Para imigrantes

O Que Diferencia As Histórias De Sucesso E Fracasso Nos EUA?

 

É comum tentar se basear em experiências que outras pessoas tiveram antes de agir em qualquer situação ou como alguns dizem “colocar os pés na água antes de pular dentro da mesma”. O único problema disso é que há muitos indivíduos que se esquecem de um pequeno detalhe: cada um terá uma experiência diferente e única que por sua vez não pode ser replicada fielmente.

Já muitas perguntas de leitores do blog que se baseavam simplesmente em receio de que as experiências que eles viriam a encontrar nos Estados Unidos  seriam as mesmas que muitas histórias horrendas eles ouviram de amigos de amigos, de familiares distantes entre outras pessoas que já tinham morado por aqui.

Não quero dizer com isso que todos que colocarem seus pés na terra do Tio Sam terão uma experiência maravilhosa, mágica e sem problema algum e muito menos que se você tenha dúvidas não deva perguntar, mas que simplesmente não há como saber como será a sua estadia aqui sem colocá-la em prática. Por mais que outras pessoas tenham te dito que aqui é um horror ou que aqui é um paraíso.

Porém o que posso mostrar é como você pode minimizar suas chances de entrar em furadas e de ter uma estadia ruim por aqui. Para isso vamos aos motivos que levam alguns indivíduos a reclamar tanto dos Estados Unidos e do exterior em geral.

As necessidades e percepção pessoal:

Cada pessoa possui necessidades diferentes e uma visão única a respeito da vida em geral. Pode ser que ao chegar aqui ela não goste do clima, do ambiente, daqueles que moram por aqui entre muitas outras coisas. É tudo uma questão de percepção e da mentalidade do indivíduo.

O detalhe é que ao invés de se concentrar nos aspectos positivos , essas pessoas se concentram nos negativos. Já ouvi gente reclamando daqui por causa da saudade da comida brasileira (coisa que por sinal pode ser resolvida facilmente), saudade do clima, do carnaval, da família, de festas, dos amigos e etc.

Cada um tem direito a sua opinião e se suas necessidades realmente incluem determinado tipo de clima, comer comida brasileira todo dia e pular no carnaval tod mês, tudo bem, essa é uma escolha pessoal.

Agora convenhamos que essa situação poderia ter sido evitada se eles tivessem mudado sua percepção para a busca de soluções ao invés de reclamações. Dessa maneira eles poderiam ter se contentado mais com a vida aqui.

Na verdade se eles tivessem pesquisado mais sobre o lugar onde eles morariam e tivessem realmente se preparado para a viagem e sua futura adaptação, eles não teriam se deparado com a situação na qual se encontraram.

Por isso continuo batendo na mesma tecla de que informação e conhecimento é um must quando se deseja morar no exterior, nem que seja somente por um período curto de tempo. Conhecimento te salvará de um monte de dores de cabeça futuras. Veja que não estou falando para você ser irrealista mas se basear em informações que estão ao seu alcance e sempre pesquisar mais sobre o assunto, especialmente se é um detalhe que te intriga e que pode fazer toda a diferença no seu caso.

Outra opção para esse dilema da saudade? Volte para o Brasil. Não consegue viver sem a vida brasileira, o jeito é voltar 😀

A questão da cultura:

Enquanto um imigrante estiver com a cabeça fechada para a cultura do país que o recebeu, ele continuará percebendo restrições por toda sua volta. Mais uma vez é a questão da percepção do indivíduo.

Não estou querendo dizer que preconceito ou dificuldades não existem. Todos nós sabemos há disso por toda a parte, em todo o mundo. Porém se você se concentrar ou temer isso sua realidade será baseada nesses sentimentos negativos e parecerá pior do que é.

A resistência:

Ter orgulho das suas raízes e cultura não é nada ruim, mas tentar bloquear sua mente e deixar de aceitar pelo menos alguns aspectos da cultura americana é algo que só piora sua situação.

Quanto mais flexível se é em relação à cutura do país no qual se vive, melhor nos sentimos pois, nos sentimos mais acolhidos e quem sabe um dia finalmente “em casa”.

Morar no exterior é algo que deve expandir sua mente e “suas fronteiras” portanto com uma atitude positiva e conhecimento ao seu lado você poderá fazer as escolhas certas para você, as quais por sua vez não são necessariamente as melhores escolhas para seu vizinho (que também quer morar aqui), por exemplo.

Pense nisso antes de se assustar com histórias negativas sobre a vida no exterior e desistir dos seus sonhos. E lembre-se que sua experiência depende somente de uma pessoa: você.

Quer saber mais?

Gostou do Post? Compartilhe!

11 comentários sobre “O Que Diferencia As Histórias De Sucesso E Fracasso Nos EUA?

  1. Nossa, gostei muito deste post. Eu tenho 21 anos e tenho vontade de conhecer ou quem sabe até morar nos EUA.
    Pesquiso muito sobre isso e este site tem me ajudado e muito…
    Concordo com a sua fala, em muitos momentos eu ouço coisas ruins que acontecem por aí, mas mesmo assim eu me sinto atraído em ir para este belo país, o que mais me impulsiona é o fato da tão famosa LIBERDADE AMERICANA, e o fato de eles realmente amarem seu país independente da época ou situação.
    Abrir a mente com certeza é um dos processos para se sentir adaptado a uma nova realidade e como estudante de Pedagogia sei bem como lidar com tudo isso. Eu estou estudando inglês por conta própria e é claro isto também é um grande requisito para se dar bem aí. Mesmo quando tentam de alguma forma de desanimar, eu lembro das coisas boas que esta nação possui(o que eu mais admiro é o senso de justiça, o que convenhamos falta um pouco aqui no Brasil). Mas amo o Brasil e se fosse para uma mudança permanente, a principal razão seria a melhoria de vida, eu me interesso bastante por MA, acho que é um ótimo Estado para todos aqueles que se interessem por educação como eu. Mas qual lugar em MA visitar/conhecer/morar??. Para mim é uma grande duvida, por isso continuo pesquisando.
    Obrigado por todas as informações que você nos tem passado.
    Deus te abençoe sempre !!!!

  2. Tem razão Lu! Não é porque um ou outro falam que a vida nos EUA é ruim, difícil, que sofremos preconceito e etc que temos de deixar de ir! o que importa é o que você realmente quer e se tem condições para viver em tal lugar!
    Agora se me permitisse gostaria de fazer-lhe uma pergunta, mudando de assunto mas não do tema central do site, a pergunta é a respeito do Green card, posso apostar na loteria para concorrer a um sorteio de um sendo que estou com visto de turista?
    Obrigado pela sua atenção!

  3. Olá Kelvin,

    Obrigada pela participação. Primeiro certifique-se de que o Brasil está participando da loteria de Green Cards. Em caso positivo, você pode sim. Somente não pode participar uma pessoa em situação ilegal ou que já esteve ilegal. Procure essa informação no site oficial do governo americano, jamais vá atrás de outros sites que dizem fazer inscrições para a loteria e etc.

    Abçs

  4. Olá Brenno,

    Obrigada pelo comentário. Não importa o tamanho dos seus sonhos, corra atrás deles.

    Abçs

  5. Olá. Falo ingles fluentimente, gostaria de me forma em medicina e depois ir morar nos EUA. Mas estou com duvida se o melhor pais é o Brasil ou Argentina ou algum outro país que esteja ao meu alcance para fazer a faculdade. Os americanos na revalidaçao do diploma tem alguma preferencia ? Quero dizer se tem algum país da America Latina que é mais adimirados pela sua Boa Educaçao Universitaria, principalmente a area de medicina? Por vafor preciso dessa resposta, começo a faculdade ano que vem!!!!!

  6. Ola, Tenho 17 anos e pretendo morar nos EUA assim que puder, pois esse é o meu sonho a muito tempo, seu site é ótimo e estou aprendendo muito com ele, mas ainda tenho algumas duvidas.

    Primeiramente gostaria de perguntar como me preparar financeiramente, ou seja quanto de dinheiro vou precisar para ficar la até que eu consiga me estabilizar(arrumar um emprego,alugar uma casa etc.).
    Alem de conseguir um visto(que com certeza será difícil),devo me preocupar em chegar la, digamos assim “desabrigado” apenas com o dinheiro?
    Tenho um ingles básico. Obg

  7. Nizam,

    No seu caso, vc deveria pensar em tirar visto de estudante. Veja qual curso que te interessa, procure faculdades/universidades que oferecem esse curso e veja os preços dos mesmos para estudantes internacionais. Dessa maneira vc terá um base de quanto vc deve poupar e etc.

    Em relaco ao trabalho se vc nao tiver um visto q te de autorizacao de trabalhar, voce nao pode trabalhar!

    Leia esse post do blog para te ajudar a entender mais sobre o processo de vir para cá:

    Pontos Importantes A Se Considerar Antes De Ir Para Os EUA

    Boa sorte!

  8. Muito bem escrito, mesmo! Sempre fui camaleoa nas minhas andancas, morei na Alemanha e Franca. Atualmente e ja a bastante tempo casada com Americano e vivendo aqui, estou completamente ajustada, comida, estilo de vida, tudo. Sempre me adaptei totalmente nos paises que morei. Nunca consegui explicar isso aos meus amigos brasileiros. Na Alemanha comia e amava pao preto, na Franca, baguette, aqui, adoro biscuit, panquecas, etc. Essa e a unica maneira de se ser feliz em outras terras.

  9. Adoro o teu blog, a muitos anos eu leio e acompanho inclusive acompanhei um post sobre o apoio da familia, sofri muito com aquilo, enfim so esperei completar 18 ano para me mudar para os EUA. Sempre foi meu sonho vir pra ca, queria ter vindo pra fazer High School mas minha mae nao tinha condicoes e eu estava desempregada.. Enfim, estou morando aqui como Au Pair na California, fazem 5 meses que eu estou aqui, me adaptei facilmente aqui.. O meu problema so e que eu sou extremamente sozinha, tudo eu faco sozinha, ja tentei conhecer outras pessoas mas e aquela coisa de preconceito, eles pensam que por tu estar morando fora voce tem dinheiro, ai quando descobrem que tu e uma simples au pair eles ja te “Excluem do grupinho”, me envolver com outras Au pairs nao esta dando certo, tento contatos mas ninguem me responde, sao muito preconceituosas por eu ser under 21.
    Enfim o que eu vejo de dificuldade mesmo e so isso na questao de solidao e carencia, porque saudades voce pode matar por skype/telefone/presentes pra sua familia e amigos ! No aguardo de um post sobre relacionamentos aqui..

  10. Olá Valdi,

    Você já tentou fazer amizades com americanas/americanos? Infelizmente não são todos brasileiros que serão abertos a amizades com outros brazucas por aqui, independente da idade e/ou profissão, acredite 🙁 Você sugere um post sobre relacionamentos de que tipo?

    Espero que as coisas melhorem para você nesse sentido. Mas se concentre no seu objetivo em ter vindo para cá, realize seu sonho. No fim das contas é isso que vale.

    abçs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *