nós alugamos apartamento mobiliado para pessoas que queram vir morar aqui, o aluguel de um apartamento foi uma das maiores dificuldades que eu encontrei quando cheguei aqui. Se alguem tiver interesse de uma olhada no facebook. http://www.facebook.com/GOLearnCalifornia

  4. Eu li em outro blog, que é necessário primeiro ter um visto temporário para depois conseguir um visto permanente.
    Por exemplo: vou para estudar e morar, mas primeiro tenho que tirar o visto de estudante e quando o visto estiver para vencer, tirar o meu visto para permanecer.
    É isso mesmo ou eu posso tirar o visto para morar direto?

  5. Olá Vitória,

    Na verdade não existe visto permanente, o que existe são vistos que dão a oportunidade de aplicar para o Green Card, que é o cartão de residência permanente e que dá o direito de trabalhar e morar nos EUA. Portanto não há como tirar visto permanente logo de cara. Mesmo vistos da categoria de imigrante não necessariamente garantem a obtenção do Green Card provisório nem do Green Card permanente. É tudo um processo longo e cada etapa tem que passar por aprovações da imigração.

  6. Ola,

    Gostaria de sua opinião sobre alguns tópicos,
    estou fazendo um planejamento para ir morar nos EUA quando eu me aposentar.
    Pergunto se com 5 mil dólares mes consigo ter uma boa qualidade de vida em Miami. (qualidade de vida entenda o suficiente para comer, pagar aluguel, saúde).
    Meu objetivo é vivenciar a cultura americana. Qual seria o visto mais indicado no meu caso?

    grato

  7. Oi Sandro,

    Se vc e sozinho, 5 mil da pra viver razoavelmente bem em Miami. Se vc nao tem parentes que podem patrocinar o visto de imigrante para vc e vc quer vir como aposentado e certamente nao ira mais trabalhar… Fica dificil. Nao existe nenhum tipo de visto para aposentados como no Brasil.

  8. Eu fiquei sabendo que o brasileiro não precisará mais do visto americano para viver nos EUA. Sendo assim, ficará bem mais fácil trabalhar, estudar e ter uma boa vida por aí, mesmo não indo com muuuito dinheiro ?

  9. Ygor,

    Não sei onde você ouviu isso. O que supostamente foi discutido é a probabilidade de não necessitar o visto para entrar nos EUA, como acontece com alguns Europeus. Mas isso não tem nada a ver com morar, estudar e trabalhar aqui. Mesmo se essa proposta passar ela só vale para isenção do visto de turista e estrangeiros que desejam estudar, morar e trabalhar nos EUA ainda precisarão pedir vistos que permitam que eles o façam, ou seja, vistos de estudantes, de trabalho e etc.

  10. Estou planejando ir aos EUA com minha filha menor de idade por um período, talvez de um ano, estudar e vivenciar a cultura americana, Que visto vai ser necessário? Preciso apresentar algum documento de renda mensal? Penso que a Califórnia possa ter bons colégios para estudarmos, cada uma no seu nível. Isso é possível? Obrigada

  11. Maria,

    Visto de estudante e sua filha como acompanhante mas ela terá que estudar em escola particular. Leia sobre diferentes tipos de vistos de estudante no site do consulado americano no Brasil. Eles explicam tudo que vc precisa saber.

    Boa sorte!

  12. Muito boa essa matéria, mas estou desesperado com uma coisa, Lu. Eu pretendo ser músico, MAS NÃO NO BRASIL! Do que eu preciso para mudar para os EUA para ser músico?

  13. Olá LU, fiquei sabendo que mesmo se o seu visto expirar você pode morar normalmente nos EUA e não ser mais deportado e só será considerado “sem status”, pois a lei de imigração legal mudou, mas há algumas coisas que são restritas, será que esta lei ainda continua?
    Também gostaria de saber se tem como prorrogar o visto no próprio EUA em algum lugar legal lá, e quantos anos são necessários pra adquirir o Green Card Permanente?
    Pois pretendo morar nos EUA depois de fazer a Faul e conseguir um emprego lá aqui no Brasil e não ir direto.

  14. Ola Alberth,

    A lei mudou para os dreamers (pessoas que foram trazidas para ca quando criancas) e para os pais delas. Um turista que fica alem do tempo de validade do visto, por exemplo, pode ser deportado a qualquer momento.

    Para prorrogar o visto deve-se preencher o formulario para extensao de tal tipo de visto e envia-lo para o USCIS. Se eles aprovarem a peticao, o visto sera extendido pelo periodo que eles estipularem.

    Quanto ao Green Card, depende do visto ja que cada um deles possui um processo proprio o que muda o periodo de tempo para poder pedir e receber o GC. Lembrando que visto de turista e de estudante nao dao direito ao GC – inclusive escrevi tanto sobre quais tipos de vistos dao a oportunidade de se obter o GC quanto um outro post com detalhes do processo de cada um desses vistos e quanto tempo ele demora em cada caso – favor fazer uma pesquisa pelos artigos do blog para encontrar esses dois artigos.

    Mas posso dizer que as leis de imigracao sempre mudam – ha um tempo atras os dreamers nao tinham muita esperanca em conseguir algo, hoje eles tem direitos. Por isso fique ligado nas mudancas imigratorias e quem sabe dentro de algum tempo as coisas serao menos complicadas para quem deseja morar indefinitivamente nos EUA. Sucesso!

  15. Lu como sempre arrasando nos conselhos!!!
    Mas voce acha possivel mesmo alguem conseguir ir para os EUA e viver como um cidadão normal, mesmo depois de conseguir todos os documentos?

  16. Olá Rose,

    Obrigada. Se a pessoa se torna cidadã, ou seja, se ela se naturaliza americana ela tem todos os direitos e deveres de qualquer outro americano, até àqueles nascidos em solo americano. Se a pessoa não se torna cidadã, ela tem direitos e deveres mas não todos os direitos de cidadãos americanos. Entende? Agora se sua pergunta se refere à adaptação, isso depende de cada um. Tem gente que por mais tempo que viva aqui não consegue se considerar cidadão, mesmo sendo cidadão. Isso varia de pessoa para pessoa. É psicológico.

  17. Oii Lu tudo bem com vce?
    Bem eu estou com planejamento de morar nos EUA em uma das 3 cidades que li sobre serem muito boas para se morarem (Boston, NYC ou Chicago), mas sou marinheiro de primeira viagem e estou completamente perdido sobre questões de visto já que sou autonomo (sou fotógrafo e professor de dança), gostaria de uma luz pretendo ir só em setembro ou outubro e estou juntando grana para me manter uns 2 meses e fazer uma experiencia e quem sabe ficar de vez… o q vce me aconselharia fazer?

  18. Ola , estou planejando morar nos EUA porque sempre foi o meu sonho , e não é por estudo e nem por trabalho e sim por realização mesmo, porém eu não tenho família nos EUA , mas quero ter uma vida normal lá , trabalhar , ter os direitos de cidadão , e viver de forma legal . Qual o melhor visto pro
    meu caso ?
    Obrigada ! 😀

  19. Olá Duda,

    Se você quer morar nos EUA, você tem que tirar um visto que permita que você consiga o green card mais adiante no seu processo. Não são todos os vistos que permitem isso, portanto o primeiro passo é entender sobre aqueles que permitem (faça isso no site do consulado americano no Brasil) e ver qual deles melhor se encaixa naquilo que vc possui agora, ou seja, se vc possui todos os requisitos para tirar tais vistos. Se vc não possui todos, é hora de buscar adquirir aquilo que vc precisa para tirá-los. Veja quais tipos de vistos dão chances de obter o green card nesse artigo:

    Vistos que mais dão chances de obter o green card

    Estude sobre eles, veja o melhor para você e sucesso!

  20. Ola!!
    Boa Tarde!!

    Gostei muito dos seu post, eu já fui por três vezes ao Estados Unidos “Orlando” para ser mais especifico, e cada vez que vou volto mais em cantado com a cultura e com a qualidade de vida que as pessoas levam. Ai que vem minha duvida, gostaria muito de ir pra la para morar, trabalhar e estudar, desta ultima vez que fui ate andei dando uma pesquisada com alguns Brasileiros que estão por la vivendo e trabalhando e uma coisa que percebi que os mesmo não gostam de dividir as informações como visto de residência “permanência”mais uma coisa que percebi que existi algum tipo de visto para esta pessoas que la estão, uma coisa que vi bastante e que tem escritórios de advocacia que cuida dessa parte de imigração. Gostaria de saber se existe alguma possibilidade de ir com o visto de turismo e depois que esta por la tentar solicitar algum outro visto para poder trabalhar e morar.

    Grato!!
    Abraço.

  21. Olá Reinaldo,

    Infelizmente não existe isso. Às vezes alguns brasileiros estão até ilegalmente aqui mas eles não vão dizer isso e há alguns que só conseguiram entrar e/ou ficar aqui através de fraudes, é só ler arquivos de jornais brasileiros aqui que você verá a quantidade de esquemas de imigração descobertos e às vezes até de “advogados e notários” envolvidos nelas. Aliás há muitos “advogados” e “notários” que dizem fazer milagres e conseguir residência para qualquer um interessado, mesmo se a pessoa não tem como conseguir legalmente. Na verdade esses só querem saber de dinheiro.

    Se você vem para cá como turista, você só pode trocar o visto para o de estudante e daí você não pode trabalhar, só estudar. Se informe mais sobre outros vistos possíveis para seu caso no site do consulado americano no Brasil e se você quiser ir mais a fundo no site do USCIS. Sempre dê preferência para sites oficiais do governo americano, esses são dois deles. Sucesso!

  22. Olá. Gostaria que você comentasse (ou se já tiver comentado, me enviasse o link) sobre a opção de ficar no “ping-pong”. Ir para os EUA com visto de turista, voltar ao Brasil ao final dos 6 meses, ficar no Brasil um tempo (quanto tempo???) retornar aos EUA por mais 6 meses, etc… Você acha isso viável para quem não precisa trabalhar. Aposentados, por exemplo. Quais seriam as dificuldades para comprar/alugar imóvel, comprar carro, abrir conta em banco, pagar contas e impostos, ter plano de saúde… Agradeço por qualquer informação neste sentido pois, no meu caso, não consigo vislumbrar outra opção para “ficar” nos EUA legalmente (única opção aceitável pra mim) além dessa.

  23. Olá Celio,

    Poder fazer isso pode, só não pode trabalhar mesmo. Tem muita gente (muitos famosos e políticos brasileiros inclusive) que vem passar as férias todo ano aqui, eles tem casa e tudo mais. O tempo de espera vai depender do oficial de imigração, mas podem desconfiar que você está trabalhando se você vier para cá com muita frequência ou se eles acham que você quer morar aqui indefinitivamente ou se você não tiver como comprovar renda suficiente para ficar aqui sem ter que trabalhar. Quanto a comprar casas no seu caso, escrevi um post sobre como comprar casas como não residente. Use a barra de busca no blog para encontrá-lo. Sucesso!

  24. Lu, vou para os Estados Unidos trabalhar por 3 meses e a agência me informou que preciso ter um seguro, caso contrário não posso entrar lá, além de que, caso eu me machuque ou fique doente vou pagar um valor absurdo para ter uma consulta médica. Gostaria que você me explicasse como funciona essa parte de seguro e quero que você me dê uma opinião sobre cidades pequenas, afinal, vou ficar em uma mini cidade. hahaha

    Muito obrigada!

  25. Ola Yasmin,

    Se voce precisa do seguro para entrar aqui vai ter que comprar um seguro internacional ainda no Brasil que nem estudantes internacionais que vem para ca. Nao sei quais seguradoras brasileiras fazem isso. Compre o seguro internacional ai no Brasil e voce estara tranquila. Voce ja pediu para a agencia se elas indicam alguma empresa brasileira que oferece seguro internacional? Agora sobre cidades pequenas, o que voce quer saber exatamente e em que cidade voce vem morar? Sem saber disso fica dificil te responder.

  26. Oi Lu.
    Mas você recomenda então que eu compre o seguro?
    Eu vou ficar em Woodstock, Vermont. Gostaria de saber se você conhece e o que acha da cidade.

    Obrigada.

  27. Claro, Yasmin! Se a agencia exigiu isso voce precisa provar que tem seguro tanto para ela quanto para o empregador aqui. Nao conheco essa cidade, nao passei por perto quando estive nesse estado mas se ela e como as outras cidadezinhas de la e bem pacata, muito bonita no outono e extremamente fria no inverno.

  28. oi meu nome e ana karoline,tenho 12 anos desde que eu tinha 9 anos meu sonho e mora no EUA mais minha disse que eu não vou consegui mas com seus conselhos eu percebi que não custa nada tentar amei seu site beijos.

Faça parte da conversa: