Cultura Americana, Curiosidades

Comparando O Patriotismo Americano E O Brasileiro

Major League Baseball game
Ainda tem dúvidas que americanos são patriotas?

Antes de compararmos os tipos de patriotismos exibidos pela população americana e brasileira devemos entender a diferença entre nacionalismo e patriotismo, já que os dois costumam ser bastante confundidos.

Nacionalismo é a noção de que seu país é o melhor de todos e que você seguiria o governo cegamente, mesmo que isso significasse perder algo muito importante, como sua vida por exemplo. Além disso seria OK forçar a visão de que seu país é o melhor aos demais lugares do globo, a todo e qualquer custo.

Já Patriotismo quer dizer que o indivíduo também considera sua nação e o modo de vida da mesma como superior, porém ele não seria uma maria-vai-com-as-outras em relação às políticas do governo e não forçaria suas idéias para outros povos. No caso do nacionalismo não há lugar para a expressão do indíviduo, já no patriotismo é a singularidade e liberdade de expressão que faz com que a nação seja forte e progrida.

Uma das coisas que noto sobre patriotismo no Brasil é que ele somente acontece quando o Brasil está na copa do mundo, olimpíadas, durante o carnaval ou ainda quando alguma celebridade brasileira é reconhecida mundialmente. Porém ao mesmo tempo, os brasileiros se esquecem de ser patriotas nas eleições (eleger e/ou reeleger políticos famosos por serem corruptos é um exemplo disso) e em outras epócas do ano.

Eles vivem reclamando do país, porém quando é hora de levar as responsabilidades de ser um cidadão brasileiro a sério, eles não fazem nada. Isso não pode ser considerado patriotismo e aquilo que muitos dizem ser patriotismo no Brasil se parece mais com nacionalismo do que qualquer coisa, já que esses “patriotas” aceitam tudo do que aqueles no poder ditam e ainda os reelegem.

Posso até visualizar alguns brasileiros lendo esse post até aqui dizer que americanos também são nacionalistas por que eles se acham os melhores do mundo e que ainda por cima eles esculacham o Brasil. Esse tipo de pensamento está errado por dois motivos: Primeiramente, como mencionei acima, considerar sua pátria a melhor do mundo é algo patriota desde que não se imponha essa visão a outros países do mundo e que o indivíduo não siga essa noção cegamente.

Segundo, os americanos não pensam no Brasil tanto quanto muitos acham e  se duvidar eles nem sabem onde o Brasil está no mapa mundi ou que Brasilia á a capital nacional. Então esqueça essa história de que americano desmoraliza o Brasil pois você não pode desdenhar algo que você não conhece e nem sabe onde fica.

É muita pretensão brasileira pensar que todo mundo (inclusive os americanos, senão primariamente esses mesmos)  se preocupa tanto com o Brasil quanto os brasileiros se preocupam com o que os demais países pensam deles.

É aqui que esta o problema do patriotismo brasileiro, pois antes de se preocupar com o que seu vizinho pensa de você, você deve se preocupar com o que você pensa do seu país (de maneira crítica, não com a visão cor-de-rosa de que há muitas belezas naturais no país e aquelas baboseiras que nos ensinam na escola) e trabalhar para mudar aquilo que não está correto. Amar a pátria de forma submissa não é algo saudável para ninguém e beira ao nacionalismo.

Muitos brasileiros inclusive, ficam irritados quando outros conterrâneos que moram no exterior poem defeitos o país. No entanto esses mesmos brazucas que criticam os brasileiros que vivem em outro hemisfério caem em duas categorias:

  1. Ou eles não conhecem nada além do Brasil;
  2. ou até conhecem outros países (em alguns casos eles não moraram o tempo suficiente fora para formar uma opinião decente sobre o país, muito menos comparar os dois) mas continuam a ignorar os lados negativos do Brasil e deixam se levar por um nacionalismo estúpido.

E quando falo dos lados negativos, não quero dizer que haja país perfeito ou que os EUA seja um deles, longe disso. No entanto o que não suporto são brasileiros cegos à realidade ao redor deles, a maioria dos quais, obviamente, tem vida boa às custas da corrupção e exploração dos demais e por essa razão não enxergam alem do nariz deles e da sua realidade imaculada. Muitos dos quais costumam passar mais tempo fora do país do que no mesmo, seja estudando ou morando, passando férias e etc. Eles exploram os próprios brasileiros e levam seus ganhos para o exterior.

Agora compare isso com a grande parcela de brasileiros que vivem nos EUA e injetam dinheiro na economia brasileira através de envio de remessas para seus familiares e me diga quem é mais patriota? Só por que esses últimos consideram os EUA como o melhor país em alguns pontos eles ainda investem na pátria deles e isso sim é ser patriota.

Para resumir posso afirmar que a maneira com a qual a maioria dos americanos exibem seu patriotismo não é nacionalista, pois eles gostam realmente da sua nação, respeitam e tem orgulho dos símbolos e feriados nacionais, não exibem seu amor a pátria somente quando algum time nacional compete mundialmente, eles levam  as eleições para os representantes do país a sério (e olha que votar não é obrigatório nos EUA como no Brasil) e além disso servem nas forças armadas sendo que isso não é obrigatório.

Quando eles não concordam com o que o governo faz, eles se  mobilizam e tentam mudar a situação e não ficam esperando que tudo cáia do céu. Um exemplo disso é que muitos americanos mantem contanto e observam de perto o que os representantes políticos que eles elegeram fazem,  enquanto muitos brasileiros nem se lembram para quem eles votaram na última eleição. Quem é mais patriota no fim das contas?

Concorda ou discorda do meu ponto de vista? Deixe seu comentario abaixo.

Quero saber mais!

Gostou Do Post? Compartilhe!

30 comentários sobre “Comparando O Patriotismo Americano E O Brasileiro

  1. Oiee luh patriotismo no Brasil é que ele somente acontece quando o Brasil esta na copa do mundo, olimpiadas, durante o carnaval,
    Concordo com voce plenanente.
    Por isso que estou estudando muito
    Quero muito sair daqui nao aguento mas futebol e carnaval. adorei seu post 😀 GoodBye

  2. Meus pais e eu temos todos dois diplomas universitários, pois sempre prezamos o conhecimento como forma de transformação do ser humano. Trabalhamos em diversos empreendimentos, mas percebemos, de uma vez por todas, das piores maneiras possíveis, que esta terra chamada Brasil é um antro de atraso e ignorância, a tal ponto que é difícil estabelecer qualquer parâmetro de civilidade. A ética foi enterrada junto com a esperança. Um presidente, um congresso e juízes analfabetos governam a nação. Empreendedores são vistos como salafrários e vagabundos pobres coitadinhos (quem duvidar do que digo experimente contratar empregados no país…) . Só prosperam corruptos envolvidos em licitações. Acabou. Vou sair daqui o mais rápido que puder e ser ‘cucaracha’ será um prazer, pois terei minha dignidade ressalvada em um país onde a lei é igual para todos. Canadá, EUA ou Austrália aqui vou eu bye bye Brasil !!!

  3. Discordo de ti quando falas dos brasileiros que Nao gostam quando um compatriota fala mal do Brasil, pois eu sou um deles. Acho, sim, que Nao podemos fechar os olhos diante todos os problemas que temos no pais, mas tambem acho que “roupa suja se lava em casa”. E’ absurdo denegrir a imagem do Brasil diante de estrangeiros. Quando converso com americanos eu sempre falo bem do nosso pais, das nossas belezas naturais e do nosso povo. Apenas quando estou EXCLUSIVAMENTE com brasileiros e’ que debatemos as vantagens de morar aqui nos EUA. Acho que esse deveria ser o comportamento padrão dos brasileiros no exterior.

  4. Christian,

    Voce pode me corrigir mas acho que voce deu a entender que estou denigrindo a imagem do Brasil para os americanos atraves do meu blog. Porem o que voce nao sabe e que meus leitores sao lusofonos. Quantos americanos que voce conhece falam, escrevem e leem em portugues ou que passam tempo online lendo noticas ou em sites em portugues? Eles simplesmente nao se interessam em saber sobre isso.

    Esse blog interessa somente ao publico lusofono e sao exatamente eles que visitam meu blog.

  5. Olha só, quem não gosta dos Estados Unidos, e acham que ele é tão perfeito assim, por que estão no blog. Se os americanos são tão ruins, pior são os brasileiros, que além de não terem vergonha na cara de estarem falando mal dos Estados Unidos, ainda imigram pra lá. Se você vê em reveis, noticiários, ou na internet, a uma das maires ou a maior são os próprios brasileiros. Agora, enquanto isso, pesquise a maior população no Brasil, simplesmente são os JAPONESES! OK? Os americanos podem até não ser tão partriatas assim, mais o brasileros não têm comparação, além de serem falsos e serem uma tremenda BAIXARIA, são metidos a partiatras, se ligar a televisão ou na própria internet, no GOOGLE NOTÍCIAS, e colocar o assunto, irá simplesmente ver que, grande parte dos brasileiros estão simplesmente curtindo o natal na TIME SQUARE, e aí? será que os brasileiros são partiatras mesmo?

    Passem bem! Ok? Blá…

  6. Dayana concordo com você, tenho 12 anos mais tenho noções sobre certas situações de nosso país, espero me formar logo e ir para uma país melhor. E tenho sorte de ser decendente de europeu pois se não estaria que nem esses vagabundos que só gostam de carnaval pra dar beijo na boca e etc, tenho sorte e orgulho de não ser assim mas tenho azar de ser brasileiro, afinal nada é perfeito 😉

  7. Isso Matt! Concordo com você! pena que não tenho descendência europeia(eu acho) mais tenho vergonha de ser brasileiro e orgulho de não ser aqueles que vivem em carnaval. Mais uma coisa eu digo: “Sou brasileiro só de nacsimento e origem pois minha alma é americana.

    A America(E.U.A) não é perfeita. Mas o Brasil e bem mais IMPERFEITO que a America.

  8. Acho que uma forma correta de expressar patriotismo é ,sim, admitir os erros de sua pátria, porém, migrar para outro país, na minha opinião (não entendam mal por favor), se torna algo contraditório quando dizemos que desejamos mudanças no nosso país. Para estas ocorrerem o necessário a fazer é não se calar e expressar a insatisfação por meio de práticas PACÍFICAS.
    Além disso, já viajei para o exterior e nunca fiquei mais de três semanas fora do Brasil. Um dos locais onde visitei foi exatamente os Estados Unidos e, para mim, eles acabam por denegrir nossa imagem apenas desconhecendo-a.
    Um dos meus orgulhos é o de ser brasileiro e lutar pelo que não gosto e não “largar” o meu país e, praticamente, assumir outra pátria.

  9. Finalmente li alguém que não foca em “Saia desse país, vá para os EUA”, mas sim alguém que sugere pilares de uma mudança que começa em cada um de nós, na urna.

    Muitos criticam tiririca, mas vocês já pararam pra pensar por que 93% das pessoas votaram nele e por que o restante votou? Vamos lá, uma pequena opinião, vocês podem discordar, mas acredito que é a mais certa pra se crer no momento..

    • Tiririca sempre foi um palhaço, só prestou pra fazer rir, nunca danificou nossa cultura, pelo contrário, fazia de forma hilaria uma crítica direta.
    • Tiririca foi o Deputado mais votado sem se quer fazer um comercial descente.
    • Tal sujeito possuía um slogan de apoio com a intenção de acordar no tratamento-de-choque os brasileiros, “Pior que tá, não fica!”

    Analisando o primeiro ponto, Tiririca muitas vezes junto ao Falcão e outros comediantes como Chico Anysio, contribuíram muito para alguma mudança nesse país através de suas criticas diretas aos governos.

    Já no segundo, Enquanto muitos se matavam para ganhar eleições, Tiririca ridicularizava, 93% do total de eleitores que o elegeram fizeram-o com o famoso e usado termo de desprezo dos americanos, “I don’t give a fuck”, Eu não ligo a minima.

    Mais uma vez um humorista tenta acordar a nação, “Pior que tá ,não fica” se cada um parasse pra pensar o que isso significa, com certeza estaria na frente do congresso cobrando seu eleito.

    Aí muitos vão jogar a culpa na ROTA, BOPE, e o que mais vier, de acordo com seu estado, e eu digo: A polícia está a serviço da população, ela responde como você ordena, e como a Secretaria de Segurança Pública ordena, e quem determina isto é você nas urnas, não adianta eu ter uma polícia que eu temo e vivo pior que no Nazismo, com mais medo, e acreditando “Vai melhorar e ela vai me proteger”, sem cobrar ou fazer alguma coisa por isso.

    Minha sugestão? A mesma da ditadura embora tenha sido ridicularizada por grandes escritores, “Brasil – Ame ou deixe-o”, o Brasil continuará crescendo com ou sem você, você que acha que os Estados Unidos, Austrália, Canadá, ou o que quer que seja é melhor.

    Se o Brasil é este lixão, este poço de brigas internas, religiões se atacando, alguns tentando mudar e sendo chamados de “vasos de satanás”, é por culpa sua, minha, de todos.

    O Brasil nos oferece para crescer:

    • Terra fértil para cultivo;
    • Pradarias como em lugar nenhum para nossos rebanhos, gado, vara, bando, e o que mais vier;
    • Matéria prima para construir um império;
    • A Alma do Mundo.

    O que nós oferecemos?

    C • Nossa [b]]corrupção[/b];
    O • Nosso [b]orgulho[/b] alheio;
    R • Nossa [b]represália[/b] aos que tentam mudar alguma coisa com suas ideias secretas e não divulgadas;
    R • Nossa [b]represália[/b] aos ignorantes, desatentos e/ou incapazes e por que não necessitados;
    U • Nossa vontade de [b]unificar[/b] estados ao invés de lutar por um Brasil todo;
    P • Nosso [b]patriotismo-inverso[/b], ou alheio em momentos que é de nosso interesse apenas;
    C • Nossa [b]capacidade[/b] em fazer as coisas erradas por mais de 2,3,4,5,6,7,8 eleições seguidas;
    A • Nosso [b]aconchego[/b] por ter alguns bens materiais, algumas coisas necessárias para o cultivo da “Vida inútil dentro de si”;
    O • E por fim, nosso [b]ódio[/b] pelo próximo, mas sem olhar pra si mesmo e entender o porquê do ódio.

    Isto se chama: C-O-R-R-U-P-Ç-Ã-O.

    E onde ela acaba? Em você, no que você fará dia 7 de Outubro de 2012 em diante.

    O que adianta ser um mestre, doutor, magistrado, pesquisador se seu entendimento é apenas contra sua nação e por que não dizer contra si mesmo? Vale mais prezar pessoas sem diploma que mudaram uma nação, vale a pena prezar ideias, prezar as loucuras alheias que vazam da cabeça de um louco e mudam o Mundo onde ele vive, ainda que não pra você, mas para este louco.

    Ah, excelente colocação sobre patriotismo e nacionalismo Lu, porém o que acontece aqui é longe de Nacionalismo, é Preguiça de Mudar!

  10. concordo plenamente, os brasileiros só são patriotas em copa do mundo e carnaval, enquanto que nos EUA são sempre patriotas e tem orgulho disso, a maioria das casas norte americanas tem uma bandeira erguida em frente, demonstrando o quanto são orgulhosos por pertencer aquela nação.

  11. É minha cara amiga, em certo ponto você está com a razão…O nosso problema é a nossa educação que deixam muito a desejar…Fomos colonizados e explorados por uns bandos de Portuqueses malandros…

    É por é o que deu nissso.

    Boa sorte minha amiga.

  12. Se concordo e muito ainda.
    Vejo direto este site, queria muito sair deste pais e um dia morar ai.

  13. Só vamos evoluir quando percebermos que progresso significa cumprimento de leis , estudo intenso, trabalho, espiritualidade e que nao existe “easy money”.
    A diferença entre o nosso pais e os Estados Unidos reside nisto.
    O resto e papo furado !
    Eu gosto muito dos USA, assim como outras nações serias .

  14. Grande parte do povo do Brasil não desenvolve um sentimento patriota por vários fatores, inclusive históricos. Temos que viajar no tempo para entender o por quê. Ler o livro “História do Brasil Vira Lata – As Razões Históricas da Tradição Autodepreciativa Brasileira” de Aurelio Schommer ajuda a compreender. Claro que o Brasil está longe de ser perfeito, e tem problemas como qualquer outro país no Mundo. Temos que dar nossa contribuição para uma pátria melhor, o primeiro passo é Reconhecer os problemas, e lutar para melhora-los, também temos que colaborar para o bem da pátria, em todos os sentidos, inclusive valorizando a cultura genuinamente brasileira, não deixando que elementos da cultura de massa (Que é produzida pela industria cultural com o objetivo apenas de ser consumido) prejudiquem nossa identidade cultural. Se as pessoas tomarem consciencia, um dia poderemos ser mais patriotas e menos autodepreciativos.

  15. O que você consideria “a cultura genuinamente brasileira” versus a ” cultura de massa”, Lili?

  16. Lu. Este foi um dos melhores post que já li seu. O comparativo é muito bem explicado e corretíssimo. Eu lhe dou meus parabéns.

  17. Há muitos brasileiros patriotas,todavia também há muitos não patriotas.Saiam esses e fiquem aqueles.

  18. O que há são muitos brasileiros ufanistas, isso sim. Patriotismo só quando futebol e olímpiadas estão na TV não é patriotismo de verdade. Patriotismo mesmo vai muito além de torcer pro time nacional. Patriotismo de verdade exige participação e respeito cívico e às leis.

  19. Todos os anos viajo para fora do pais por 30 dias,volto cheia de saudades da minha terra.Sei que temos um monte de coisas erradas,então, estou construindo uma Aldeia Infantil autossustentada para 60 crianças em situação de risco.Serão criadas em regime de LAR.Acredito em DAR OPORTUNIDADES e dessa forma das 135 crianças da primeira turma que apenas passava parte do dia conosco tivemos 2 advogados,1 ainda estudando,um engenheiro,uma contadora,vários professores, sendo que um deles está dando aulas de capoeira gratuitamenbte para a garotada das favelas,cabeleireiras, manicures,operários,enfim, profissionais em todas as áreas mas com conceitos de honestidade,patriotismo,amor à natureza e ao próximo.Não adianta ficar só criticando,temos que estudar antes de elegermos nossos governantes e COLOCAR A MÃO NA MASSA para que nosso pais chegue ao lugar em que deve estar!Falar nisso,ainda estou estudando em quem vou votar em outubro,está difícil mas sei que DEVE HAVER ALGUÉM HONESTO E COMPETENTE .

  20. Tem como ser patriota em um país onde seu povo, a grande maioria é ignorante, desrespeitoso, e que leva tudo na brincadeira. Não, não dá. Patriotismo é sinônimo de piada.

Faça parte da conversa: