Cultura Americana

O Que É Do It Yourself (DIY)?

lowes
By Jiimg944  vic flickr (CC BY 2.0

Tem gente que mete a boca nos americanos e os comparam a filhos únicos mimados, que não sabem fazer nada sozinhos e que eles são folgados entre outras coisas.

No entanto a partir do momento que se mora nos EUA o que se percebe é algo totalmente ao contrário dessa idéia: americanos são mais auto-suficientes do que se pensa e é preciso aprender a ser auto-suficiente como eles para se adaptar bem por aqui.  É daí que vêm a frase do it yourself (DIY) ou traduzinho, faça você mesmo.

Vamos a exemplos do DIY no dia-a-dia dos americanos:

Cuidar do próprio gramado e jardim:

Muitos americanos tomam conta do próprio jardim.

Limpar a própria casa:

Ao contrário do que se pensa, muitos americanos não possuem empregadas domésticas  ou diarista para limpar a casa deles e eles costumam fazer o serviço por conta própria mesmo. (Porém não tão regularmente quanto os brasileiros).

Reformar suas próprias casas:

Há aqueles americanos que compram casas somente com o intuito de reformá-las e revendê-las posteriormente. Esse tipo de negócio costuma ser muito lucrativo (ou costumava antes da crise imoboliária americana).

Mas algo interessante é que em muitos casos os próprios compradores da casa botam a mão na massa para reformá-la.

Como eles aprender a reformar casas? Há livros, DVD’s e instruções para esse tipo de coisa. Até programas de reality shows e canal de TV baseados somente nessa idéia de Do It Yourself.

Quando a reforma é mínima  muitos deles também gostam de fazer as coisas sozinhos, já que preços para consertos por aqui costumam ser caros (uma das razões pelas quais autônomos, muitos dos quais estrangeiros, que trabalham nessa área podem ganhar quantias consideráveis de dinheiro).

Encher sua própria doggie bag no restaurante:

Esse é um exemplo pequeno do DIY. Na maioria das vezes quando se pede o que se chama de uma doggie bag, ou simplesmente uma bag, no restaurante para se colocar o resto da comida e levá-la para casa (lembre-se que restaurantes americanos servem porções enormes de comida e sempre acaba sobrando, a não ser que o restaurante em questão seja francês), os garçons e garçonetes esperam que o cliente vá colocar sua própria comida na caixinha.

Fazer seur próprios impostos:

Embora haja uma parcela considerável de americanos que possuam contadores para esse tipo de coisa, muitos outros fazem seus impostos sozinhos (claro que com ajudinha de softwares específicos para isso).

Lavar seus carros:

Há car washes por todos os lados nos EUA, mas o fato de muitos deles não serem tão eficientes pelo preço pago faz com que muitos americanos lavem seus carros em casa mesmo.

Transporte público? Que nada!

Em muitas regiões americanas o uso de transporte público é pouco e ineficiente (o mesmo não ocorre nas maiores cidades dos EUA). Por esse motivo americanos costumam ter um carro per capita e famílias costumam ter mais de um automóvel na garagem.

Isso mostra que a maioria deles preferem não ter que depender de ônibus ou de metrôs no seu dia-a-dia.

O DIY é com certeza algo que faz parte do comportamento americano em geral e que pode te ajudar a entender mais sobre a cultura e certamente a se adaptar à vida nos EUA.

Gostou Desse Post? Então Compartilhe Com Seus Amigos!

5 comentários sobre “O Que É Do It Yourself (DIY)?

  1. LU
    Adorei o post. É assim mesmo como você falou. Gostei da sutileza “não com tanta regularidade como os brasileiros” kkkk
    Concordo quanto aos restaurantes. Eu nunca consigo comer meu prato todo e aqui a gente pede a “box” pra colocar a comida dentro e a gente mesmo que coloca.
    Depender de ônibus em Orlando é terrível. Quase não se vê ônibus nas ruas e TODOS os alunos da faculdade têm carro.
    Eu fiz um post sobre DIY também onde conto a minha própria experiência…heheh Quase morri
    abs
    http://acessa.me/dg4c

  2. Um amiga já tinha falado a respeito de levar a comida pra casa e isso é o máximo, mas aqui no Brasil é diferente se a gente pedir pra levar o resto da comida pra casa, vão achar que somos mortos de fome! Poxa se eu paguei pela refeição e não comi tudo, eu tenho direto de levar para casa o que sobrou, sem alguém me olhar estranho por isso….

  3. Sheila,

    Concordo contigo, essa coisa que acontece em restaurantes brasileiros é tão boba né? Como você disse, se você pagou, você tem direito de levar para casa sim e sem se sentir reprimido por tal.

  4. Oi Renato,

    Você que já viu casas de americanos por dentro sabe do que tô falando rsrsrsrs Em relação a seu post: eu li ele e o acho muito bom 🙂 Que sufoco ein! E por incrível que pareça tem americano que ainda gosta daquilo hehehe

    Abçs

  5. Oi Renato,

    Se em Orlando não tem tanto ônibus imagina onde moro! hehehe Isso quase non existe por aqui. Li seu post sobre sua experiência e adorei! Também adoro assistir programas de TV sobre renovações: tudo parece tão fácil, não é? rsrsrs

    Abçs

Faça parte da conversa: