Cultura Americana, Curiosidades, Para imigrantes

11 Contradições Americanas

Certas coisas não fazem sentido aos olhos de um estrangeiro ou imigrante dentro dos Estados Unidos. Veja algumas delas abaixo:

1. Estrangeiros TEM que falar inglês porém quase tudo está em 2 ou mais línguas:

A língua inglesa não é a lingua oficial dos Estados Unidos! Isso mesmo, embora seja a língua de facto, não há lei que expressa que ela é a língua oficial. Isso faz com que uma boa parcela da população americana pregue que inglês seja considerada por lei o idioma oficial do país e que todos imigrantes falem a língua.

Ao mesmo tempo é possível ver anúncios, embalagens de produtos e sinais em espanhol, francês e até em crioulo para tudo que é lado. Você acha que os imigrantes se esforçarão para aprender inglês desse jeito? Não.

2. Obesidade X Conveniência:

Recentemente muitas pessoas passaram a abominar a obesidade. Mas há ainda aquelas que se recusam a comer decentemente e se exercitar regularmente. É a velha história de ir ao restaurante de fast-food, fazer um pedido gigantesco e fechar com um refrigerante diet ou de dirigir para ir à loja do outro lado da rua ao invés de caminhar até lá. Além do mais, o simples fato de chamar qualquer pessoa de gorda por aqui pode criar problemas.

 3. A noção de que “Imigrantes roubam nossos empregos”, mas quem é que os contrata?

Existe também aquele velho mantra de que imigrantes roubam os empregos dos americanos quando muitas das grandes empresas na terra do tio Sam preferem contratar cérebros e mão de obra braçal do (ou no) exterior ao invés de usar aquela disponível dentro do seu próprio país. Elas são supostamente aquelas que deveriam estar investindo no país, não?

4. Empregos são para americanos mas eles pagam muito pouco para que americanos trabalhem neles:

E junto com a história acima, ouve-se muito que imigrantes roubam empregos que americanos poderiam fazer. Quando na verdade a maioria dos últimos jamais se sujeitariam a esses tipos de ocupações em primeiro lugar (geralmente devido ao baixo salário que as mesmas oferecem, entre outras desculpas).

5. Odeio esses imigrantes mas… Meus avós – em certos casos os pais (dos dois lados) eram imigrantes:

Ainda sobre imigração: Falar mal de imigrantes (legais e ilegais) e esquecer de suas próprias origens e de que o país cresceu devido ao trabalho pesado de imigrantes de todas as partes do planeta é outra coisa que não dá para assimilar.

 

6. País de primeiro mundo porém a educação fundamental e o sistema de saúde  deixam a desejar.

O fato dos Estados Unidos ser um país de primeiro mundo e possuir um sistema de saúde e educacional que deixa a desejar também é uma contradição. Você pode ler mais sobre o mito da educação nos EUA nesse post.

7. Reclamar do trânsito X road rage:

Reclamar que todo mundo dirije mal, enquanto muitos dos reclamões desrespeitam leis de trânsito. Isso é especialmente verdadeiro na Flórida.

8. Responsabilidade ambiental X Cosumismo desenfreado:

Uma onda que cresceu bastante nos últimos anos é a da responsabilidade ambiental. Porém ao mesmo tempo que essa idéia de que devemos economizar energia e recursos naturais se propaga, os Estados Unidos ainda é um dos países que mais consomem recursos no mundo.

9. Vivo num país de primeiro X ainda assim reclamo:

Enfim, os Estados Unidos não é um país perfeito, afinal sabemos que perfeição não existe. Mas americanos certamente possuem uma vida que seria considerada privilegiada por pessoas de muitos outros países. No entanto eles ainda reclamam, muitas vezes de coisas supérfluas. Aí mais uma contradição para fechar nosso texto.

10 . Hoarders X minimalistas:

Hoarders são pessoas que coletam objetos aos montes, eles coletam tanto que literalmente entopem suas casas com lixo. Esse é um fenômeno americano que até rendeu uma série de reality show.  Não, nem todos americanos são hoarders mas o consumismo desenfreado aqui aparece por todos os lados, é só você ver a garagem dos seus vizinhos quando elas estão abertas, a quantidade de coisas nelas são tão grandes em alguns casos que eles sequer conseguem colocar os carros lá.

Já os minimalistas são um “movimento” , se é que posso chamar essa filosofia de vida de movimento, que prega que pessoas não precisam de muita coisa para serem felizes. Esse lifestyle tem crescido nos EUA nos últimos anos.

 

11. Americanos obesos X Americanos fanáticos por fitness:

Como falei nesse post, ao contrário do estereótipo popular que americanos são todos obesos e preguiçosos, alguns americanos são obcecados em manter sua boa forma. São dois lados opostos que se vê cada vez mais pelas cidades americanas.

 

Mora nos EUA e já percebeu outras contradições? Comente abaixo.

Quero morar nos eua!

Gostou do Post? Compartilhe!

7 comentários sobre “11 Contradições Americanas

  1. OI Lú!
    Vou contar as contradições da minha família aqui ok?
    Comprei uma batedeira KitchenAid que custou 199 dólares. Mesmo sendo a melhor batedeira do mercado e que pode durar uma vida inteira fui muito criticado por gastar tanto dinheiro em algo como uma “batedeira”. Na semana seguinte, a Louise gastou 180 dólares em luzes (movidas a energia solar) para o gramado da frente. Essas luzes não iluminam quase nada, já estão enferrujadas e metade não funciona. ???
    O Robert que também me criticou gasta o mesmo valor todo mes em lotery tickets e quando vai ao Cassino gasta, no mínimo, 300 dólares para “brincar” como ele diz hehehehehe
    Não sei se estou sendo muito pretencioso mas gastar 200 em uma batedeira que no Brasil custa 2.000 reais e vai durar uma vida é melhor que gastar o mesmo em cassino ou em luzes estúpidas não??
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Bjs

  2. Olá pessoal, Gostaria que vocês me tirassem uma dúvida…?
    Eu pretendo fazer um intercâmbio internacional pela minha universidadee entre os requisitos está a proeficiência na língua tendo que ter aproveitamento superior a 75 pontos no “TOFEL”. Gostaria que vocês me falassem um pouco desse exame (suas características). Penso que fazer um intercâmbio de 3 meses por conta própria me trará muito mais conhecimento da língua que qualquer cursinho que eu possa fazer aqui no Brasil.

    O que vocês acham? Pra que concorda comigo, como eu consigo fazer essa viagem? Será muito caro (acima de 5000)?

    Obrigado a todos!

  3. Olá Lu! Estou com uma dúvida, as coisas nos EUA são mais limpas que no Brazil? As ruas são mais limpas, eles usam sacolas de papel? Uma das coisas que admiro muito aí é a quantidade de espaços verdes e a natureza! Eles respeitam o meio ambiente? Tipo assim, os parques aí, também são limpos? Eles tem costumes brasileiros de, por exemplo, jogar lixo pela janela do carro? Eles reciclam? Abralos!!

  4. Lucas,

    Geralmente sim, claro que depende da cidade também… Cidades grandes costumam ser mais sujas, já as demais limpas. Aqui se usa sacola de tudo que é tipo, sim muitos se preocupam com o meio ambiente… Em certas lojas e mercados, por exemplo, você tem que pagar para levar sacolas de plástico e eles disponibilizam sacolas de tecido ou de papel que podem ser compradas e reutilizadas na próxima visita à mesma loja.

    Joga lixo pela janela do carro é crime punível por lei aqui. Aqui na Flórida as multas variam de 50 a 5 mil dólares e em certos casos cadeia, os valores mudam de estado para estado e dependendo da circunstância. Eles reclicam também e assim que se compra uma casa por aqui em um condomínio, se recebe um container para lixo comum e dois containers para lixo reciclável.

    abçs

  5. pequeno comentario sobre:,trabalhei em um restaurante aqui no Novo Mexico,a maioria do pessoal da cozinha,gente muito boa alias,trabalhadora,honesta,trabalha as vezes dois empregos pra enviar dinheiro pra familia em outro Pais,a maioria e tudo ilegal,nao tem documentacao,uma garota muito bacana mexicana me contou,coisa que eu fui saber depois,que ela estava muito triste com esta situacao da Governadora de certo Estado,fazer atos publicos repudiando os imigrantes ilegais,e pedindo agora pra nao conceder permissao pra dirigir para tais,porem,ela mesma,a governadora nasceu nos EUA,porem de pais mexicanos,acho isso triste,ate entendo o lado dela,a preocupacao,mas nao deixa de ser triste isso outra as , pessoas que conheci,moram aqui mais de dez anos,e pasmem,por trabalharem tanto,nao ter muito tempo,a maioria nao sabe falar ingles,duro ne!

Faça parte da conversa: